Doria é recebido como “presidente” em Tocantins. Prefeito de Ribeirão Pires está na comitiva.

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), negou nesta segunda-feira, 14, ter o objetivo de fazer pré-campanha para a eleição presidencial de 2018, ao viajar pelo País. O prefeito tucano foi recebido em Palmas pelo prefeito Carlos Amastha (PSB), e por militantes do PSDB que exibiam faixas e camisetas com a inscrição: “Doria presidente”.

Doria exercitou a mordacidade ao dizer desconhecer quem preparou o material publicitário. Segundo o senador Ataídes Oliveira (PSDB), o prefeito não teria ligação com a campanha antecipada.

Oficialmente, o tucano veio à capital tocantinense para uma pauta institucional com empresários, na condição de um dos vice-presidentes da Frente Nacional de prefeitos. “Não se trata de fazer pré-campanha, mas de compartilhar métodos de gestão. (…) De toda forma ajuda sim, a conhecer a realidade do interior do País”, disse ele ao estadão.

Doria tenta repetir a estratégia de seu guru Donald Trump, que tomou de assalto o Partido Republicano e se tornou presidente dos Estados Unidos, deixando para trás nomes tradicionais da máquina partidária. Resta saber como Alckmin agirá para enquadrar sua cria.

Na comitiva de Doria, está o prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (PSB), que em plena segunda-feira, faltou ao trabalho.

Ribeirão Pires estabelece calendário para cadastro de vagas em creches.

Inscrições na Central de Vagas terão datas definidas com objetivo de otimizar o acesso às vagas

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires está implantando um novo formato para a Central de Vagas do município. Com objetivo de otimizar o acesso às vagas nas Escolas Municipais de Educação Infantil (creches), a Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia da cidade criou o Departamento de Avaliação e Acompanhamento Social Educacional.

A partir desta mudança, foi estabelecido calendário para a realização das inscrições. Os pais e responsáveis por crianças de zero a três anos interessados em vagas nas creches devem realizar inscrição de acordo com as o seguinte cronograma:

Agosto – 14/08 a 18/08; Setembro – 18/09 a 22/09; Outubro – 16/10 a 20/10; Novembro – 20/11 a 24/11; Dezembro – 11/12 a 15/12. Horários: das 9h às 12h e das 13h às 16h, no Ceforpe, localizado no Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdirio Prisco, 193, Centro).

Os documentos para efetuar as inscrições são: Certidão de Nascimento, RG e CPF dos pais e responsáveis, Comprovante de endereço no nome do pai, mãe ou do responsável legal da criança com validade de até três meses anteriores (água, luz, telefone fixo ou IPTU), declaração de trabalho e Declaração de Renda Familiar.

Com o intuito de atender a necessidades dos cadastrados em creches do município, o Departamento irá adotar alguns critérios de triagem: comprovação de residência na cidade; crianças em situação de risco social (vulnerabilidade); menor renda per capita do núcleo familiar; pais que trabalham fora do lar. A documentação será analisada e, se necessário, haverá visitas nas residências das famílias.

“O objetivo é organizar a demanda de vagas nas creches do município e também criar mecanismos para identificar e acompanhar cada caso, priorizando acessos”, explicou a secretária de Educação, Flávia Banwart, que afirmou, ainda, que a pasta está empenhada em atender a demanda de espera. “Para 2018, está em estudo um projeto para atendimento em creches em período parcial, que dissolveria a fila de espera e poderá contribuir para o fortalecimento do convívio familiar”.

Serviço – Inscrições para Escolas Municipais de Educação Infantil – Creches (Crianças de 0 a 3 anos 11 meses) – Agosto de 2017:

Datas: 14 a 18 de agosto, das 9h às 12h e das 13h às 16h;

Setembro – 18/09 a 22/09; Outubro – 16/10 a 20/10; Novembro – 20/11 a 24/11; Dezembro – 11/12 a 15/12. Horários: das 9h às 12h e das 13h às 16h,

Local: Ceforpe – Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdirio Prisco, 193, Centro).

A estupidez que contamina a pureza.

A estupidez e ignorância dos neonazistas e membros da Ku Klux Klan, também conhecida como KKK, em Virgínia, nos EUA. O ódio sendo inserido na pureza das crianças.

Espetáculo teatral “Pessoas Brutas” tem entrada franca em Ribeirão Pires

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia, promove neste domingo, dia 13, o espetáculo “Pessoas Brutas”, assinado e interpretado pela companhia teatral “Os Satyros”. A apresentação é gratuita e acontece a partir das 20 horas, no Teatro Arquimedes Ribeiro, no Centro Cultural da cidade (Rua Dr. Yutaka Ishihara, 220 – Jd. Pastoril). A atividade é promovida por meio de parceria com o Governo do Estado, pelo Programa de Ação Cultural – Proac.

“Pessoas Brutas” – tanto o espetáculo quanto o livro – foi oficialmente lançada em maio deste ano. O objetivo do projeto como um todo é tratar das aspirações, medos e o cotidiano de anônimos moradores da metrópole São Paulo. Nesta montagem, a trama tem como foco o sequestro de Fabiana, filha do doleiro Josias, delatado na Operação Lava Jato.

A partir deste mote, o espetáculo apresenta personagens invisíveis da cidade de São Paulo, que lutam pela sobrevivência sem questionar limites morais ou legais. Vão surgindo, logo, histórias como a de um vendedor de sapatos que se tornou herói por ter salvo uma pessoa da morte; de um casal de youtubers em relação de abuso; de uma relação de poliamor entre dependentes de drogas; e de um encontro amoroso entre um contador evangélico e uma recepcionista de hotel.

A peça tem texto de Ivam Cabral e de Rodolfo García Vázques, que também dirige o espetáculo. No elenco estão Junior Mazzine, Ivam Cabral, Gabriela Veiga, Fábio Penna, Sabrina Denobile, Robson Catalunha, Julia Bobrow, Eduardo Chagas, Henrique Mello, Felipe Moretti, Lorena Garrido e Alex de Jesus.

A obra é a terceira e última parte da “Trilogia das pessoas”, projeto do grupo, composto ainda por “Pessoas Perfeitas” e “Pessoas Sublimes”, que também foram convertidas em livros. A companhia teatral “Os Satyros” existe desde 1989 e tem longa história de espetáculos na cidade de São Paulo.

Serviço: Espetáculo teatral “Pessoas Brutas” – Companhia teatral Os Satyros

Data: 13/08 – às 20h

Local: Teatro Arquimedes Ribeiro – Centro Cultural- Rua Dr. Yutaka Ishihara, 220 – Jd. Pastoril- Ribeirão Pires.

Entrada franca

Comissão aprova mandato de dez anos para ministros do STF e outros tribunais superiores.

Ascom/STF

A comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) decidiu limitar a um mandato de dez anos o tempo de permanência dos magistrados indicados politicamente para atuar em tribunais superiores, como o Supremo Tribunal Federal (STF), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal de Contas da União (TCU). Os integrantes da comissão rejeitaram um destaque do PSDB que pretendia manter a atual regra, que prevê a aposentadoria dos ministros somente aos 75 anos.

O deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) alegou que a proposta de mandatos para os ministros e desembargadores federais é boa, mas deveria ser discutida no âmbito de uma reforma do Estado, e não da reforma política. “Minha questão é processual.”

O relator da comissão, deputado Vicente Candido (PT-SP), favorável aos mandatos, disse que a proposta dele mantém uma coerência entre os poderes. “Nós temos mandato de quatro anos e nomeamos pessoas vitalícias”, comparou. O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) defendeu o texto do relator. “O ministro do TCU é votado no Parlamento”, comparou.

Pelas regras atuais, o ministro Alexandre de Moraes, que assumiu no STF após a morte de Teori Zavascki no começo do ano, poderá seguir no tribunal por 26 anos. Hoje ele tem 49. Celso de Mello, o decano da corte, está no Supremo há 28 anos. Caso trabalhe até a aposentadoria compulsória, terá mais quatro anos de trabalho pela frente. Ou seja, poderá completar 31 anos como ministro.

Vice, fundo e distritão

Mais cedo, a comissão rejeitou a proposta do relator de extinguir os cargos de vice-presidente, vice-governador e vice-prefeito. Vicente Cândido defendia a extinção alegando que os vices geram elevados custos à administração público e podem atuar como conspiradores dos titulares dos cargos, em clara provocação ao papel do presidente Michel Temer no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.  Só o PT, o PCdoB e o PPS apoiaram o relator.

Os deputados voltaram a se reunir nesta quinta-feira para votar a reforma política. No início da reunião, Vicente Cândido criticou a alteração feita ontem pela comissão em seu relatório: a substituição do voto proporcional pelo majoritário nas eleições para deputados e vereadores em 2018 e 2020. “O que foi aprovado ontem é uma reforma para os políticos, para os mandatos, e não para a sociedade”, criticou.

O novo modelo, o chamado distritão, favorece a reeleição dos atuais parlamentares, que já são mais conhecidos pelo eleitorado. Os deputados também aprovaram a criação de um fundo com R$ 3,5 bilhões para financiar as campanhas eleitorais. A medida também é alvo de críticas e divide a Câmara. Com informações da Agência Câmara

Câmara dá primeiro passo para mudar modo de eleger deputado já em 2018.

A Câmara deu o primeiro passo para alterar drasticamente a forma de eleição de deputados federais e estaduais em 2018. Por 17 votos a 15, e duas abstenções, os parlamentares da comissão especial da PEC 77/2003, que trata da Reforma Política, entenderam que só deverão ser eleitos para os cargos os deputados que forem os mais votados. Se a proposta for aprovada no plenário das duas casas legislativas, o que entrará em vigor na próxima eleição será o “distritão”, uma espécie de eleição majoritária como a que ocorre para outros postos como os do Executivo ou do Senado. Atualmente, há um sistema proporcional no qual os escolhidos mesclam os votos dados em seus nomes com os recebidos pelos seus partidos ou coligação. Assim, só ocupa o cargo quem atingiu esse coeficiente eleitoral.

Os principais patrocinadores do “distritão” são o presidente Michel Temer, o partido dele (PMDB), o DEM, e parte de legendas do chamado “centrão” – um grupo de siglas de centro direita que nos últimos anos foi vital para a manutenção dos governos brasileiros e esteve envolvido em boa parte dos escândalos de corrupção do país. Por outro lado, a oposição se uniu em uma frente ampla, com outros partidos, e diz ter ao menos 200 votos para derrubar a proposta no plenário da Câmara. Como se trata de uma emenda constitucional, são necessários 308 votos, entre 513 possíveis, para que o projeto seja aprovado. Esta é a segunda vez que os deputados tentam aprovar o “distritão”. A outra ocorreu em 2015, quando seu principal incentivador era o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha(PMDB-RJ), hoje preso pela operação Lava Jato, em Curitiba. Um dos argumentos que colou, na época, é que o sistema só existia em quatro países, com situação política muito diferentes da do Brasil: Afeganistão, Vanuatu, Jordânia e nas Ilhas Picárnias (este, um país na Oceania com cerca de 50 moradores).

A Comissão aprovou, ainda, por 25 votos a 8, o fundo partidário de 3,6 bilhões de reais para campanhas eleitorais, equivalente a 0,5% da receita corrente líquida do Poder Público.

O líder dos democratas na Câmara, Efraim Filho (DEM-PB), defende o “distritão” sob o argumento de que esse é o voto mais simples da população compreender. “O Brasil tem vocação para coisas confusas. No sistema tributário é assim. Temos algo simples, mas o Governo complica. Na política, não pode ser assim”, afirmou. A Comissão aprovou, também,

O discurso dos opositores é de que o “distritão” enfraquece os partidos políticos e mostra uma tentativa de se evitar a renovação do Congresso Nacional, justamente em um momento em que quase um quatro do Legislativo se vê envolvido em escândalos de corrupção. “Os que apoiam o “distritão” querem passar um rolo compressor na Câmara. Querem defender o status quo, a velha política. São contra a renovação”, disse o deputado Marcelo Aro (PHS-MG). No entendimento desse grupo, os deputados que tentam se reeleger têm mais chances de conseguirem espaço de TV e acesso aos recursos para disputarem as vagas.

A discussão está tão intensa que até quem já foi, ou ainda é contra, a eleição majoritária para deputados entende que essa proposta ainda pode ser aprovada no plenário. Diz o deputado Esperidião Amin (PP-SC): “Jamais imaginei que um dia defenderia o “distritão”. Só que agora, temos um mês e pouco, para escolher não entre o ideal e outro ideal. Temos de escolher entre deixar como está e adotar um modelo de transição. O único que poderá ser entendido pela sociedade brasileira é o “distritão”. Hoje estamos no fundo do poço”, afirmou.

Rubens Bueno (PPS-PR), um dos opositores do “distritão”, reclama que a proposta pode significar na “criação de 513 partidos”. “Sem o compromisso partidário, cada deputado seria um partido. Se o eleitor já diz que não entende como há quase 30 partidos aqui, imagina quando nenhum deputado tiver compromisso com o seu partido”, declarou. Bueno, contudo, expressa algo que pode influenciar o voto dos parlamentares no momento em que o projeto chegar ao plenário. Caso haja um acordo de que o “distritão” valha apenas para 2018, e em 2022 surja uma nova alternativa, como o sistema distrital misto, ele pode mudar o seu voto.

Caso o “distritão” já estivesse em vigência na eleição de 2014, haveria uma mudança em menos de 10% da composição da Câmara. Conforme levantamento intitulado “’Distritão’, o retorno”, de autoria do professor e cientista político Jairo Nicolau, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, seriam 46 trocas de cadeiras. Os partidos que mais se beneficiariam desses votos majoritários seriam o PSD (6 novos deputados), o PMDB (5) e o PT (3). As mais prejudicadas seriam legendas pequenas como o SD, o PV e o PHS (cada uma delas perderia três parlamentares).

Uma curiosidade apontada na análise de Nicolau é a de que entre os que perderiam a vaga seria o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). No pleito de 2014, Maia recebeu 53.617 votos e o coeficiente eleitoral do Rio naquela eleição foi de 166.814. Ou seja, ele teve de contar com os votos obtidos por sua coligação para garantir sua vaga. A conclusão do estudo do cientista político: “a opção pelo “distritão” é totalmente irracional da perspectiva da única motivação que parece orientar os deputados: a sobrevivência política.

O sistema distrital misto

Se o “distritão” não é a alternativa consensual na Câmara, uma que parece ser para a eleição de 2022 é o sistema distrital misto. Por meio dele, o eleitor faria dois votos para deputado federal (ou estadual ou vereador). O primeiro voto seria dado a um representante de seu distrito. O segundo, para um partido político que apresentaria uma lista com os nomes dos possíveis deputados. Seriam eleitos o parlamentar votado de cada distrito e um representante da lista dos partidos mais votados.

Um exemplo. No Distrito Federal, há oito vagas para deputados. Haveria uma divisão em quatro distritos no qual um candidato só poderia concorrer por um distrito. Ou seja, o candidato em Taguatinga, não poderia receber votos no Gama. Em cada distrito, cada partido poderia apresentar apenas um candidato. E o candidato mais votado de cada distrito garantiria sua vaga. Assim, metade das oito vagas seriam preenchidas.

Os outros quatro representantes viriam do segundo voto, em uma lista pré-definida pelos partidos e divulgada aos eleitores. Os partidos que recebessem a maior quantidade de votos na unidade da federação elegeriam proporcionalmente os seus deputados. Não necessariamente todos da lista. O sistema é similar ao adotado na Alemanha, considerada a república em que há a mais igualitária representação parlamentar no mundo.

Gás de cozinha chegará a R$ 100 até dezembro.

