Estudante frauda histórico escolar para cursar enfermagem em Ribeirão

Uma mulher de 24 anos, moradora de Mauá, com o objetivo de garantir benefício do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) se matriculou em uma escola de enfermagem em Ribeirão Pires e entregou na referida unidade de ensino documentos falsos de seu histórico escolar.

A denúncia foi feita na Delegacia de Polícia na última quarta-feira, 08 de agosto por uma representante da escola de enfermagem.

Conforme o relato, a direção da escola de enfermagem, em verificação de praxe, consultou a escola a qual constava no documento apresentado pela estudante e foi constatado que a mesma não concluiu o curso na referida escola.

O Boletim de Ocorrência foi registrado com natureza de “uso de documento falso” sob o nº 2933/2018

Deixe uma resposta