Fake News: documento da PF sobre prefeito de Embu circula em Mauá com o nome de Atila

Um documento da Polícia Federal destinado ao vice-prefeito de Embu das Artes, Peter sobre o indiciamento do prefeito, Ney Santos foi grosseiramente falsificado em Mauá usando o nome do prefeito, Atila Jacomussi (PSB).

O Repórter ABC encaminhou o documento a Superintendência da Polícia Federal em São Paulo questionando a autenticidade do ofício.

Conforme pode-se observar, no documento que vai assinado pela delegada Karina Murakami Souza é de fácil percepção que as caixas de fontes são diferentes.

Conforme a matéria da Gazeta de São Paulo (ver matéria aqui), o documento é direcionado ao vice-prefeito de Embu das Artes, Peter. Na comparação, é possível notar que o mesmo documento foi alterado colocando data, nome do prefeito de Mauá e a palavra “vice-prefeita”.

O documento circulou nos grupos de Whatsapp e em páginas de Facebook de diversos municípios do ABC Paulista Mauá.

Em sua página nas redes sociais o prefeito de Mauá, Atila Jacomussi disse: “A mentira não vence a verdade e o medo não vence a nossa coragem”. Acompanhe o post abaixo.

Documento original

Documento adulterado

Deixe uma resposta