O preço do botijão de gás de cozinha de 13 quilos, poderá chegar a R$ 100 até o final do ano, é o que prevê o Sergás (sindicato dos revendedores de gás do Estado de São Paulo).

O valor estimado para o ano de 2017 é reflexo da política de preços adotada pela Petrobras em junho, que reajusta mensalmente o preço do gás nas distribuidoras. Neste mês de agosto, por exemplo, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) autorizou alta de 6,9%.

Segundo informou a Sergás “setembro contribuirá ainda mais para esse aumento, já que o reajuste mensal coincidirá justamente com o dissídio dos trabalhadores do setor, entre 7% e 8%”.

Ribeirão Pires tem a gasolina, álcool e diesel mais caros do ABC.

A cidade de Ribeirão Pires tem o litro de gasolina mais caro entre as sete cidades do Grande ABC.

Levantamento feito pela Agência Nacional de Petróleo, Gás natural e Biocombustíveis (ANP), aponta que o combustível está custando R$ 3,63.

São Bernardo do Campo R$ 3,58, Mauá R$ 3,55 o litro, Santo André (R$ 3,53 o litro) e Diadema (R$ 3,41 por litro).

São Caetano do Sul foi a única cidade na região onde houve recuo nos valores. Nesta cidade passou de R$ 3,33 para R$ 3,29 o litro.

Rio Grande da Serra não tem preços coletados – que não apresentou pesquisa entre 30 de julho e 5 de agosto.

Na média, a gasolina subiu 6,18% na região, ao passar de R$ 3,29 para R$ 3,50 após a alta dos impostos. O etanol teve aumento de 6,10%, de R$ 2,27 para R$ 2,41. E o diesel, de 4,5%, de R$ 2,85 a R$ 2,98.

Em relação ao etanol (álcool), o cenário é o mesmo: Ribeirão Pires liderado com preço mais caro R$ 2,57 por litro. São Bernardo do Campo R$ 2,47, Mauá e Santo André vêm logo em seguida (R$ 2,41), enquanto Diadema (R$ 2,34) e São Caetano (R$ 2,26) detêm os menores valores.

Quanto ao diesel, o cenário se mostra mais equilibrado, com Ribeirão Pires novamente encabeçando a lista, com o litro a R$ 3,13, seguido de Santo André e São Bernardo (R$ 3,09). Em Mauá, o preço gira em torno de R$ 3,08. Diadema e São Caetano encerram a lista com o combustível custando R$ 2,88 e R$ 2,62, respectivamente.

No dia 20 de julho, o governo, por meio de decreto, anunciou o aumento das alíquotas de PIS/Cofins, que incidiu em aumento de R$ 0,41 na gasolina e R$ 0,21 no diesel nas refinarias. Quanto ao etanol, após elevar o combustível em R$ 0,20, o governo recuou para R$ 0,11 nas usinas.

Terminam hoje as inscrições para professor e servidor público atuarem no Enem.

Professores das redes públicas estaduais e municipais e servidores públicos do Executivo Federal têm até hoje (7) para se inscreverem para a Rede Nacional de Certificadores (RNC) do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. As inscrições terminam às 23h59 (horário oficial de Brasília) e podem ser feitas no sistema da RNC no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os certificadores são representantes do Inep no local de aplicação do Enem, sendo responsáveis por conferir vários procedimentos. A remuneração é R$ 318 por dia, com 12 horas de trabalho.

Antes de realizar a inscrição é preciso fazer um cadastro no sistema da RNC. As inscrições também podem ser feitas pelo aplicativo da RNC, disponível para download nas lojas Google Play, para Android, e App Store, para IOS. O processo só se concretiza quando o interessado faz o cadastro e a inscrição.

Os servidores públicos interessados em se inscrever na RNC não podem estar em gozo de licenças, afastamentos legais ou inativos; e os docentes das redes públicas precisam ser efetivos e estarem devidamente registrados no Censo Escolar. A formação mínima exigida pelo Inep é o Ensino Médio. Os certificadores também não podem estar inscritos no Enem 2017, nem ter parentes de até terceiro grau fazendo o exame este ano.

Para atuar na RNC é indispensável ter smartphone ou tablet com acesso à internet móvel, com especificações técnicas detalhadas no edital, para acessar o aplicativo que permite o contato dos certificadores com o Inep. Os certificadores precisam, ainda, ter computador com acesso à internet para realização do curso de capacitação a distância oferecido pelo Inep. Só serão aceitos na RNC aqueles que conseguirem aproveitamento mínimo no curso.

Projeto de Lei quer liberar a caça no Brasil. Audiência pública irá debater o tema no dia 17.08 na ALESP.

Um projeto de lei que pretende regulamentar a caça de animais silvestres, proibida em todo o território nacional desde 1967, vem despertando protestos de ambientalistas. Pela proposta, a atividade seria permitida em uma série de situações para caçadores registrados junto às autoridades ambientais. Seria possível, inclusive, a criação de reservas privadas para a prática de caça desportiva.

O autor do projeto de lei 6268/16, o deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC), diz que as mudanças são justificadas pelo perigo de animais invasores para as pessoas e para a agropecuária do Brasil.

“Hoje você tem animais, tanto silvestres como exóticos, que, como não têm inimigos naturais, tornaram-se pragas”, diz Colatto, destacando o perigo de transmissão de doenças e de sérios prejuízos econômicos. “O Estado precisa agir”, justifica.

Para entidades de proteção animal e do meio ambiente, porém, essa nova legislação representaria uma enorme ameaça para as espécies brasileiras.

“É um retrocesso descabido. O texto libera o abate de animais em situação de ameaça comprovada à agropecuária. Ou seja, animais que ameacem uma fazenda, por exemplo, poderiam ser mortos”, diz Márcio Astrini, coordenador de políticas públicas do Greenpeace no Brasil.

Coordenadora do programa de Ciência da WWF Brasil, Mariana Napolitano Ferreira concorda com a avaliação. Para ela, bichos que já são tradicionalmente muito caçados no país – como pacas, porcos-do-mato e veados– ficariam em situação ainda mais vulnerável.

Audiência Pública na Assembleia Legislativa de São Paulo debate Políticas de Proteção aos Animais Silvestres

O PROJETO

O projeto cria uma nova política para a fauna brasileira, também estabelecendo critérios para conservação e preservação de espécies. Para a maioria os ambientalistas, porém, as medidas nesse sentido já estão contempladas por outras leis e portarias.

A grande mudança fica por conta da possibilidade de caça de animais silvestres, mediante autorização dos órgãos ambientais e a apresentação de um plano de manejo específico.

“Na prática, isso inviabilizaria o controle. Esses órgãos de fiscalização já estão sobrecarregados. Imagine se for checar que caçador tem plano de manejo?”, indaga Mariana Napolitano.

O texto também prevê o abate de animais que ameacem a produção agropecuária. Um ponto que, para as entidades ligadas à conservação do ambiente, abriria espaço para a caça até de animais ameaçados, como as onças – parda e pintada – que seriam particularmente afetadas, porque são animais carnívoros que muitas vezes vivem próximas a rebanhos.

Na opinião do autor do projeto de lei, a situação das onças merece atenção.

“A onça não pode ficar liberada em lugar nenhum, a não ser em uma floresta muito extensa, porque ela ataca gente e ataca animais, é uma predadora”, diz.

Outro ponto polêmico da proposta é a liberação da comercialização, por parte de populações tradicionais, como índios e quilombolas, de algumas espécies de animais, inclusive oriundas de áreas protegidas de floresta.

Para Márcio Astrini, do Greenpeace, associar os bichos a esse tipo de atividade econômica aumentará ainda mais a pressão sobre as florestas.

“Se as áreas são declaradas de proteção, é porque têm um alto valor ecológico que precisa ser protegido. Se você permite a comercialização de animais que vivem lá, não tem jeito, causa um desequilíbrio”, diz.

O deputado Valdir Colatto argumenta que a definição das espécies que podem ser caçadas caberia ao Ibama e teria como base estudos de impacto ambiental.

Na opinião de Colatto, um outro ponto positivo da proposta é a possibilidade de aumentar o financiamento para a proteção animal, uma vez que o projeto de lei prevê que 30% dos lucros das reservas privadas de caça tenham esse destino.

“Já acontece em outros países, como nos Estados Unidos”, compara.

O projeto de lei torna ainda mais brandas as multas e a prisão para quem for pego caçando irregularmente.

“Quando você vê a Justiça liberando o Bruno de um assassinato que ele cometeu, então você não pode querer que qualquer tipo de crime seja responsabilidade da prisão fechada. Nós estamos querendo que o reparo do crime seja reparo ambiental. Assim está no código florestal brasileiro, que ele pague o crime recuperando danos ao meio ambiente, e não ficando preso às custas do Estado”, justifica Colatto.

COMO É HOJE

A caça no Brasil é proibida por uma lei de 1967, mas que sofreu algumas alterações ao longo. As autoridades ambientais, no entanto, podem liberar o abate em casos específicos.

É o caso do javali europeu, que hoje é a única espécie que tem a caça permitida no Brasil. O abate do animal foi liberado pelo Ibama em 2013, uma vez que o animal –que foi introduzido no país por pecuaristas na década de 1980– é considerado uma praga e não tem predadores naturais.

“Como nós podemos ver com esse caso do javali, é que a legislação atual tem uma flexibilidade que permite gerir quando os animais se tornam o problema. É uma questão de avaliação. O que poderíamos agora é fazer um estudo de manejo para ver se há outros animais que se enquadram nesta situação. Não é preciso, porém, mudar a lei”, avalia a coordenadora do programa de ciências da WWF Brasil, Mariana Napolitano.

Antes de ser votado no plenário da Câmara, o projeto precisa por três comissões: de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

02 de agosto, “O Dia da Vergonha”. Deputados rejeitam denúncia contra Temer.

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira (2) a denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva. Com isso, a acusação contra Temer ficará parada no Supremo Tribunal Federal.

Dos 70 deputados Federais de São Paulo, 29 votaram favoráveis a Temer, 39 contrários, teve uma abstenção e uma ausência.

A oposição precisava de ao menos 342 votos para assegurar a continuidade da análise da denúncia criminal contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Mas, ao menos nesta primeira denúncia (mais duas podem estar a caminho), apenas 227 votos foram conseguidos pelos adversários do peemedebista. Já a base conseguiu mobilizar 263 deputados para votar a favor do presidente – bem menos do que o governo gostaria, uma vez que chegou a cogitar até superar a barreira dos 300 votos.

Agora, Temer só poderá ser investigado pelo STF em 1º de janeiro de 2019, quando deixa o governo e perde o foro privilegiado. Caso não volte a ser eleito, o que lhe daria direito a foro privilegiado, pode passar a ser investigado na Justiça de primeira instância.

Horas depois de conseguir impedir o andamento da denúncia contra Michel Temer, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que resultado revela a “força” do governo para emplacar a agenda de reformas no Congresso ainda neste ano; “A próxima batalha é a retomada da reforma da Previdência”, afirmou, mostrando que não desistiu de acabar com a aposentadoria dos brasileiros.

Como votou cada deputado de São Paulo
SIM = rejeição da denúncia contra Temer
NÃO = prosseguimento da denúncia

Alex Manente (PPS) – NÃO
Alexandre Leite (DEM) – ABSTENÇÃO
Ana Perugini (PT) – NÃO
Andres Sanchez (PT) – NÃO
Antonio Bulhões (PRB) – SIM
Antonio Carlos Mendes Thame (PV) – NÃO (votou antes)
Arlindo Chinaglia (PT) – NÃO
Arnaldo Faria de Sá (PTB) – NÃO
Baleia Rossi (PMDB) – SIM
Beto Mansur (PRB) – SIM
Bruna Furlan (PSDB) – SIM
Capitão Augusto (PR) – NÃO
Carlos Sampaio (PSDB) – NÃO
Carlos Zarattini (PT) – NÃO
Celso Russomanno (PRB) – SIM
Dr. Sinval Malheiros (PTN) – SIM
Eduardo Bolsonaro (PSC) – NÃO
Eduardo Cury (PSDB) – NÃO
Eli Corrêa Filho (DEM) – SIM
Evandro Gussi (PV) – SIM
Fausto Pinato (PP) – SIM
Flavinho (PSB) – NÃO
Gilberto Nascimento (PSC) – AUSENTE
Goulart (PSD) – SIM
Guilherme Mussi (PP) – SIM
Herculano Passos (PSD) – SIM
Ivan Valente (PSOL) – NÃO
Izaque Silva (PSDB) – NÃO
Jefferson Campos (PSD) – NÃO
João Paulo Papa (PSDB) – NÃO
Jorge Tadeu Mudalen (DEM) – SIM
José Mentor (PT) – NÃO
Keiko Ota (PSB) – NÃO
Lobbe Neto (PSDB) – NÃO
Luiz Lauro Filho (PSB) – NÃO
Luiza Erundina (PSOL) – NÃO
Major Olimpio (SD) – NÃO
Mara Gabrilli (PSDB) – NÃO (votou antes)
Marcelo Aguiar (DEM) – SIM
Marcelo Squassoni (PRB) – SIM
Marcio Alvino (PR) – SIM
Miguel Haddad (PSDB) – NÃO
Miguel Lombardi (PR) – SIM
Milton Monti (PR) – SIM
Missionário José Olimpio (DEM) – SIM
Nelson Marquezelli (PTB) – SIM
Nilto Tatto (PT) – NÃO
Orlando Silva (PCdoB) – NÃO
Paulo Freire (PR) – SIM
Paulo Maluf (PP) – SIM (votou antes)
Paulo Pereira da Silva (SD) – SIM
Paulo Teixeira (PT) – NÃO
Pollyana Gama (PPS) – NÃO
Pr. Marco Feliciano (PSC) – SIM
Renata Abreu (PTN) – NÃO
Ricardo Izar (PP) – SIM
Ricardo Tripoli (PSDB) – NÃO
Roberto Alves (PRB) – SIM
Roberto de Lucena (PV) – SIM
Roberto Freire (PPS) – NÃO
Sérgio Reis (PRB) – NÃO
Silvio Torres (PSDB) – NÃO
Tiririca (PR) – NÃO
Valmir Prascidelli (PT) – NÃO
Vanderlei Macris (PSDB) – NÃO
Vicente Candido (PT) – NÃO
Vicentinho (PT) – NÃO
Vinicius Carvalho (PRB) – SIM
Vitor Lippi (PSDB) – NÃO
Walter Ihoshi (PSD) – SIM

Ribeirão Pires pode ter corte de água a partir desta quarta-feira (02).

Na próxima quarta-feira, 2 de agosto, a Sabesp realizará uma manutenção no aqueduto de água bruta do Sistema Rio Claro, que leva água da represa até a Estação de Tratamento de Água (ETA). Os serviços de manutenção se estenderão até o dia 4 de agosto.

Durante esse período haverá redução na vazão da ETA Casa Grande. Para manter o abastecimento da região atendida pelo Sistema Rio Claro, a Sabesp irá transferir água de outros sistemas, principalmente o Alto Tietê, Cantareira e Rio Grande. O abastecimento não será interrompido, mas, durante os três dias da manutenção, pode haver reduções de vazão temporárias e intermitência no abastecimento nos seguintes locais: Jardim da Conquista, Jardim São Pedro, Sapopemba e São Mateus, na zona leste de São Paulo; e o centro e o bairro Ouro Fino, em Ribeirão Pires. O abastecimento começa a ser normalizado a partir das 23h de sexta-feira, 4 de agosto.

É importante que os moradores evitem desperdiçar o volume que está armazenado em suas caixas-d’água, item obrigatório nas moradias, de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Uma caixa-d’água adequada garante o abastecimento dos imóveis por 24 horas. Por isso a Sabesp recomenda que os moradores utilizem o volume armazenado racionalmente já a partir desta terça-feira, 01 de agosto.

