Prefeitura de Ribeirão emite Nota Oficial sobre Bebê nascido no banheiro do Hospital e Maternidade São Lucas

A prefeitura de ribeirão Pires emitiu no início da tarde desta sexta-feira (20) Nota Oficial sobre o caso da Bebê nascida no banheiro do Hospital São Lucas.

Conforme publicação do Repórter ABC – ver aqui – uma mulher de origem humilde se dirigiu ao Hospital São Lucas e em função de estar com precárias condições de higiene deu a luz a uma criança do sexo feminino. Áudio recebido por nossa redação apresenta um homem que relata a situação e solicita a autoridades municipais urgência de apoio a mulher.

Na nota da prefeitura é dito que a mulher era paciente já era conhecida da Unidade de Saúde uma vez que deu entrada no Hospital e Maternidade São Lucas no dia 19 de novembro desse ano, já em gestação, para o tratamento de infecção urinária, e evadiu-se do local.Na Nota oficial é expresso que a mulher de 20 anos é dependente química e chegou ao local sob o efeito de drogas, o Conselho Tutelar de Ribeirão Pires foi acionado e o quadro de saúde da mãe e do bebê é estável.

Leia abaixo a Nota Oficial da Prefeitura de ribeirão Pires

“A Prefeitura de Ribeirão Pires esclarece, em relação ao parto de bebê em banheiro do Hospital e Maternidade São Lucas, que a paciente deu entrada na unidade municipal por volta das 19h dessa quinta-feira, dia 19. De acordo com prontuário de atendimento, a paciente, M.K.C., de 20 anos, chegou ao hospital sob efeito de drogas, “em quadro de intensa agitação neuropsicomotora”.

De acordo com histórico médico, a paciente “se trancou no banheiro da recepção do pronto atendimento. Encontrava-se em trabalho de parto e, ao permitir a entrada da equipe, em trabalho de parto expulsivo, deu à luz à recém-nascido, no mesmo local”.

Imediatamente após o parto, equipe do Hospital e Maternidade São Lucas encaminhou o bebê, que nasceu por volta de 39 semanas de gestação, para o atendimento neonatal. A mãe também recebeu atendimento. Ambos estão tendo acompanhamento pós-parto na unidade municipal de Ribeirão Pires. O quadro de saúde da mãe e do bebê é estável. 

O Conselho Tutelar de Ribeirão Pires foi acionado pela Prefeitura para a apuração e encaminhamentos do caso. 

Cabe frisar que a paciente M.K.C. deu entrada no Hospital e Maternidade São Lucas no dia 19 de novembro desse ano, já em gestação, para o tratamento de infecção urinária, e evadiu-se do local”.

Deixe uma resposta