Vítimas de estelionatária de Santa Rita de Cássia registram Boletim de Ocorrência

Ao menos três pessoas que foram vítimas de uma estelionatária registraram Boletim de Ocorrência contra uma mulher que reside no município de Santa Rita de Cássia e trabalha como recepcionista no Hospital Santa Rita administrado pelas Obras Assistenciais Irmã Dulce.

Segundo as informações recebidas pelo Jornal Acontece, que recebeu três Boletins de Ocorrência, sendo um de Brasília e dois de Santa Rita de Cássia acusam a mulher de ter praticado estelionato e charlatanismo.

Segundo as vítimas a acusada se passava por uma suposta  vidente com o pseudônimo de “Trycia” que oferecia serviços espirituais e que prometia fazer revelações e em troca dos supostos serviços de vidência fazia cobrança em dinheiro. A Polícia investiga o caso e já tem sob o seu conhecimento uma conta aberta no Banco do Brasil em nome de um homem, possivelmente um comparsa de Trycia.

Ainda não se sabe a quantidade de pessoas que caíram no golpe, nem os valores em dinheiro que foram arrecadados, mas segundo os boletins de ocorrência, valores entre R$ 600 e R$ 1.000 foram depositados na conta do Banco do Brasil. Segundo uma das vítimas relatou ao Jornal Acontece, um suposto advogado de Trycia entrou em contato propondo acordo mas que até o momento nada foi resolvido. Segundo ainda informou, “a página do Facebook onde Trycia divulgava o seu suposto trabalho de vidência foi retirado do ar logo após os Boletins de Ocorrência foram sendo registrados.

Nas redes sociais(whatsapp) uma suposta imagem de Trycia está sendo distribuída com o objetivo de alertas possíveis novas vítimas e pedindo a prisão dos envolvidos no golpe.

Deixe uma resposta