Casos de emergência devem ser informados pela Central de Atendimento Telefônico, que atende 24 horas pelos números 195 ou 0800 011 9911. A ligação é gratuita.

Como sempre a população paga o pato! Será que não teve tempo hábil para um melhor planejamento! O comunicado só veio a público hoje, terça-feira, um dia antes do início dos serviços. Faltou respeito! Luís Carlos Nunes

Papa pede a jovens para combater a corrupção.

Em uma mensagem enviada aos jovens brasileiros que participam de um evento realizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em comemoração aos 300 anos da aparição da Virgem Maria no Rio Paraíba do Sul, o Papa Francisco pediu que eles “não tenham medo de combater a corrupção”. Declaração acontece na véspera da votação pela Câmara do processo de corrupção contra Michel Temer.

“Vocês são a esperança do Brasil e do mundo, não tenham medo de combater a corrupção”, disse o papa na mensagem. “Caros amigos, em meio às incertezas e inseguranças de cada dia, em meio à precariedade que as situações de injustiça criam ao redor de vocês, tenham uma certeza: Maria é um sinal de esperança que lhes animará com um grande impulso missionário”, completou. “Ela conhece os desafios em que vocês vivem. Com sua atenção e acompanhamento maternos, lhes fará perceber que não estão sozinhos”, ressaltou.

“Não tenham medo de se arriscar e de trabalhar para construir uma nova sociedade, permeando com a força do Evangelho os ambientes sociais, políticos, econômicos e universitários. Não tenham medo de combater a corrupção e não se deixem seduzir por ela”, destacou o pontífice.

“Sob o manto de Maria, vocês poderão redescobrir a criatividade e a força para serem protagonistas de uma cultura de aliança e, consequentemente, criar novos paradigmas que guiarão a vida do Brasil”, destacou.

Ribeirão Pires inicia entrega de kits ‘ChocoRun’ neste sábado (5).

No próximo dia 6 de agosto, a Estância Turística de Ribeirão Pires receberá atletas de toda a região para o primeiro Choco Run, evento de corrida e caminhada de 5 km e 10 km. Com largada da Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193, Jardim Itacolomy (Complexo Ayrton Senna), o circuito incluirá as principais avenidas da cidade.

As inscrições encerraram no último domingo (30) e os participantes podem retirar o kit da corrida no próximo sábado (dia 5), das 10h às 19h, na Secretaria de Esporte e Lazer (Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Entrada pela Rua dos Autonomistas) e no dia da Choco Run, a partir das 6h no mesmo local da corrida.

Estimulando o espírito de solidariedade que envolve o Festival do Chocolate, os participantes também precisam doar um quilo de alimento não perecível na hora da retirada do kit, que contém camiseta, número de inscrição, chip de cronometragem e brindes dos patrocinadores. As doações serão encaminhadas ao Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Pires para ajudar entidades cadastradas na cidade.

Desafio do Coelho

Os melhores classificados no Choco Run serão convidados a participar do “Desafio do Coelho”, prova que acontecerá no mesmo dia e local do Choco Run, com a distância de 1 quilômetro. A largada está prevista para 9h45 na categoria feminina e 10h na categoria masculina.

Os critérios de classificação para o Desafio do Coelho são: 10 primeiros colocados no geral (10km); 10 primeiros colocados entre moradores de Ribeirão Pires (10km); 5 primeiros colocados no geral (5km); 5 primeiros colocados entre moradores (5km); 3 primeiros colocados por categoria (10km) excluindo moradores e geral.

Serviços

Entrega dos Kits da Corrida “Choco Run”

Dias: dia 5 (sábado) 10h às 19h; dia 6 (domingo) 6h.

Local de largada: Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jardim Itacolomy – Entrada pela Rua dos Autonomistas).

Câmara admite erro e promete correção do valor de combustível no sistema.

Após publicação na manhã desta segunda-feira (31) de matéria intitulada “Câmara de Ribeirão compra litro de gasolina por R$ 4,75. Não faltou óleo de peroba” (ver aqui), o secretário Geral da Casa de Leis, senhor Régis Dias, se apressou e apresentou justificativa, reconhecendo a existência da fonte utilizada por este veículo, porém alegando “um erro de vínculo na planilha de controle”.

Apresentamos abaixo em seu inteiro teor.

“A todos os leitores,

venho aqui esclarecer que conforme dados no portal de transparência e pegando o valor que Ainda não foi pago , pois o cheque encontrasse na camara !!

Conforme fotos anexo!

Houve um erro de vínculo na planilha de controle onde deveria constar 92 litros constou 70 litros

Erro esse detectado e já estamos providenciando o acerto jamais vms pagar coisas superfaturadas aqui na camara pelo menos na gestão que assumi em 01/01/2017 , sou funcionário de carreira a 19 anos aqui, sou muito correto naquilo que faço

Documentos se encontram a disposição de qualquer munícipe para verificação !!!

Mas a informação acima passa a não ter veracidade uma vez que estamos esclarecendo e pedido desculpas pelo equívoco do lançamento no portal

Já chamei atencao dos responsáveis para que isso não ocorra novamente

Regis Dias !!

Secretario Geral da Camara

Em segundo momento, o secretário Geral argumentou:

“Não costumo fazer isso mais a partir de agora qualquer assunto envolvendo a camara no que diz respeito à gestão administrativa irei me manifestar e mostrar as veracidades dos fatos

E tbm pedir desculpas quando erramos

Cansei de pessoas generalizarem sempre por baixo as gestões

Tenho 19 anos de câmara

E minha 3x que sou convidado a ser Secretario da Camara

Pois valorizo o dinheiro público e não sou favorável a coisas erradas !!

E me coloco como funcionário público a disposição de qualquer munícipe e de qualquer órgão de imprensa

Sou profissional e comprometido com aquilo que faço

Abracos

Regis Dias

Secretario Geral

Pelo apresentado, nota-se o reconhecimento de um erro grave. O erro em questão poderia causar prejuízo aos cofres públicos caso fosse pago um valor maior, e que poderia passar desapercebido.

Por envolver dinheiro público, composto por pagamentos de impostos pagos pelos cidadãos, todo cuidado é pouco. O secretário Régis em sua nota, desculpou-se!

Como veículo de comunicação, estaremos sempre atentos a estas e outras questões, com total isenção que nos é peculiar.

Não nos furtaremos em divulgar fatos sempre apurados e embasados documentalmente. Sentimo-nos gratificados pelo reparo feito e também que nossa reportagem gerou 22 litros dá preciosa gasolina no tanque do veículo utilizado para o abastecimento. Luís Carlos Nunes

Câmara de Ribeirão compra litro de gasolina por R$ 4,75. Não faltou óleo de peroba.

Dados do Portal da Transparência da Câmara Municipal de Ribeirão Pires aponta que no dia 24 de julho de 2017, a Casa Legislativa da cidade adquiriu junto ao AUTO POSTO MG LTDA, cada litro de gasolina R$ 4,75. No total foram 70. Os valores muito acima dos praticados no mesmo estabelecimento.

O mesmo Posto, localizado na avenida Brasil, 485, expõe como preço cobrado em placa visível os valores de R$ 3,699 para gasolina comum e R$ 3,899 para o mesmo combustível aditivado.

Conforme o registro fotográfico feito na manhã desta segunda-feira, 31 de julho. Ver a publicação aqui.

Outra compra realizada pela Casa de Leis de Ribeirão Pires, data de 25 de julho de 2017, segundo o Portal da Transparência, foi adquirido junto a empresa “Comércio Varejista de Embalagens Fast Bags Eireli – ME”, situada na vizinha Mauá, 05 cestos de lixo com tampa e rodinhas, 04 cestos de lixo para reciclagem, 02 Óleo de Peroba, 04 placas sinalizadoras piso molhado, 02 suportes de copos e 01 saboneteira para uso da edibilidade. Ver aqui

Titãs é atração principal no Festival do Chocolate neste domingo.

“Não posso mais viver assim ao seu ladinho. Por isso colo meu ouvido no radinho de pilha”.

A banda Titãs é a atração principal neste domingo, a partir das 21 horas na 11ª edição do Festival de Chocolate, em Ribeirão Pires. Com mais de 30 anos de carreira, a competente banda também já utilizou diversos outros gêneros musicais, como new wave, punk rock, grunge, MPB e música eletrônica. Dentre seus vários sucessos estão as canções “Sonífera Ilha” e “Epitáfio”.

E por falar em Chocolate…

Logo na entrada da Praça de Alimentação, está a barraca de licores Barrese que oferece degustação de diversas bebidas. Fazem parte das diversas opções, a tradicional cachaça de Cambuci, licores e o mais novo lançamento: Licor de Chocolate, uma delícia!

Festival do Chocolate: Ultraje a Rigor aquece noite fria.

Nem os 17 graus feitos na noite deste sábado, impediu que o público ocupasse aproximadamente 70% do espaço reservado para a apresentação da renomada banda Ultraje a Rigor que apresentou os seus principais sucessos, como: Ciúmes, Marylou, dentre outros.

Mas nem só de festa e bandas vive o Festival do Chocolate que em 2017 apresenta a sua 11ª edição.Misturados ao público, sentados em mesas na praça de alimentação e circulando, autoridades políticas não deixaram de debater e falar de política.

O novato vereador Anselmo Martins, acompanhado pela esposa, se fez presente. “O Festival do Chocolate já faz parte da tradição e cultura de Ribeirão Pires, fico muito feliz em ver os locais se confraternizando com visitantes”, disse.

Sobre o seu posicionamento na Câmara de Vereadores ele disse: “Teremos sim, uma postura de independência, não vamos agir por impulso. O que queremos é Ribeirão desenvolvendo e atendendo bem a população, seja na saúde, educação e infraestrutura”.

O prefeito Kiko sempre ladeado por seu vice, Gabriel Roncon, era todo sorriso. Muito requisitado, pousou para fotos, abraçou munícipes e amigos.

Gabriel Roncon, vice-prefeito e o secretário de Infraestrutura Diogo Manera

Já o secretário Diogo Maneira expunha no semblante, um olhar cansado. A sua pasta foi umas das responsáveis por organizar o espaço para a realização do evento.

Outro vereador independente, que ancorou os pés no evento, foi Amaury Dias. Questionado sobre a atuação da Câmara, o Edil disse: “Desde o início do meu mandato, venho afirmando que é possível fazer diferente. Me animo quando vejo novos ecos e pessoas se posicionando por mudanças, isso é gratificante”.

Um fato curioso, aconteceu na sala reservada para a Imprensa. Refrigerantes, sucos e guloseimas foram dispostas para os profissionais. O que custou, foi aparecer alguém com coragem para abrir e desfrutar do famoso refrigerante de cola. Custou! Só não vimos quem!

Temer autoriza novo aumento de energia a partir de agosto.

As contas de luz terão bandeira vermelha no mês de agosto. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, 28, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com a bandeira vermelha, a tarifa de energia terá cobrança adicional no mês que vem, de R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com a Aneel, houve necessidade de aumento dos gastos de geração de energia previstos para agosto. No mês de julho, vigorou a bandeira amarela, que adiciona R$ 2,00 a cada 100 kWh de consumidos. Em junho, foi acionada a bandeira verde, que não traz custo adicional ao consumidor.

Nos meses maio e abril, vigorou a bandeira vermelha em seu primeiro patamar. Em março, foi acionada a bandeira amarela. Em janeiro e fevereiro deste ano, vigorou a bandeira verde.

Rio Grande da Serra: Maranhão vai a julgamento na próxima terça-feira (01/08).

O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB), será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral por prática de conduta vedada aos agentes públicos em período eleitoral.

Na acusação apresentada pelo Ministério Público Estadual (MP), Maranhão, sua atual vice, Marilza disponibilizaram trator, funcionários da Prefeitura e materiais utilizados para pavimentação de ruas, para realização de obra de calçamento em propriedade privada.

O MP pede a condenação dos acusados com a devida cassação do registro das candidaturas, perda dos mandatos e inelegibilidade por oito anos.

O relator do processo é o desembargador Nuevo Campos e o julgamento está marcado para o dia 1º de agosto com início previsto para as 15 horas. O processo está sob o número 284-38.2016.6.26.0382

Festival do Chocolate movimenta final de semana em Ribeirão Pires.

Nesta sexta-feira, dia 28, o Complexo Ayrton Senna abre as portas ao público do 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires. A partir das 18h, terá início a grade de atrações culturais da festa, com opções gastronômicas e de artesanato variadas. O principal show musical desta edição será da banda Inimigos da HP. No sábado, dia 29, Ultraje a Rigor sobe ao palco. No domingo, será a vez da atração infantil Palhaço Conforto, às 11h, e de Titãs, às 21h.

O segundo final de semana do evento também reserva dezenas de apresentações aos visitantes, com destaques para Rionegro & Solimões (4/8); Ira! (5/8), Bob Zoom e a dupla sertaneja Guilherme e Santiago (6/8).

Artistas locais também farão parte da programação. Serão mais de 20 atrações musicais, como as bandas Siderais e Gullivera, as cantoras Luana Giampietro e Paloma Bastos, o artista plástico Paulo Acencio, entre outros. A programação completa está disponível nas páginas de Facebook do Festival do Chocolate e da Prefeitura de Ribeirão Pires.

O Festival do Chocolate chega a sua 11ª edição com o slogan “Um Novo Festival para um Novo Tempo”. O evento faz parte da estratégia adotada pelo atual Governo, que tem entre os objetivos a recuperação da autoestima da população e a reconstrução da imagem positiva da cidade na região do Grande ABC e em todo o Estado de São Paulo

Abertura – O 11º Festival do Chocolate começou em grande estilo. A retomada do tradicional evento aconteceu no palco da Vila do Doce, no último dia 22, com a apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob regência do maestro João Carlos Martins. Cerca de 8 mil pessoas prestigiaram a abertura da festa.

Esquema especial de trânsito para o Festival do Chocolate

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires informa que, em razão da realização do 11º do Festival do Chocolate, o tráfego de veículos na Avenida Prefeito Valdirio Prisco estará interditado na altura do Complexo Ayrton Senna, e parcialmente interditado nas proximidades. As interdições serão realizadas nos dias 28, 29 e 30 de julho e nos dias 4, 5 e 6 de agosto, algumas horas antes do início da festa, até o final do evento.

A ciclofaixa da Avenida Prefeito Valdírio Prisco estará parcialmente interditada neste domingo, dia 30. Não haverá ciclofaixa no próximo domingo, dia 6, por conta da 1º Choco Run – corrida e caminhada, que faz parte da agenda esportiva do 11º Festival do Chocolate.

Ingressos para o 11º Festival do Chocolate

Ainda dá tempo de adquirir os ingressos para aproveitar o primeiro final de semana do 11º Festival do Chocolate. A organização do evento também já disponibiliza ingressos para o segundo fim de semana da festa (4, 5 e 6 de agosto).

Pessoas com idade a partir de 6 anos devem apresentar o ingresso na entrada do Festival para ter acesso às atrações culturais e gastronômicas oferecidas no local.

Para a troca antecipada, é preciso levar o quilo do alimento não perecível e retirar o ingresso nos locais determinados pela organização: Paço Municipal; SEL – Secretaria de Esporte e Lazer; Fundo Social de Solidariedade; Secretaria de Desenvolvimento Regional de Ouro Fino; Centros Técnicos de Treinamento da Quarta Divisão e do Jardim Caçula.

Todos os locais atendem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Será permitida a retirada de até 5 (cinco) ingressos por pessoa, lembrando que 1kg de alimento não perecível equivale a 1 (um) ingresso, que deve ser apresentado logo na entrada do evento e que dá acesso a todas as atrações como shows dos artistas locais, área gastronômica, exposições e artistas principais.

