Renato Foresto diz que Saulo e Kiko são farinha do mesmo saco e que questão do Tomógrafo é só mais um escândalo da dupla

O ex-vereador Renato Foresto disse ao Repórter ABC que Saulo Benevides e o prefeito Kiko Teixeira são farinha do mesmo saco e que ambos maltratam a população de Ribeirão Pires.

“Isso (o caso do tomógrafo encontrado) é somente mais um escândalo gestado por dois incompetentes que não sabem administrar coisa alguma”, disse na oportunidade.

Autor da solicitação de emenda parlamentar ao deputado Federal Vicentinho (PT) disse que a comparação de Saulo Benevides com Kiko Teixeira é inevitável uma vez que o atual governo está lotado de ex-assessores do governo anterior.

“Me causa muita estranheza que um governo não saiba o que tem como patrimônio. Uma simples dona de casa sabe muito bem oque tem na dispensa e esses prefeitos querem sempre jogar a culpa de suas responsabilidades nas costas dos outros”, argumentou Foresto.

A questão em que o ex-vereador trata, é sobre o aparelho de tomógrafo encontrado nesta quarta-feira (20)nas dependências das UPA.

“Será que vão agora ficar no jogo de empurra na tentativa de fugirem a sua responsabilidade. Em 2013 quando assumi cargo de vereador recebemos a primeira UPA da cidade que foi financiada pelo governo Federal. Foi equipado e mobiliado. Será que passados 7 anos ninguém sabia da existência desse tomógrafo”.

Ainda em sua fala, Renato Foresto disse que o governo de Kiko Teixeira tem em seu quadro de comissionados Koiti Takaki que foi secretário de Saúde no início do governo Saulo Benevides. Muito estranho isso tudo! Como vão explicar isso? Este governo está cheio de nomes que compunham o governo Saulo”, frisou.

Renato Foresto, chamou a atenção da população para que fique mais atenta ao que acontece na cidade.

“Passa por momentos muito delicados na nossa história. Não tínhamos estrutura suficiente para ofertar um sistema de saúde digno para a população. Foi com a entrega da UPA no final de 2012 que se avançou um pouco. Quando o Saulo assumiu em 2013 ele paralisou as obras do Hospital municipal. Eu, disposto a colaborar, pedi emenda para a compra de um tomógrafo. Não sabíamos da existência do equipamento. Foram R$ 661 mil que poderiam ser utilizados em outras necessidades. Só espero que o Kiko e o Saulo não inventem desculpas, que tentem explicar que não sabiam de nada. Espero que assumam as suas incompetências e que sejam honestos”, argumentou.

Como representante do deputado Federal Vicentinho na cidade fiz contato com ele para deixa-lo a par do que está consciente. O Vicentinho está chateado com o que esta se passando. Recentemente foram destinados mais recursos para ajudar na saúde e não vamos permitir que essa bagunça continue”, concluiu.

Deixe uma resposta