Para os visitantes que não moram na Estância, a organização fez uma parceria com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC. No local também é possível efetuar a troca de ingresso antecipadamente. Basta levar o alimento na sede do Consórcio – Av. Ramiro Colleoni, 5 – Centro de Santo André (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h).

Quem não conseguir antecipar os ingressos terá a possibilidade de efetuar a troca no Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli (Rua Miguel Prisco, 288 – Centro – ao lado do Paço Municipal), no mesmo horário de abertura do evento até meia hora após o início da atração principal da noite.

Confira abaixo os endereços dos pontos de troca antecipada de ingresso:

– Paço Municipal – Endereço: Rua Miguel Prisco, 288 – Centro – Telefone 4828-9800;

– Desenvolvimento Regional de Ouro Fino – Endereço: Rodovia Índio Tibiriçá, 2810 – Centro – Ouro Fino Paulista – Telefone 4822-2062;

– SEL – Secretária de Esporte e Lazer – Endereço: Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jardim Itacolomy. Telefone: 4823-7444;

– Centro Técnico de Treinamento Quarta Divisão – Endereço: Avenida Miro Atílio Peduzzi, s/nº – Quarta Divisão – Telefone: 4823-0473;

– Centro Técnico de Treinamento Jardim Caçula – Endereço: Rua Clemente Peralta, 321 – Jardim Caçula;

– Fundo Social de Solidariedade – Endereço: Avenida Francisco Monteiro, 2.940, Santa Luzia. Telefone 4824-8236.

– Consórcio Intermunicipal Grande ABC – Endereço: Avenida Ramiro Colleoni, 5 – Centro, Santo André – SP. Telefone: 4435-3555.

Programação completa:

*** Exposição “Pontos Históricos de Ribeirão Pires por Paulo Acencio” – Todos os dias – Sala de Exposições Esther Mazzini – Teatro Euclides Menato.

28 de julho – Sexta-feira

18h – Banda Pallas – Pop Rock

19h15 – Siderais – Pop Rock

21h – Inimigos da HP – Pagode

29 de julho – Sábado

14h – Luana Giampietro – Pop Rock/ Soul

15h30 – Banda Muafo – MPB

17 – Luiz Grande – MPB

19h – Lo Ramma – Pop Rock

21h – Ultraje a Rigor – Rock

30 de julho – Domingo

11h – O Palhaço Conforto – Infantil

13h – Apresentação Educação Municipal – Infantil

14h – Paloma Bastos – MPB

15h30 – Mandagoró – Forró

17h – Burnz – Rock

19h – Jack Fast – Pop Rock/Soul   

21h – Titãs – Rock

4 de agosto – Sexta-feira

18h – Gullivera – Pop Rock

19h15 – Camila Nogueira – Sertanejo

21h – Rio Negro & Solimões – Sertanejo

5 de agosto – Sábado

14h – Tony Nunes – Pop Rock

15h30 – Coyotes – Pop Rock

17h – Remake – Rock

19h – Retrosfera – Rock

21h – IRA! – Rock

6 de agosto – Domingo

7h30 – Chocorun – Corrida e Caminhada

11h – Bob Zoom – O Musical – Infantil

13h – Apresentação Educação Municipal – Infantil

14h – Dois é Bom – MPB

15h30 – Vibração Sol – Reggae

17h – Emanuel Henrique – Sertanejo

19h – Allan e Maicon – Sertanejo

21h – Guilherme e Santigo – Sertanejo

Serviço – 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires:

Dias 28, 29 e 30 de julho/ 4, 5 e 6 de agosto – sextas, sábados e domingos.

Horários do evento: sexta-feira – a partir das 17h; sábado – a partir das 13h; domingo – a partir das 10h.

Local: Complexo Ayrton Senna – Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Centro.

Ribeirão Pires arrecada agasalhos para crianças e adultos até 31 de julho.

A arrecadação de peças de roupas de frio para crianças e adultos seguem em Ribeirão Pires até o final deste mês. Promovidas pelo Fundo Social de Solidariedade do município, as campanhas do Agasalho e do Agasalhinho, que começaram em 25 de maio, serão encerradas na próxima segunda-feira, 31 de julho. “Graças a colaboração dos moradores e outros parceiros, já conseguimos arrecadar 37 mil peças, das quais mais de 14 mil peças para bebês e crianças”, disse a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Flávia Dotto.

Roupinhas, cobertores, fraldas e outros itens usados por bebês podem ser doados na Campanha do Agasalhinho. Realizada em parceria com a Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, a campanha beneficia famílias das crianças que estejam em situação de vulnerabilidade social, nascidos ou não no Hospital e Maternidade São Lucas. São mais de 20 pontos de coleta distribuídos em prédios públicos, unidades de saúde e comércios da cidade (lista completa abaixo).

A Campanha do Agasalho, que promove arrecadação de peças de roupa em geral para jovens e adultos é intensificada no período de frio. Entretanto, as doações de roupas novas ou usadas, desde que estejam em boas condições, e cobertores, podem ser feitas durante todo o ano. O Fundo Social de Solidariedade realiza a triagem das peças e as encaminha para as entidades cadastradas na Prefeitura.

Confira os postos de doação para a Campanha do Agasalhinho:

Faculdades Integradas de Ribeirão Pires – FIRP

Av. Cel. Oliveira Lima, 3345 – Aliança

Cartório de Registro de Imóveis

Rua Esperança Arnoni, 52 – Centro

Drogaria Estação

Av. Cap. José Galo, 202 – Centro

Segunda Companhia da Polícia Militar

Av. Francisco Monteiro, 254 – Centro

Hospital Ribeirão Pires

Rua Dr. Nicolau Assef, 52 – Centro Alto

Extra Hipermercados

Rua Dr. Felício Laurito, 38 – Centro

Rua João Domingues de Oliveira, 194 – Centro

ETEC Ribeirão Pires

Rua Bélgica, 88 – Jardim Alvorada

Assai Atacadista

Av. Francisco Monteiro, 1941 – Santana

Coop

Av. Santo André, 735 – Centro Alto

Av. Humberto de Campos, 3499 – Bocaina

Terminal Rodoviário de Ribeirão Pires

Av. Cap. José Galo, 85 – Centro

Paço Municipal

Rua Miguel Prisco, 288 – Centro

UBS Central

Rua Dr. Virgilio Gola, 24 – Centro

UBS Ouro Fino

Rodovia Índio Tibiriçá s/n ao lado 2753 – Centro

USF Jardim Luso

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF Jardim Valentina

Rua Francisco Tometich, 274 – Jd Valentina

UBS Guanabara

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

UBS Centro Alto

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

Hospital e Maternidade São Lucas

Rua Renato Andreoli, 138 – Jardim Itacolomy

Ribeirão Pires Futebol Clube

Av. Pref. Valdírio Prisco, 330 – Centro

Habib’s

Av. Capitão José Galo, 44 – Centro

Colégio ENAU

Rua Jorge Tibiriçá, 137 – Núcleo Colonial

Temer corta verbas e Universidades Federais demitem terceirizados, cortam bolsas e paralisam obras.

Representantes de universidades e de trabalhadores do ensino superior afirmam que o impacto do corte de gastos imposto pelo Ministério da Educação (MEC) já muda a rotina de campi pelo pais, e que muitas instituições só têm dinheiro para custeio até setembro. Cortes em diferentes setores, demissões de terceirizados e busca por parcerias viraram estratégia para fugir das dívidas.

O “custeio” das universidades representa os gastos como contas de luz, água, manutenção e pagamento de funcionários terceirizados. Por lei, não são despesas obrigatórias para o governo e, por isso, estão sujeitas a cortes, caso haja contingenciamento. Também pode sofrer cortes a verba de despesas de “capital”, ou “expansão e reestruturação”, ou seja, as obras realizadas nos prédios das instituições.

Neste ano, o contingenciamento foi anunciado pelo governo federal em março, e atingiu R$ 3,6 bilhões de despesas diretas do Ministério da Educação (além de R$ 700 milhões em emendas parlamentares para a área de educação).

Em nota enviada ao G1, o MEC deu detalhes sobre como esse contingenciamento afetou as universidades e institutos federais considerando os gastos de funcionamento das instituições e de obras. Levando em conta o total previsto no orçamento de 2017 para essas duas despesas, o corte foi de 15% do orçamento para o custeio e de 40% da verba para as obras. A pasta explicou ainda que esse corte não é definitivo.
A situação fez com que as universidades e institutos apertassem ainda mais os gastos, já que o orçamento para essas duas despesas em 2017 já era entre 8,1% e 31,1% menor do que o de 2016.

As informações são de reportagem de Alessandra Modzeleski, Luiza Tenente e Vanessa Fajardo no G1.

Apenas 5% aprovam o governo Temer, aponta pesquisa CNI/Ibope.

De acordo com dados divulgados pela pesquisa Ibope nesta quinta-feira (27), sete em cada dez brasileiros avaliam a gestão do presidente Michel Temer (PMDB) como ruim ou péssima. O peemedebista tem apenas 5% de aprovação, o menor índice desde 1986. Desde o último levantamento do Ibope, a aprovação de Temer caiu pela metade, indo de 10% a 5%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Popularidade, aprovação e confiança em Temer despencam, aponta Ibope

É a terceira pesquisa que mostra as piores avaliações desde a redemocratização. Na pesquisa Datafolha, divulgada em junho, Temer teve a pior avaliação dos últimos 28 anos, com 7% de aprovação. Na pesquisa Pulso Brasil, divulgada no início desta semana, 85% avaliaram o governo negativamente e 94% manifestaram rejeição à figura de Temer.

Desde que o Ibope começou a série histórica de pesquisas, em 1986, José Sarney, até então, tinha a pior aprovação, com 7%, em 1989. Considerada a margem de erro, os peemedebistas estariam empatados. A avaliação de Temer, entretanto, é a pior registrada pelo Ibope nos últimos 30 anos.

No último levantamento encomendado pela CNI, divulgado em março, a aprovação de Temer era de 10%, caindo pela metade em quatro meses. A avaliação de ruim e péssimo foi de 55% aos atuais 70%.

Questionados se aprovavam ou desaprovavam a maneira de Temer governar, 83% responderam que desaprovam, enquanto 11% afirmaram aprovar. O aumento da desaprovação em comparação ao levantamento anterior é de 10 pontos percentuais, quando 73% desaprovavam. A desconfiança em Temer tem percentual parecido. Entre os entrevistados, 87% afirmaram que não confiam no presidente, enquanto 10% disseram confiar.

A pesquisa é a segunda encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em 2017. Foram entrevistados 2000 eleitores entre os dias 13 e 16 de julho. Entre os que responderam a pesquisa, 21% avalia o governo como “regular”.

Comparação com Dilma

Dado relevante da pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira, que mostra que apenas 5% dos brasileiros apoiam Michel Temer, também revela que apenas 11% dos brasileiros consideram o governo Temer melhor do que o da presidente deposta Dilma Rousseff.

Para 52%, Dilma fazia um governo melhor e para 35% as duas administrações se equivalem.

A troca de governo foi um desastre para a própria indústria, que não para de acumular resultados negativos.

Acesse aqui a pesquisa completa.

Ribeirão Pires: Sem perspectivas, professores pedem exoneração do cargo.

Dos 37 pedidos de desligamento, mais de 62% são Professores de Desenvolvimento Infantil (PDI). Nesses 7 meses de 2017, a média é de mais que 5 pedidos de exoneração por mês e pelo menos uma solicitação por semana.

Com salários baixos, duras condições de trabalho e falta de perspectivas na carreira, a rede pública municipal de Ribeirão Pires parece vivenciar uma debandada de professores. De acordo com informações do Paço, de 1º de janeiro de 2017 ao mês de julho do mesmo ano, 37 professores pediram exoneração de seus cargos. Desse total, mais de 62% são Professores de Desenvolvimento Infantil (PDI). Nesses 7 meses de 2017, são mais de 5 pedidos de exoneração por mês e pelo menos uma solicitação por semana.

As justificativas são unanimes! Salários baixíssimos, salas lotadas, jornada ruim, más condições de trabalho, o que deixa a profissão de professor nada atraente. Vizinhas a Ribeirão Pires, cidades como São Bernardo do Campo, Suzano, São Caetano do Sul, Mauá e Santo André, tem sido destinos comuns desses professores que migram atraídos pela perspectiva de melhores condições de trabalho e remuneração. Muitos deles, estão desistindo da atividade por pura desmotivação e incentivo.

Em Ribeirão Pires, segundo a Tabela Salarial de 2016, consta que o Professor Parcial (PA) – sem ensino superior – com carga horária semanal de 24 horas recebe mensalmente R$ 1.325,72. Professor A com ensino superior e carga horária semanal de 24 horas, segundo a tabela recebe R$ 1.536,99. Por 32 horas semanais, o PA sem ensino superior recebe R$ 1.767,63 e com ensino superior e 32 horas semanais R$ 2.049,32.

Os Professores de Desenvolvimento Infantil (PDI), com carga horária de 40 horas semanais tem rendimentos mensais brutos de 2.135,64.

O Sineduc, entidade sindical que representa a categoria, atualmente cobra da administração municipal o pagamento do Piso Nacional Docente que desde o dia 1º de janeiro de 2017 foi reajustado para R$ 2.298,80. Reivindicam também revisão no Plano de Cargos e Salários e melhorias nas condições de trabalho.

As notícias curiosas e suas coincidência.

Ribeirão Pires promove Campanha de Vacinação Antirrábica de cães e gatos.

De 7 a 26 de agosto, Secretaria de Saúde e Higiene imunizará animais em mais de 60 pontos espalhados pela cidade

A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires promoverá de 7 a 26 de agosto a Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos. As equipes da Vigilância à Saúde aplicarão as doses da vacina em mais de 60 pontos que irão circular pela cidade em datas e horários pré-estabelecidos, inclusive aos sábados e domingos (cronograma abaixo). A imunização também será feita durante todo o período, de segunda a sexta, das 8h às 17h, no Centro de Controle de Zoonoses (Rua Catharina Rios Giachelo, 185 – Centro).

A raiva é uma zoonose viral, que se caracteriza como uma encefalite progressiva aguda e letal. Todos os mamíferos são suscetíveis ao vírus da raiva e, portanto, podem transmiti-la. A doença apresenta dois principais ciclos de transmissão: urbano e silvestre, sendo o urbano passível de eliminação, por se dispor de medidas eficientes de prevenção, tanto em relação ao ser humano, quanto à fonte de infecção (Ministério da Saúde).

Em Ribeirão Pires, de acordo com estimativa do Governo do Estado, há cerca de 20 mil cães e cerca de 6 mil gatos.

Confira abaixo cronograma da vacinação:

07 de agosto – Segunda-feira

9h às 12h e 14h às 16h – Praça José Bonifácio – Rua Hishiro Hidaka S/N – Pq. Aliança

9h às 12h – Quadra de areia Jd. Serrana – Esquina da Av. Cel. Oliveira Lima C/ Rua Olímpio de Lima – Jd. Serrano

14h às 16h – Em. Manoel Batista Da Silva – Rua Adélia Renzeti – Jd. Esperança

08 de agosto – Terça-feira

9h às 12h – Casas Próprias – Rua Agnaldo Bandone Filho – Jd. Valentina

9h às 12h – EE. Marli Raia Reis – Av. Santa Clara nº 140 – Jd. Santa Rosa

14h às 16h – Em. Mabel Cunha – Av. Indianápolis C/ Rua João Carpinelli – Jd. Valentina

14h às 16h – Em. Maria Siqueira de Paula – Av. Santa Clara nº 1885 – Pilar Velho

09 de agosto – Quarta-feira

9h às 12h – Casa de Ração do Carlinhos – Rua Dos Eucaliptos nº 514 – Jd dos Eucaliptos – Ouro Fino

9h às 12h – Bar do Mauro – Av. Florida. Jd. Santista – Ouro Fino

12h às 16h – EE. Prof. Leico Akaish – Rua Paulo Cândido nº 200 – B. Santana

12h às 16h – Bar do Mauro ll – Rua Itatiaia – Jd. Bandeirantes – Ouro Fino

10 de agosto – Quinta-feira 

9h às 12h – Sítio do Francês – Rua Lorena/Portaria – Sítio do Francês

09h às 12h – Jd. Caçula – Próximo ao Campinho – Rua Casemiro de Abreu nº 150 – Jd. Caçula

14h às 16h – Balneário Palmira – Rua Osvaldo Bartolo Caio/Praça da Capelinha – Balneário Palmira

14h às 16h – Jd. Caçula – Esquina da Rua Graça Aranha c/ Rua Guimarães Rosa – Jd. Caçula

11 de agosto – Sexta-feira 

9h às 12h – EE. Afonso Arinos – Final da Rua Pedro Ripoli S/N – Barro Branco

9h às 12h – EE. João Roncon – Rua Guilhermino Roncon nº 26 – Jd. Luzo

14h às 16h – Barro Branco – Em frente a Adecon – Rua Pedro Ripoli nº 900 – Barro Branco

14h às 16h – EE. Nayme Cardim – Rua Manoel Simões n° 264 – Vila Nova/ Jd. Francisco

12 de agosto – Sábado

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Casemiro da Rocha – Rua Camilo Ledo Vasques – Ao lado da UBS Ouro Fino

9h às 12h e 14h às 16h – EE. João Gaudêncio Mainine – Av. Ver. Aroldo A. Neves C/ Rua Antônio Peixoto Augusto – Ouro Fino

13 de agosto – Domingo 

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Farid Eid – Rua Fagundes Varela nº 25 – Jd. Caçula

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Di Cavalcante – Estrada do Caçula nº 100 – Jd Caçula

14 de agosto – Segunda-feira 

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Francisco Arnoni/Praça da Capela – Rua Brigadeiro José Vicente de Faria Lima – Vila Sueli

9h às 12h – Próximo da Padaria Monte Verde/Amaral – Rua Dos Aliados – Planalto Bela Vista

14h às 16h – Bar do Basílio – Rua Goiânia n° 160 – Jd. Santa Inês

15 de agosto – Terça-feira 

9h às 12h e 14h às 16h – Em.de Música Alfredo Della Ricca – Praça Ramos de Azevedo – Vila Aurora

09h às 12h – Campo da Vila Suissa – Rua Caetano Luppi nº 270 – Vila Suissa

14h às 16h – Praça da Matriz – Rua Dr. Jorge Tibiriçá – Centro Alto

16 de agosto – Quarta-feira 

9h às 12h – Praça do Jd. Petrópolis – Rua José Rabelo da Cunha – Jd. Petrópolis

9h às 12h – Bar do Oto – Estrada do Taquaral S/N – Ouro Fino

14h às 16h – Castelo do Robson Miguel – Rua do Castelo – Quarta Divisão

14h às 16h – Bar do Valdir – Estrada do Pouso Alegre S/N – Ouro Fino

17 de agosto – Quinta-feira 

9h às 12h – Pracinha – Vila Conceição – Rua Raposo Tavares C/ Rua Otávio David – Vila Conceição

9h às 12h – Bar dos Amigos – Rua Pedro José do Nascimento – Vila Rica – Quarta Divisão

14h às 16h – Praça Adolfo Almeida/Padaria Vila Conceição – Rua dos Imigrantes C/ Rua Bastos – Vila Conceição

14h às 16h – Bar da Turca – Rua Manoel Augusto de Barros – Vila Bonita – Quarta Divisão

18 de agosto – Sexta-feira

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Álvaro de Souza – Rua Aladim C/ Av. Princesa Isabel nº 484 – Vila Gomes

9h às 12h – Bar do Brito – Rua das Aleluias nº 126 – Jd. Serrano

14h às 16h – Campo próximo ao Lar Frederico Ozanan – Rua Salvador Mano S/N – Vila Belmiro

19 de agosto – Sábado 

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Judith Ferreira Piva – Esquina da Av. Miro Atílio Peduzzi C/ Rua Santarém – Quarta Divisão

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Marisa Afonso Salero – Rua Gralia nº 90 – Quarta Divisão

20 de agosto – Domingo 

9h às 12h e 14h às 16h – Praça Alan Moreira da Silva – Rua Salvador Ripoli C/ Rua Copacabana – Vale do Sol – Santa Luzia

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Prof. Maria Pastana Menato – Rua Prof Antonio Nunes nº 249 – Santa Luzia

21 de agosto – Segunda-feira 

9h às 12h – Praça – Jd. São Francisco – Rua Antonieta Colalilo Cordeiro C/ Rua São João – Jd. Francisco

9h às 12h – EE. Vila Marquesa de Santos – Rua Elias Eid nº 600 – Vila Marquesa

14h às 16h – Em. Fiorindo Roncon – Rua Eugênio Roncon nº 2253 – Jd. Ribeirão Pires

14h às 16h – Próximo da Padaria – Rua Alfredo Mendes C/ Rua Major Cardim – Estância Noblesse

22 de agosto – Terça-feira 

9h às 12h – EE. Dom José Gaspar – Rua Isidoro Fontes S/N – Vila Aurora

9h às 12h – Etec Ribeirão Pires – Rua Bélgica nº 88 – Jd Alvorada

14h às 16h – Em. Neusa Luiz Sanches – Rua Papa João XXIII – Vila Suissa

14h às 16h – Daniel da Geladeira – Rua Luis Betega S/N – Vila Aparecida

23 de agosto – Quarta-feira 

9h às 12h – Bar do Santos – Rua Pedro Barbosa de Lima nº 03 – Jd Vista Linda

9h às 12h – Campo da Rua Augusta – Rua Augusta em frente ao nº 142 – Vila Suissa

14h às 16h – Bar da Leda – Rua Primo Bertoldo – Jd. Vista Linda

24 de agosto – Quinta-feira 

9h às 12h e 14h às 16h – EE. Francisco Prisco – Rua Diadema nº 135 – Pq. Das Fontes

9h às 12h – Antiga Padaria do Bosque – Rua Nazareno Romaldini nº 270 – Bosque Santana

14h às 16h – Portal do Iramaia – Rua Dalva de Oliveira – Jd. Iramaia

25 de agosto – Sexta-feira 

9h às 12h – Praça da Antiga Associação – Rua Jerônimo Veiga Garcia S/N – Rancho Alegre – Ouro Fino

9h às 12h – Jd. Aprazivel – Rua Javaré – Jd. Aprazivel – Ouro Fino

14h ás 16h – Bar do Japonês – Estrada da Varginha – Ouro Fino

14h às 16h – Cruzeiro – Estrada do Caracu C/ Estrada do Simeão – Ouro Fino

26 de agosto – Sábado 

9h às 14h – Palco Vila do Doce – Vila do Doce – Centro

Câmara de Ribeirão Pires realiza sessão extraordinária nesta sexta-feira (28).

Mesmo antes do fim do recesso parlamentar, os edis de Ribeirão Pires devem retornar ao parlamento municipal por convocação do executivo para votarem projetos.

Entre os itens da pauta, está a renegociação de dívidas da prefeitura junto ao Instituto Municipal de Previdência de Ribeirão Pires – IMPRERP, que somadas, chegam as cifras de R$ 12.064.409,54 (doze milhões, sessenta e quatro mil reais e cinquenta e quatro centavos).

Segundo a mensagem ao projeto de Lei nº 044/2017, o executivo justifica que: “atualmente, o município possui seis acordos de parcelamento em andamento… O montante será atualizado até a data da efetiva assinatura do Termo e pago em 200 prestações mensais, iguais e sucessivas…”

A sessão extraordinária, está prevista para acontecer na sede do legislativo municipal às 10 horas da manhã nesta sexta-feira.

Tudo isso poderia ter sido evitado, se o executivo que é o responsável pelo desconto na folha de pagamento do servidor e pelo repasse ao Instituto, cumprisse com a sua obrigação. Além de fôlego financeiro, o executivo tem como objetivo, obter Certidão Negativa o que o habilita a receber verbas e recursos dos governos estadual e Federal. Caso aprovado, a atual gestão terá pouco mais que 16 anos e 6 meses para honrar a sua confessa dívida. Ou seja, quatro futuras gestões herdaram o abacaxi cascudo e terão – possivelmente – prejudicadas suas gestões! Luís Carlos Nunes

João Carlos Martins reúne 8 mil pessoas em abertura do 11º Festival do Chocolate.

O 11º Festival do Chocolate começou em grande estilo. A retomada do tradicional evento da Estância Turística de Ribeirão Pires aconteceu no palco da Vila do Doce, com apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob regência do maestro João Carlos Martins. Cerca de 8 mil pessoas prestigiaram a abertura da festa.

Reunidos ao redor do palco, visitantes e moradores puderam acompanhar o repertório da orquestra que incluiu composições clássicas de Beethoven, Bach e Mozart, além da participação especial do violonista ribeirãopirense Robson Miguel e do ator mirim Davi Campolongo. O maestro João Carlos Martins também emocionou o público ao assumir o piano e relembrar a trajetória como concertista.

Maestro João Carlos Martins durante coletiva de imprensa

“Fico muito feliz de estar novamente nesta cidade, desta vez para presenciar a cultura e a música recebendo a devida atenção por parte dos governantes municipais”, declarou o maestro João Carlos Martins que já esteve na cidade em 2014 para auxiliar moradores na retomada da Escola de Música Municipal Maestro Alfredo Della Ricca.

Segundo o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, receber a ilustre presença do Maestro João Carlos Martins para abertura do 11º Festival do Chocolate marca um novo começo para o evento. “Hoje é um dia especial. Temos uma atração inédita na cidade, que já se apresentou mais de mil vezes fora do Brasil”, afirmou. “E, para os próximos fins de semana, podemos esperar um Festival lindo, além de ser uma festa com grande valor social graças a arrecadação de alimentos que será encaminhada ao Fundo Social de Solidariedade da cidade”, concluiu Kiko.

Retomada do Festival do Chocolate é elogiado

No destaque: Robson Miguel observado pelo ator mirim Davi Campolongo e por João Carlos Martins

O público presente na abertura comemorou a retomada do Festival do Chocolate e da promoção de arte e cultura na cidade. “Senti muita falta dos shows. Quando vi, pelo Facebook, fiz questão de acompanhar a abertura e pretendo vir em outros artistas também”, afirmou Ana Carolina Marcondes, de 22 anos, moradora de Ribeirão Pires desde 2009.

A programação do 11º Festival do Chocolate, que acontece em dois finais de semanas – 28, 29 e 30 de julho e 4, 5 e 6 de agosto – no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jd. Itacolomy), contará com shows das bandas Inimigos da HP; Ultrage a Rigor; palhaço Conforto; Titãs; Rio Negro e Solimões; Ira!; Bob Zoom; e Guilherme e Santiago; além de apresentações de artistas da cidade.

As irmãs Berenice Vaz, 51, e Amarilda Célia Vaz, 54, sentiram falta do evento. “Nós viemos em todas as edições, praticamente todos os dias. Somos moradoras daqui desde que nascemos e o Festival foi um grande marco na história da cidade. Precisava ser retomado”, contou Berenice.

O Festival do Chocolate teve início em 2005, ganhou corpo e atraiu olhares de pessoas de diferentes regiões de São Paulo. O evento foi idealizado pela Prefeitura para divulgar o potencial turístico, trazer novos visitantes e valorizar a cidade entre os próprios moradores, criou nova identidade ao município, que passou a ser reconhecido também por sua hospitalidade e pela riqueza gastronômica. Hoje, é considerado um dos maiores eventos de cultura e gastronomia da região e do Estado e está inserido ao Calendário Turístico do Estado de São Paulo, conforme Lei Nº 13.990 de março de 2010.

O 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires faz parte da estratégia adotada pelo atual Governo. Este processo, que tem entre os objetivos a recuperação da autoestima da população e a reconstrução da imagem positiva da cidade na região do Grande ABC e para todo o Estado, envolve o resgate de tradições e a valorização dos potenciais e da cultura ribeirãopirense. O evento foi retomado pela atual administração (em 2016 e em 2013, o Festival não foi realizado pela antiga gestão da cidade).

Ribeirão Pires: Abertura do Festival do Chocolate será neste sábado com o Maestro João Carlos Martins e Orquestra Bachiana do Sesi.

Sob regência do reconhecido maestro João Carlos Martins, a orquestra presenteia o público da Estância com clássicos de Beethoven, The Beatles, entre outros e a entrada para o evento é gratuita

Na noite do dia 22 de julho, sábado, a partir das 19h, acontece a abertura oficial da 11ª edição do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires. O evento será realizado na Vila do Doce (Rua Boa Vista s/n – Centro), com a apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob regência do maestro João Carlos Martins. A entrada para o evento é gratuita.

No repertório da orquestra, composições clássicas de Beethoven, Bach e Mozart, canções marcantes de grupos como The Beatles e Queen, e dos compositores brasileiros Adoniran Barbosa e Heitor Villa Lobos. O concerto promete ainda momentos especiais ao longo da apresentação – quando o maestro assume o piano e relembra sua trajetória como concertista.

A apresentação é uma realização da FIESP e do SESI São Paulo, com o apoio da Prefeitura e dá início à programação do Festival do Chocolate deste ano, que acontece em dois finais de semanas –  28, 29 e 30 de julho e 4, 5 e 6 de agosto, no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jd. Itacolomy).

O Festival do Chocolate teve início em 2005, ganhou corpo e atraiu olhares de pessoas de diferentes regiões de São Paulo. O evento foi idealizado pela Prefeitura para divulgar o potencial turístico, trazer novos visitantes e valorizar a cidade entre os próprios moradores, criou nova identidade ao município, que passou a ser reconhecido também por sua hospitalidade e pela riqueza gastronômica. Hoje, é considerado um dos maiores eventos de cultura e gastronomia da região e do Estado e está inserido ao Calendário Turístico do Estado de São Paulo, conforme LEI nº 13.990 de março de 2010.

O 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires faz parte da estratégia adotada pelo atual Governo. Este processo, que tem entre os objetivos a recuperação da autoestima da população e a reconstrução da imagem positiva da cidade na região do Grande ABC e para todo o Estado, envolve o resgate de tradições e a valorização dos potenciais e da cultura ribeirãopirense. O evento foi retomado pela atual administração (em 2016, o festival não foi realizado pela antiga gestão da cidade), com a concepção “Um Novo Festival para um Novo Tempo”, em formato mais econômico para o município, mantendo a qualidade gastronômica e cultural oferecida aos visitantes.

Sobre a Bachiana Filarmônica SESI-SP

Mantida pelo SESI-SP, a orquestra, formada por jovens e experientes instrumentistas de diversas idades, sob a direção do maestro João Carlos Martins, representa ação relevante no apoio à música erudita e ao desenvolvimento de seus integrantes. Assim, ao mesmo tempo em que contribui para a formação de talentos, abrindo múltiplas oportunidades profissionais, também leva a cultura da música erudita a milhares de brasileiros. As apresentações abrangem desde o interior do Estado, periferias das grandes cidades, até renomados teatros, difundindo e valorizando a música clássica de alta qualidade técnica e artística.

Maestro João Carlos Martins

Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach (1685-1750), o maestro João Carlos Martins (1940) atingiu um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século XX. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa para teclado desse gênio da música. Logo após, devido a problemas físicos, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando sua paixão para a regência.

Repertório

Johann Sebastian Bach – Jesus Alegria Dos Homens

L.V.Beethoven – As Criaturas De Prometheus

Heitor Villa Lobos – O Trenzinho Do Caipira

W.A.Mozart – Concerto Para Piano Nº 21 (2º Mov)

John Berry – Em Algum Lugar Do Passado

The Beatles – Yesterday

Freddie Mercury – Love Of My Life

Ennio Morricone – A Missão / Cine Paradiso

Astor Piazzola – Libertango

Adoniran Barbosa – Trem das Onze

Decisão do STJ dificulta a prisão de Lula em 2ª Instância.

A promessa que o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, fez de julgar o ex-presidente Lula até a eleição do ano que vem, fica cada vez mais difícil de ser cumprida.

Segundo nota publicada na página oficial do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), a ministra Laurita Vaz, decidiu em liminar que, só após o veredicto unânime da corte, é que o condenado começa a cumprir pena. Leia o texto clicando aqui.

Na 8ª Turma do TRF, que julgará Lula, quem dá o ritmo do julgamento é, primeiramente, o relator do processo. Em seguida, o revisor. O terceiro membro da turma também pode pedir vistas, se considerar que necessita analisar o caso.

Além disso, em caso de um voto divergente, com resultado desfavorável de 2 a 1, defesa pode apresentar embargos infringentes, o que levará à convocação de outros desembargadores para analisar a questão.

O princípio do embargo infringente é que um voto a favor do réu significa que existe uma dúvida razoável quanto à condenação e, por isso, o Direito admite o julgamento por um número maior de desembargadores.

É dentro dessa lógica que a presidente do STJ, Laurita Vaz, tomou sua decisão. Enquanto não estiver pacificado o julgamento, não há que se falar em cumprimento da pena.

Pesquisa aponta que pequeno empresário não pretende investir nos próximos meses.

Levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) indica que 66% dos micro e pequenos empresários não têm intenção de fazer investimentos em seus empreendimentos nos próximos três meses. Ainda de acordo com o levantamento divulgado hoje (20), 80% não planejam tomar crédito nos próximos 90 dias.

Seguindo uma escala que vai de zero a 100, o Indicador de Propensão a Investir registrou apenas 26,6 pontos no último mês de junho. O resultado ficou abaixo do registrado em maio, quando foram registrados 27,2 pontos. Em junho de 2016 esse índice estava em 21,4 pontos.

Segundo o estudo, 37% dos empresários não veem necessidade em fazer investimentos para a melhoria de seus negócios. “A desconfiança diante da crise é mencionada por 31% dos que não planejam investir”, informou o levantamento. Além disso, outros 12% ainda aguardam o retorno de investimentos já feitos; e 10% sentem falta de crédito para poder concretizar melhorias nos negócios.

“A recessão e o alto custo de capital tornam os empresários mais cautelosos diante da possibilidade de expandir seus negócios e de assumir dívidas para fazer frente a investimentos”, explicou, por meio de nota, o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.

Entre os 19% de empresários que cogitam fazer algum investimento (7% dos pesquisados pretendem investir e 12% se dizem ainda indecisos), 33% pretendem aplicar na ampliação de estoque; 27% na compra de equipamentos e maquinários; 24% na reforma da empresa; 15% em comunicação e propaganda; e 13% na ampliação do portfólio de produtos.

De acordo com o estudo, a principal fonte de recursos dos investimentos a serem feitos virá do próprio capital das empresas, por meio de recursos guardados em forma de aplicação (44%) ou venda de algum bem (11%). Essa escolha se deve às altas taxas de juros cobradas pelos bancos (60%) ou pelo medo de não conseguirem pagar eventuais recursos emprestados (7%).

A demanda por crédito apresentou “ligeiro avanço” de maio para junho, passando de 13,1 pontos para 15,2 pontos. De acordo com o SPC Brasil e a CNDL, o resultado “ainda fica distante dos 100 pontos, mostrando que a demanda desses empresários por crédito segue baixa”. Quanto mais próximo dos 100 pontos, maiores são as intenções dos empresários para tomar crédito no prazo de três meses.

O estudo foi feito a partir de consultas a 800 empreendimentos com até 49 funcionários, nas 27 unidades da federação, incluindo capitais e interior.

Ferroviários ameaçam entrar em greve dia 01 de agosto.

Em assembleia realizada na terça-feira (18/07), os Ferroviários da CPTM decidiram pelo “estado de greve” até o dia 31 de julho, o motivo é um desconto de 3,51% nos salários dos funcionários, por causa de dissídio realizado em 2011 pela CPTM.

No dia 31 de julho, será realizada uma nova assembleia as 18h, nos seus respectivos sindicatos, porém; os Ferroviários já informaram que no dia 01 de agosto, haverá a paralisação dos trens por tempo indeterminado.

Inscrições para cursos de Artes e Dança acontecem entre os dias 24 e 28 de julho.

A Prefeitura de Ribeirão Pires abrirá inscrições para os cursos gratuitos das Escolas Municipais de Artes e Dança, para o segundo semestre deste ano. Dentre as opções disponíveis para artes plásticas estão Desenho de Moda, Desenho de Mangá, Tricô e Crochê. Para dança, algumas das opções são Afro (a partir dos 12 anos), Cigana (a partir dos 12 anos) e Expressiva (a partir dos 50 anos).

As inscrições serão realizadas no período de 24 a 28 de julho. Os interessados devem comparecer, das 8h às 17h, no Centro Cultural – Rua Dr. Yutaka Ishihara, 220 – Jardim Pastoril. No ato da inscrição é necessário levar cópia do comprovante de residência e do RG, e duas fotos 3×4. Mais informações pelo telefone 4824-1781.

Ingressos para o Festival do Chocolate já estão disponíveis para troca.

São sete pontos para adquirir o ingresso antecipadamente e um ponto para aquisição durante o evento. Cada ingresso, que dá acesso a todas as atrações da festa,  equivale a 1kg de alimento não perecível

A partir desta quarta-feira (19), os visitantes já podem adquirir o ingresso de entrada para o primeiro final de semana do 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires mediante a troca de alimentos não perecíveis (exceto sal e açúcar) em pontos distribuídos pela cidade.

Este ano é preciso adquirir ingresso para entrar na festa e aproveitar todas as atrações culturais e gastronômicas oferecidas no local. Para a troca antecipada, é preciso levar o quilo do alimento e retirar o ingresso nos locais determinados pela organização: Paço Municipal; SEL – Secretaria de Esporte e Lazer; Fundo Social de Solidariedade; Secretaria de Desenvolvimento Regional de Ouro Fino; CTT’s – Centros Técnicos de Treinamento da Quarta Divisão e do Jardim Caçula. Todos os locais atenderão das 8 às 17 horas. Será permitida a retirada de até 5 (cinco) ingressos por pessoa, lembrando que 1kg de alimento equivale a 1 (um) ingresso, que deve ser apresentado logo na entrada do evento e que dá acesso a todas as atrações como shows dos artistas locais, área gastronômica, exposições e artistas principais.

Para visitantes que não moram na Estância a organização fez uma parceria com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC. No local também será possível efetuar a troca de ingresso. Basta levar o alimento na sede do Consórcio – Av. Ramiro Colleoni nº 5 – Centro, Santo André, das 8 às 17 horas.

Quem não conseguir antecipar os ingressos, pode efetuar a troca no Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli (Rua Miguel Prisco, 288 – Centro – ao lado do Paço Municipal), no mesmo horário de abertura do evento até meia hora após o início da atração principal da noite.

A 11ª edição do tradicional Festival do Chocolate será realizada em dois finais de semana – dias 28, 29 e 30 de julho e 4, 5 e 6 de agosto, no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jardim Itacolomy).

No primeiro fim de semana os shows principais ficam por conta das bandas Inimigos da HP (28/7); Ultraje a Rigor (29/7), Palhaço Conforto e Titãs (30/7). Rionegro & Solimões (4/8); Ira! (5/8), Bob Zoom e a dupla sertaneja Guilherme e Santiago (6/8) serão as atrações principais do segundo fim de semana do evento.

Artistas locais também farão parte da programação. Serão mais de 20 atrações musicais, que ocupam cerca de 80% da grade cultural total do evento como as bandas Siderais e Gullivera, as cantoras Luana Giampietro e Paloma Bastos, o artista plástico Paulo Acencio, entre outros. A programação completa está disponível nas páginas de Facebook do Festival do Chocolate e da Prefeitura de Ribeirão Pires.

O Festival do Chocolate chega a sua 11ª edição com o slogan “Um Novo Festival para um Novo Tempo”. O evento faz parte da estratégia adotada pelo atual Governo, que tem entre os objetivos a recuperação da autoestima da população e a reconstrução da imagem positiva da cidade na região do Grande ABC e em todo o Estado de São Paulo.

Confira abaixo os endereços dos pontos de troca de ingresso antecipada para o 11º Festival do Chocolate:

– Paço Municipal – Endereço: Rua Miguel Prisco, 288 – Centro – Telefone 4828-9800;

– Desenvolvimento Regional de Ouro Fino – Endereço: Rodovia Índio Tibiriçá, 2810 – Centro – Ouro Fino Paulista – Telefone 4822-2062;

– SEL – Secretária de Esporte e Lazer – Endereço: Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jardim Itacolomy. Telefone: 4823-7444;

– Centro Técnico de Treinamento Quarta Divisão – Endereço: Avenida Miro Atílio Peduzzi, s/nº – Quarta Divisão – Telefone: 4823-0473;

– Centro Técnico de Treinamento Jardim Caçula – Endereço: Estrada do Caçula, s/nº – Jardim Caçula;

– Fundo Social de Solidariedade – Endereço: Avenida Francisco Monteiro, 2.940, Santa Luzia. Telefone 4824-8236.

– Consórcio Intermunicipal Grande ABC – Endereço: Avenida Ramiro Colleoni, 5 – Centro, Santo André – SP. Telefone: 4435-3555.

Programação completa

*** Exposição “Pontos Históricos de Ribeirão Pires por Paulo Acencio” – Todos os dias – Sala de Exposições Esther Mazzini – Teatro Euclides Menato.

28/07/2017 – SEXTA
18H    BANDA PALLAS…………………POP ROCK

19H15    SIDERAIS…………………….POP ROCK
21H    INIMIGOS DA HP……………….PAGODE

29/07/2017 – SÁBADO
14H    LUANA GIAMPIETRO……………..POP ROCK / SOUL
15H30    BANDA MUAFO………………….MPB
17H    LUIZ GRANDE……………………….MPB

19H    LO RAMMA…………………….POP ROCK
21H    ULTRAJE A RIGOR………………ROCK

30/07/2017 – DOMINGO
11H    O PALHAÇO CONFORTO……………INFANTIL
13H    APRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL………..INFANTIL

14H    PALOMA BASTOS………………..MPB
15h30    MANDAGORÓ……………………FORRÓ
17H     BURNZ………………….Rock

19H    JACK FAST……………………POP ROCK / SOUL
21H    TITÃS……………………….ROCK

4/08/2017 – SEXTA
18H    GULLIVERA……………………POP ROCK
19H15    CAMILA NOGUEIRA………………SERTANEJO
21H    RIO NEGRO & SOLIMÕES………….SERTANEJO

5/08/2017 – SÁBADO
14H    TONY NUNES…………………..POP ROCK
15H30    COYOTES……………………..POP ROCK
17H    REMAKE………………………ROCK
19H    RETROSFERA…………………..ROCK
21H    IRA!…………………………ROCK

6/08/2017 – DOMINGO

7H30  CHOCORUN – CORRIDA E CAMINHADA

11H    BOB ZOOM O MUSICAL……………INFANTIL
13H    APRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL………..INFANTIL

14H    DOIS É BOM…………………..MPB
15h30    VIBRAÇÃO SOL…………………REGGAE
17H    EMANUEL HENRIQUE……………..SERTANEJO
19H    ALLAN E MAICON……………….SERTANEJO
21H   GUILHERME E SANTIAGO………….SERTANEJO

Ribeirão Pires: Moradores de rua enfrentam frio rigoroso que põe suas vidas em risco.

A vida dos moradores de rua é sempre muito dura. O papelão serve de colchão, comida só vinda de doações e solidariedade, a falta de cobertor é suprido pelo álcool. Banho é item raro conforme foi constatado por esta reportagem que avistou pessoas com cabelos “empastados” e embaraçados.

Com o frio sentido nesta noite de terça-feira (18), com sensação térmica de cerca de 5 graus, a situação foi de flagelo para pessoas em situação de risco.

Logo pela manhã, por volta de 7 horas com os olhos marejados, um rapaz aparentando 40 anos, que se abrigava no palco da Vila do Doce nos relatou: “É horrível. Com esse tempo a coisa fica pior para nós. Passamos muito frio. Para esquentar, só tomando cachaça. Essa madrugada eu estava aqui (no palco) e a GCM me obrigou a sair. Quando fui para a frente do banheiro público novamente me pediram para sair. Tive que ficar no meio do tempo e minhas cobertas estão úmidas da garoa. Depois de algum tempo, percebi que não tinha mais polícia e dormi aqui no palco”, disse.

Questionado se os moradores de rua estavam recebendo atendimento por parte da administração municipal, ele respondeu: “Não recebemos coberta e o abrigo fica lá na Quarta divisão e é muito difícil ir pra lá porque não tenho dinheiro e o carro que leva não tá vindo aqui tem alguns dias”, relatou.

O blog Caso de Política publicou em 19 de abril de 2017, texto que noticia parceria entre a prefeitura e diversas entidades assistenciais. Entre elas com o abrigo “Acolhida com Esperança”. No convênio, a administração municipal repassa R$ 800,00 per-capta para atendimento de até 40 pessoas totalizando mensalmente R$ 32.000,00. Ver texto clicando aqui.

Em resposta feita por este veículo de comunicação a prefeitura informou:

“Os munícipes em situação de rua em Ribeirão Pires recebem apoio, acompanhamento especializado e oportunidade de aprender uma profissão na Casa da Acolhida – conveniada com a Prefeitura para esse tipo de atendimento. A meta de atendimentos do local é de 40 pessoas por mês. A demanda é crescente e a média de atendimentos por mês é de 50 pessoas com os atendimentos transitórios (que chegam a passar 10 dias no local), ultrapassando a meta. Durante o inverno a Casa da Acolhida pode atender até 60 pessoas ao final de um mês. Na Casa da Acolhida, os munícipes em situação de rua participam de atividades culturais, esportivas, além de contarem com acompanhamento realizado por psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros. As pessoas atendidas podem passar a noite no local. A equipe da Casa da Acolhida realiza serviços de ronda e recâmbio. Na ronda, os profissionais passam pela cidade convidando os munícipes em situação de rua para acompanhá-los à Casa da Acolhida. Após análise de cada caso, também poderá providenciar o recâmbio, ou seja, levantar o histórico do morador de rua e auxiliá-lo na recuperação dos vínculos familiares”.

Conforme nossos questionamento, a prefeitura deixou de responder se há algum veículo ou transporte para recolher e encaminhar ao abrigo; se o município executa serviço de distribuição de cobertores e roupas para moradores de ruas; se existe por parte desta administração orientação para a Guarda Municipal para retirada de moradores de rua de espaços públicos; e se existe alguma entidade para tratamento de moradores de rua em situação de vícios (drogas e alcoolismo) e também se há em Ribeirão Pires algum tipo de atendimento em assistência social que coloque moradores em situação de rua em contato com familiares.

Em contato com a ONG “Casa de Acolhida”, uma funcionária se que identificou como terceirizada, informou que rondas constantes são realizadas para recolher moradores de rua e que 3 ou 2 pessoas procuram diariamente a entidade, sendo que há dias que o local fica sem ninguém para atender”.

No site da ONG (ver aqui) que encontra-se sem atualização a bom tempo, é expresso que “o Projeto ‘Casa de Acolhida’ é uma casa de passagem que possui como principal objetivo reintegrar socialmente todas as pessoas em situação de rua encontradas na Estância Turística de Ribeirão Pires, assegurando o atendimento para desenvolvimento de social, fortalecendo sua autoestima e a noção de vínculos interpessoais e/ou familiares adequados, cuidando do bem-estar do indivíduo e da reeducação de sua postura. Através do Projeto “Casa de Acolhida” serão atendidas diariamente pessoas em situação de rua (maiores de 18 anos até 60 anos de idade) referenciadas pelo CREAS com parceria com a Guarda Municipal. Será fornecido o abrigo temporário com o ambiente e os tratamentos adequados para a ressocialização do indivíduo.

Aqui estamos falando de pessoas! Seres humanos! Devemos sim reconhecer os esforços da prefeitura que repassa recursos para entidade especializada por atender essas pessoas em situação de rua. Mas ao que tudo indica, a execução dos serviços não está a contento de seu público alvo. A reclamação é generalizada, a fortes queixas de não há regularidade de abordagens feitas pela ONG, queixas de que a prefeitura não doa cobertores suficientes para quem está necessitando. Se há verba pública sendo utilizada e o serviço não é executado como devido, está faltando fiscalização por parte do executivo e dos vereadores. É preciso providencias o quanto antes! O frio está muito rigoroso e como cidadãos, devemos evitar que tragédias aconteçam! Estamos tratando de seres humanos! Segundo ouvimos de uma pessoa “o cachorro é privilegiado, porque tem casinha, deita onde quer e dorme sem ser incomodado”. Talvez uma saída interessante seria um local melhor situado, o que segundo afirmaram alguns moradores de rua, “facilitaria a ida”. Luís Carlos Nunes

Prefeitura de Ribeirão Pires repassa mais de R$ 160 mil para escolas da cidade.

Através da Lei nº 6.156, de 30 de junho de 2017, a prefeitura de Ribeirão Pires celebra convênios com Associações de Pais e Mestres – APM’s das Escolas Municipais da Estância Turística de Ribeirão Pires.

Serão repassados R$ 162.375,00 para 33 unidades de ensino do município. Os valores são calculados por número de alunos matriculados.

As escolas com até 150 alunos serão contempladas com R$ 3.750,00, de 151 à 200 alunos – R$ 4.500,00, de 201 à 400 – R$ 5.625,00, de 401 à 800 – R$ 7.500,00 e acima de 801 – R$ 9.375,00.

O convênio tem como objetivo, desenvolver programas de cooperação mútua na manutenção e melhoria da qualidade do ensino, sendo que com as verbas fica vedada a contratação de pessoal para exercer função de natureza permanente.

Veja abaixo, todas as escolas contempladas com os seus respectivos valores. Para ver a íntegra da publicação, clique aqui.

Neto de Getúlio Vargas se suicida.

Getúlio Dornelles Vargas Neto, de 61 anos, que era neto do ex-presidente Getúlio Vargas, foi encontrado morto nesta segunda-feira no apartamento em que morava, em Porto Alegre (RS).

A polícia registrou o caso como suicídio e abriu inquérito para apurar a morte. Junto ao corpo, que foi encontrado num dos quartos do apartamento por uma funcionária da família por volta de 9h, foram achadas uma arma e uma carta dirigida para a família. A polícia acredita que ele tenha morrido na madrugada de segunda-feira.

Getúlio Dornelles Vargas Neto repetiu gesto do avô e também do pai – O suicídio é uma marca da família Vargas. Além do avô, que acabou com a própria vida no exercício do mandato de presidente, no dia 24 de agosto de 1954, durante uma grave crise política, o pai de Getúlio Neto, Manuel Antônio Sarmanho Vargas, o Maneco, se matou em 1997, aos 79 anos, com um tiro no peito, assim como havia feito o pai.

Getúlio Neto atirou contra a própria cabeça. Ele morava com uma das filhas — que está em viagem aos Estados Unidos — no bairro de Moinhos de Vento. Segundo informações da polícia gaúcha, ele, que trabalhava na administração de empresas da família, sofria crises de depressão.

Getúlio Vargas Neto deixa uma companheira e quatro filhos. O advogado foi um dos fundadores do PDT e, mais tarde, filiou-se ao PPS.

Contribuintes já podem regularizar contas com a Prefeitura com desconto de multa e juros.

Ribeirão Pires oferece condições especiais para pagamentos de débitos pendentes junto ao município por meio do Refis 2017

A partir desta segunda-feira, dia 17, a Prefeitura de Ribeirão Pires realiza o Programa de Recuperação Fiscal de Ribeirão Pires – Refis 2017. Pessoas físicas ou jurídicas que possuam débitos tributários e não tributários junto à Administração Municipal, gerados até 31 de dezembro de 2016, terão condições especiais para colocar as contas em dia. Para aderir, o contribuinte deverá comparecer à Central de Atendimento ao Munícipe, localizada no Paço Municipal (Rua Miguel Prisco, 288 – Centro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Instituído pela Lei Municipal Nº 6.159, de julho de 2017, o Refis 2017 estabelece dispensa da cobrança de multas e juros que pode chegar até 100% dependendo da forma de pagamento. Neste ano, a Prefeitura firmou Termo de Compromisso com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo que auxiliará na conciliação, mediação e transação de débitos fiscais, ajuizados ou não, através do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC.

Em Ribeirão Pires, 19.541 contribuintes possuem débitos pendentes junto à Prefeitura, totalizando R$ 85,8 milhões. A adesão ao Refis 2017 deverá ser efetuada até o dia 29 de setembro deste ano. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail atendimentosf@ribeiraopires.sp.gov.br ou pelos telefones 4828-9801/ Dívida Ativa: 4828-9804 ou 4828-9807.

Condições de pagamento e descontos:

Contribuintes que possuam dívidas com a Prefeitura em valor acima de R$ 60,00 para pessoa física e R$ 300,00 para pessoa jurídica, de valores gerados até o final de 2016, terão as seguintes condições de pagamento:

Para qualquer valor:

  • À vista ou em até seis parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De sete a 12 parcelas: 100% de desconto de multa e 80% de desconto de juros;

Contribuintes que possuam débitos acima de R$ 50 mil:

  • À vista ou em até seis parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De sete a 12 parcelas: 100% de desconto de multa e 80% de desconto de juros;

  • De 13 a 24 parcelas: 100% de desconto de multa e 70% de desconto de juros;

Contribuintes que possuam débitos acima de R$ 200 mil:

  • À vista ou em até dez parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De 11 a 24 parcelas: 100% de desconto de multa e 75% de desconto de juros;

  • De 25 a 40 parcelas: 100% de desconto de multa e 70% de desconto de juros.

Brasil está entre os países mais ignorantes do mundo, diz pesquisa.

Desigualdade, imigração, taxas de obesidade. Pessoas sustentam pontos de vista bastante fortes a respeito de assuntos populares e polêmicos como estes. No entanto, apesar de opinar, a grande maioria de nós não sabe realmente nem mesmo os fatos mais básicos a respeito de cada um deles dentro dos nossos próprios países.

A pesquisa ‘Perils of Perception‘ (Perigos da Percepção, em português) foi realizada pela Ipsos MORI e publicada na última quarta-feira (2). O resultado pode ser algo bastante desconfortável de se ler por alguns. Uma das perguntas colocadas indagou pessoas de diversas partes do mundo a respeito da demografia de seus países”. O México é o país cuja população é a mais ‘desinformada’, seguido por Índia e Brasil. Coréia do Sul, Polônia e Irlanda são os que se saíram melhor.

Entre os 33 países do estudo, cada grupo apresenta muitas constatações erradas”, comentou Bobby Duffy, diretor do instituto de pesquisa social. “Nós superestimamos o que nos preocupa”, completou.

Os participantes demonstraram acreditar que uma em cada quatro pessoas ao redor deles são imigrantes, enquanto o número real da média mundial é de apenas uma pessoa entre dez. Argentinos, por exemplo, acreditam que 30% das pessoas do país são imigrantes, enquanto o número real chega a apenas 5%.

Já, quando o assunto é desigualdade, a grande maioria acredita que o 1% dos mais ricos detém metade da receita de seus países, mas, na realidade, a quantidade concentrada chega próxima a um terço. Os países dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e africa do Sul), por exemplo, acreditam em sua maioria que a concentração de renda está duas vezes mais nas mãos de 1% da população do que realmente está.

Levando em conta questões de idade, o total dos entrevistados acredita que média de idade no mundo é de 50 ano, enquanto na verdade é de apenas 31. Em contraste, no entanto, obesidade é um problema que parece ser subestimado. Enquanto 52,5% da população apresenta este problema, acredita-se que apenas 40% são obesos.

Infelizmente, o Brasil está entre os primeiros dez colocados na listagem do ‘Index da Ignorância’, como foi chamada. De acordo com a pesquisa, assim como a Índia, nós temos bastante dificuldade de identificar corretamente os problemas de desigualdade social. Além disso, também superestimamos o número de ateus, agnósticos e imigrantes no país.

Confira a lista dos países mais ‘ignorantes’ em relação a própria cultura em todo o mundo:

 ‘Index Da Ignorância’
 Ranking País
 1 México  Mais ignorantes
 2  Índia
 3  Brasil
 4  Peru
 5  Nova Zelândia
 6  Colômbia
 7  Bélgica
 8  África do Sul
 9  Argentina
 10  Itália
 11  Rússia
 12  Chile
 13  Grã Bretanha
 14  Israel
 15  Austrália
 16  Japão
 17  Canadá
 18  Alemanha
 19  Holanda
 20  Espanha
 21  Noruega
 22  França
 23  Suécia
 24  Estados Unidos
 25  China
 26  Polônia
 27  Irlanda  
 28  Coreia do Sul Menos Ignorantes

Acesse a íntegra da pesquisa clicando aqui

Ribeirão Pires terá até 100% de desconto de multa e juros para pagamentos de dívidas.

Terá início na próxima segunda-feira, dia 17, o Programa de Recuperação Fiscal de Ribeirão Pires – Refis 2017. Pessoas físicas ou jurídicas que possuam débitos tributários e não tributários junto à Prefeitura, gerados até 31 de dezembro de 2016, terão condições especiais para colocar as contas em dia. Para aderir, o contribuinte deverá comparecer à Central de Atendimento ao Munícipe, localizada no Paço Municipal (Rua Miguel Prisco, 288 – Centro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Instituído pela Lei Municipal Nº 6.159, de julho de 2017, o Refis 2017 estabelece dispensa da cobrança de multas e juros que pode chegar até 100% dependendo da forma de pagamento. Neste ano, a Prefeitura firmou Termo de Compromisso com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo que auxiliará na conciliação, mediação e transação de débitos fiscais, ajuizados ou não, através do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC.

Em Ribeirão Pires, 19.541 contribuintes possuem débitos pendentes junto à Prefeitura, totalizando R$ 85,8 milhões. A adesão ao Refis 2017 deverá ser efetuada até o dia 29 de setembro deste ano. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail atendimentosf@ribeiraopires.sp.gov.br ou pelos telefones 4828-9801/ Dívida Ativa: 4828-9804 ou 4828-9807.

Condições de pagamento e descontos:

Contribuintes que possuam dívidas com a Prefeitura em valor acima de R$ 60,00 para pessoa física e R$ 300,00 para pessoa jurídica, de valores gerados até o final de 2016, terão as seguintes condições de pagamento:

Para qualquer valor:

  • À vista ou em até seis parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De sete a 12 parcelas: 100% de desconto de multa e 80% de desconto de juros;

Contribuintes que possuam débitos acima de R$ 50 mil:

  • À vista ou em até seis parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De sete a 12 parcelas: 100% de desconto de multa e 80% de desconto de juros;

  • De 13 a 24 parcelas: 100% de desconto de multa e 70% de desconto de juros;

Contribuintes que possuam débitos acima de R$ 200 mil:

  • À vista ou em até dez parcelas: 100% de desconto dos juros e de multa;

  • De 11 a 24 parcelas: 100% de desconto de multa e 75% de desconto de juros;

  • De 25 a 40 parcelas: 100% de desconto de multa e 70% de desconto de juros.

Lá vai o Brasil, descendo a ladeira!

O Banco Central divulgou nesta sexta-feira (14), o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) para o mês de maio, com queda de -0,51%. Para o período de 12 meses, a queda foi de -2,22%. O resultado é o pior para maio desde 2015, quando deu início ao golpe parlamentar de estado que depôs Dilma Roussef. Naquele ano, o país teve forte retração.

Se o desempenho de maio se repetir nos meses seguintes, descontando o fim do ano, quando sazonalmente a economia melhora, o crescimento poderá fechar o ano com resultado abaixo de -2%.

Termina hoje prazo para escolas privadas de ensino médio aderirem ao Saeb.

Termina hoje (14) o prazo para as escolas privadas do ensino médio aderirem ao Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017. A participação é facultativa para as escolas privadas e obrigatória para as escolas públicas.

A partir deste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não será mais usado para a emissão do boletim por escola, por isso o Saeb servirá para que as escolas possam medir seu desempenho.

O termo de adesão está disponível no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela avaliação. A taxa de adesão para as escolas particulares varia de R$ 400 a R$ 4 mil, de acordo com o número de alunos matriculados.

As instituições participantes que cumprirem os critérios determinados terão o cálculo de seu Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), antes restrito às escolas públicas.

A aplicação dos testes e questionários em todas as escolas serão feitos entre os dias 23 de outubro e 3 de novembro. Os resultados devem ser divulgados em agosto do ano que vem. A estimativa do Inep é que 7,6 milhões de estudantes do ensino fundamental e médio e 114,8 mil escolas participem da avaliação.

Ribeirão Pires recebe reforço de R$ 3,6 milhões para a Saúde.

Ribeirão Pires obteve junto ao Ministério da Saúde a liberação de 3,6 milhões para habilitação de 34 equipes de Saúde da Família que deverá ser composta por equipe multiprofissional que possui, no mínimo, um médico e um enfermeiro generalista, além de um auxiliar e/ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de Saúde (ACS). Pode-se acrescentar a esta composição, como parte da equipe multiprofissional, os profissionais de saúde bucal (ou equipe de Saúde Bucal-eSB): cirurgião-dentista generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de ACS deve ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com um máximo de 750 pessoas por agente e de 12 ACS por equipe de Saúde da Família, não ultrapassando o limite máximo recomendado de pessoas por equipe.

Cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, 4.000 pessoas de uma determinada área, que passam a ter corresponsabilidade no cuidado com a saúde.

A carga horária é de 40 horas semanais para todos os profissionais de saúde cadastrados na Estratégia Saúde da Família, exceto o profissional médico que poderá atuar em, no máximo duas (02) equipes, pois poderá ser contratado por 20 ou, até, 30 horas semanais.

Secretaria de Educação de Ribeirão Pires promove planejamento com equipes gestoras.

Com objetivo de traçar novas metas para o segundo semestre de 2017, a Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia promoveu nesta quinta-feira (13) encontro com as equipes gestoras das 33 escolas municipais. Ao todo, 74 gestores participaram da reunião.

“Esses encontros são muito importantes para o planejamento das ações do segundo semestre, que está focado em questões pedagógicas, já que em meados de novembro teremos avaliações nacionais importantes do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino”, explicou a secretária de Educação de Ribeirão Pires, Flávia Banwart.

Segundo a Secretária, a meta é traçar novas estratégias educacionais e administrativas para intensificar o aprendizado dos alunos. “É uma missão para todos os educadores. Cuidar, estimular e acompanhar o aprendizado faz toda a diferença”, destaca a secretária.

O Núcleo Pedagógico da Secretaria de Educação da cidade busca estratégias para que os melhores resultados para a educação da cidade sejam alcançados. Uma das principais medidas da Prefeitura de Ribeirão Pires para a conquista de uma educação de qualidade é a formação continuada, que visa a organização, a evolução da prática pedagógica e a união da equipe gestora.

​NOTA DE ESCLARECIMENTO

Tendo em vista a circulação pela cidade de informações falsas e desencontradas, EDUARDO ANTONIO DOS SANTOS NOGUEIRA e ISABEL SZOT NOGUEIRA, vêm à público, através da presente, para esclarecer que não são donos, sócios ou sequer tenham qualquer participação na administração da Casa de Repouso Espaço Vida Wanda Szot, sendo apenas e tão somente proprietários de parte do imóvel locado para o referido estabelecimento, sem a sua autorização.

Ribeirão Pires restabelece iluminação em trevos da Tibiriçá.

Com apoio do DER e da Polícia Rodoviária, acesso às Avenidas Kaethe Richers e Santo André estarão mais seguras com a visibilidade melhorada aos motoristas

Os motoristas que utilizam a Rodovia Índio Tibiriçá, que corta o município de Ribeirão Pires, poderão notar nos próximos dias uma mudança significativa nos trevos que dão acesso à Avenida Kaethe Richers e à Avenida Santo André. Os dois trevos estão recebendo manutenção na iluminação para ampliar a visibilidade.

Com o apoio do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) – responsável pela via – e da Polícia Rodoviária, equipes da Secretaria de Infraestrutura Urbana acompanharam a troca de lâmpadas nesta quinta-feira (13). O prefeito da cidade, Adler Teixeira – Kiko, também acompanhou parte da intervenção.

“Nosso objetivo é melhorar a segurança para os moradores e visitantes que utilizam a Rodovia Índio Tibiriçá e passam por esses acessos. Mais iluminação em nossa estrada significa mais segurança para todos”, declarou o Prefeito Kiko.

Mais melhorias

Os moradores das ruas Sixto Pelegrini e Zulmira Della Ricca estão comemorando nova conquista para a região. O “escadão” do Morro São José recebeu manutenção, na última semana, que garantiu iluminação pública, uma antiga solicitação da população para melhorar a segurança no local.

O secretário de Infraestrutura Urbana, Diogo Manera, explicou que a manutenção foi pensada justamente para beneficiar os moradores que utilizam a passagem durante a noite. “Conversamos com a população que nos contou que há mais de 20 anos solicitavam reparos na rede elétrica para propiciar iluminação”, detalhou Manera.

Segundo a moradora Maria José Macedo, de 78 anos, esse período de falta de manutenção foi preocupante. “Minha filha chega tarde da faculdade e eu sempre estava preocupada com esse trecho do caminho onde não tinha iluminação. Passamos, durante todo esse tempo, solicitando reparos, mas justificavam que para refazer a ligação era difícil. Finalmente fomos atendidos”, celebrou a munícipe.

Por pressão dos patrões, Temer pode vetar fim do imposto sindical.

Após a aprovação da reforma Trabalhista pelo senado Federal, entidades como Fiesp, CNI e CNC (que são sindicatos) são contra extinção do imposto sindical.

Vista por alguns como medida de enfraquecer sindicatos e centrais sindicais que representam os trabalhadores, a mesma pode ser vetada pelo presidente Michel Temer que sofre pressão de entidades patronais, como a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Isso porque, assim como as centrais sindicais dos trabalhadores, Fiesp, CNI e outras entidades patronais também recebem recursos da contribuição sindical. Apenas em 2016, foram 777 milhões destinados aos representantes dos patrões, segundo dados do Ministério do Trabalho. Segundo o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, “a CNI aceita o fim da contribuição em um prazo de 10 anos. Por essa razão, Temer prometeu ao deputado Paulinho da Força (SD-SP) que vai vetar a medida.

Outra voz que ecoa em favor da manutenção do imposto sindical, é do presidente da FIESP, Paulo Skaf que argumenta que há insatisfação de alguns sindicatos filiados com essa medida.

“A ideia é exatamente essa [acabar com sindicatos que não são sérios], que são a maioria. As exceções, eu faço questão de colocar, são os sindicatos sérios: que fazem as convenções e os acordos, que promovem as negociações, que representam seus associados tanto no laboral quanto no patronal”, disse. “Mas a grande maioria são de sindicatos que não têm representatividade, existem para recepcionar esse fundo que é dado de maneira dadivosa, sem fiscalização, com o caráter de tributo porque é obrigatório.

E isso não atinge apenas a indústria.  Outra grande entidade contra a proposta é a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que recebe a contribuição das empresas do comércio. A CNC tem conversado com centrais ligadas aos trabalhadores, como a União Geral dos Trabalhadores (UGT), para se articular contra o fim do imposto.

“Há várias falácias trazidas nesse debate [da reforma trabalhista] pelo Rogério Marinho, que não teve nem a capacidade de escrever. Na verdade, ele pegou algum material empresarial e colocou isso como uma reforma trabalhista. A contribuição sindical garante um assistencialismo que o Estado não tem condição de dar. Para você ter uma ideia, em 2016, atendemos 213 mil pessoas em clínicas odontológicas do sindicato”, critica o presidente da UGT, Ricardo Patah. “Então é um absurdo o que tem sido feito, é um desmonte da estrutura sindical. É realmente precarizar e trazer prejuízos enormes aos trabalhadores. A ideia é acabar mesmo com os sindicatos”. Segundo Patah, 80% dos recursos da UGT é proveniente da arrecadação junto aos sindicatos filiados e trabalhadores.

De acordo com informações do Ministério do Trabalho, o Brasil tem hoje 16,5 mil sindicatos, sendo 11,3 mil dos trabalhadores e 5,1 mil dos patrões. Em 2016, a contribuição sindical gerou um montante de 3,5 bilhões de reais. A maior parte ficou com os sindicatos dos trabalhadores, que recebeu 2,1 bilhões de reais. As entidades patronais receberam os outros 777 milhões de reais, no mesmo ano, mencionados acima.

No entanto, extinguir a contribuição sindical significa cortar receita do próprio governo em tempos de crise econômica. Dos R$ 3,5 bilhões arrecadados com a contribuição, aproximadamente 582 milhões vão direto para o Ministério do Trabalho.

Imprensa internacional diz que condenação de Lula vem em meio a favoritismo para 2018; veja repercussão.

A imprensa internacional tem repercutido a condenação do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva pelo juiz Sergio Moro, nesta quarta-feira (12/07). O magistrado condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. O ex-presidente foi absolvido, porém, da acusação de ter sido beneficiado irregularmente pelo transporte e armazenamento de seu acervo presidencial.

Veja como publicações de vários países reportaram a primeira condenação de um ex-presidente por corrupção no Brasil:

The New York Times – EUA

O jornal norte-americano The New York Times classificou a decisão de Moro como “um chocante revés para um político que tem exercido há décadas uma enorme influência em toda a América Latina”.

NYT lembrou que o ex-presidente pode entrar com recurso contra a decisão, “mas a sentença pode representar um sério golpe em seus planos de um retorno à política”. O jornal também destacou que Lula sustenta que as acusações contra ele são “uma farsa” e já anunciou sua intenção de concorrer nas eleições presidenciais de 2018, sendo “amplamente considerado um líder na corrida eleitoral”.

The Guardian – Reino Unido

Para o jornal britânico The Guardian, “a sentença marca uma chocante queda para Lula, o primeiro presidente brasileiro vindo da classe trabalhadora, que deixou o cargo seis anos atrás com 83% de aprovação”. “O ex-sindicalista conseguiu admiração global por suas políticas sociais transformadoras, que ajudaram a reduzir a aguda desigualdade no maior país da América Latina”, escreve o jornal, lembrando que “Barack Obama já o chamou de ‘o político mais popular do mundo’”.

“O veredito representa a condenação mais eminente até agora na devastadora investigação sobre corrupção que há três anos tem sacudido o Brasil, revelando um sistema disseminado de propinas nos mais alto setores de negócios e do governo e jogando o sistema político do país no caos”, diz o The Guardian sobre a operação Lava Jato.

Facebook / Lula


The Guardian: ‘sentença marca uma chocante queda para Lula, o primeiro presidente brasileiro vindo da classe trabalhadora, que deixou cargo seis anos atrás com 83% de aprovação’

BBC – Reino Unido

A rede britânica BBC lembra que Lula sempre rejeitou as acusações e “nega firmemente qualquer delito”, sustentando que o julgamento contra ele “tem motivação política”.

BBC também destaca declaração de sua correspondente em São Paulo, Katy Watson, de que “Lula continua sendo um político popular e a sentença irá dividir profundamente o Brasil”.

Página/12 – Argentina

O jornal argentino Página/12 lembra que Lula enfrenta outros quatro processos e sempre negou categoricamente as acusações, que atribui “a uma conspiração para impedir sua candidatura nas eleições presidenciais de outubro de 2018”.

Página/12 também destaca que a sentença de Sergio Moro estabelece, além da condenação à prisão, “a proibição de exercer cargos públicos durante 19 anos, o que lhe impediria de voltar a se apresentar à Presidência nas eleições de 2018 como candidato de seu Partido dos Trabalhadores (PT)”.

Süddeutsche Zeitung – Alemanha

O jornal alemão Süddeutsche afirmou que a condenação do ex-presidente Lula pode atrapalhar os planos dele para 2018, quando o antigo mandatário deve tentar um novo mandato. Além disso, trouxe espaço para a defesa de Lula.

“O ex-presidente sempre reiterou sua inocência. ‘Acusações devem ser, de maneira séria, muito bem baseadas, sem especulação’, afirmou [Lula] durante uma audiência em maio. Há pouca substância na acusação, prosseguiu. Foi a primeira condenação em um dos cinco processos que correm contra ele – junto a Lula, outros 74 políticos e funcionários públicos são investigados”, reporta o jornal.

El País – Espanha

O jornal espanhol El País classificou a sentença de Moro como “a última reviravolta em uma saga que tem mantido Brasília inquieta: a volta de Lula à arena política”. A publicação lembra que Lula começou a se postular “como a salvação” para a crise política brasileira desatada após a destituição de Dilma Rousseff e que as pesquisas de intenção de voto animavam o ex-presidente: “a pesquisa Datafolha, uma das mais prestigiosas do país, o colocou no topo da intenção de voto dos brasileiros para as eleições de 2018”.

“Aí começaram os problemas”, diz o El País. “A promotoria brasileira começou a apresentar acusações contra Lula”, inclusive a de liderar a rede de corrupção envolvendo a Petrobras, “possivelmente a acusação mais grave que se possa fazer na política brasileira”, diz o jornal.

Tribunal que pode prender Lula confirmou 54% das sentenças de Moro.

Sérgio Moro é apontado por petistas como um dos carrascos do partido, especialmente após ter condenado o ex-presidente Lula a mais de nove anos de prisão nesta quarta-feira. Mas a decisão que pode sepultar em definitivo as aspirações políticas da legenda e deixar o petista de fora das eleições de 2018 – e possivelmente atrás das grades – não será tomada em Curitiba e nem terá a assinatura do juiz paranaense. Caberá ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), localizado em Porto Alegre, analisar os recursos do petista após a condenação em primeira instância. Se os magistrados Leandro Paulsen, Victor Luiz dos Santos Laus e João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato na Corte gaúcha, confirmarem a sentença de Moro, Lula se torna ficha-suja e está fora do páreo na disputa pelo Planalto no ano que vem. Seria um balde de água fria no PT, em um momento no qual Lula lidera as pesquisas de intenção de votos, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Até o momento, das 48 sentenças de Moro que já foram analisadas pelo TRF4, 10 delas tiveram as penas mantidas, 16 aumentadas, 8 diminuídas e apenas cinco foram revertidas para absolvição. Pela lei eleitoral, a condenação em segunda instância (por um órgão colegiado, ou seja, por mais de um juiz) impede a candidatura. Mas não é só. Além de ficar de fora do pleito, Lula poderia ir para a prisão: uma decisão do Supremo Tribunal Federal de novembro de 2016 permite o início do cumprimento de pena após a confirmação da sentença em instância superior. A questão, no entanto, é controversa, e alguns ministros já sinalizaram que podem rever a jurisprudência adotada.

Agora, após ser condenado por Moro no caso do tríplex do Guarujá, Lula enfrentará um retrospecto ruim no TRF4: até o momento o petista coleciona uma série de derrotas na Corte. Seus advogados recorreram aos desembargadores sem sucesso inúmeras vezes. Um dos movimentos mais ousados foi o pedido de afastamento de Moro do processo sob a alegação de que ele não seria isento para julgar o petista. Um detalhe chamou a atenção da defesa do ex-presidente. Gebran Filho, responsável por analisar a questão, é amigo pessoal de Moro. Por isso, os advogados de Lula pediram também o seu afastamento. Gebran e Moro se conheceram durante o curso de pós-graduação na Universidade Federal do Paraná. O desembargador chegou a agradecer o colega em um de seus livros: “Desde minhas primeiras aulas no curso de mestrado encontrei no colega Sérgio Moro um amigo”.

Outros pedidos da defesa de Lula indeferidos pelo TRF4 foram o adiamento da oitiva do ex-presidente, a realização de novas diligências que atrasariam a sentença, e até mesmo gravação em vídeo do depoimento do petista a Moro no mês do maio, com equipamento próprio. Somam-se a esses reveses uma série de outras apelações consideradas protelatórias pelo Tribunal.

Mas outro petista teve mais sorte no TRF4, pelo menos em um dos processos: em 27 de junho os desembargadores da Corte, por dois votos a um, absolveram o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, que havia sido condenado a 15 anos e quatro meses de prisão por Moro. Outras quatro condenações contra Vaccari impostas por Moro ainda aguardam uma decisão do TRF4.

O TRF4 costuma demorar mais do que Moro para tomar suas decisões, dependendo da quantidade de réus no processo. Até porque, diferentemente do magistrado de Curitiba, os desembargadores não atuam exclusivamente na Lava Jato. A absolvição de Vaccari pela Corte, por exemplo, demorou 22 meses – ele foi sentenciado por Moro em setembro de 2015. No TRF4 celeridade não é necessariamente algo positivo para o condenado: o ex-diretor da Petrobras e delator Nestor Cerveró teve seu recurso apreciado em cinco meses. O desembargador Gebran Neto não apenas indeferiu o pedido da defesa, como ainda deixou a sentença de Moro mais severa. O relator da Lava Jato no TRF4 é tido como um magistrado severo: ele negou pedidos de habeas corpus do empreiteiro Marcelo Odebrecht, do pecuarista José Carlos Bumlai, de Paulo Okamoto, diretor do Instituto Lula e do ex-deputado Eduardo Cunha, dentre outros réus da Lava Jato.

Há um alento, por ora, para Lula. Dois dos três juízes que participaram da decisão do Tribunal de Porto Alegre que favoreceu o ex-tesoureiro Vaccari votaram para reverter sua sentença por acreditar que não havia provas suficientes no processo, construído basicamente sobre delações premiadas. Apenas o relator, Gebran Neto, referendou a decisão de Moro. Para Cristiano Zanin Martins, um dos advogados do ex-presidente, este é o caso da acusação envolvendo o tríplex, na qual, de acordo com ele, faltam provas e sobram ilações feitas por delatores e procuradores federais. com ElPaís