Rato é visto por Kiko como “Plano B” capaz de minar Roncon e neutralizar Amigão D’orto. Aarão chama Kiko de traidor

O prefeito Kiko Teixeira cumprimenta Rato Teixeira – com Flávia Dotto ao centro – olhando nos olhos em ato político na manhã deste sábado (25)

Os Bastidores da Política de Ribeirão Pires estão aquecidos com movimentações no seio do Paço Municipal.Corre entre gabinetes e corredores de que o prefeito Kiko Teixeira despertou sobre o seu sobrinho, Rato Teixeira (PTB), uma olhar especial.

Segundo as fontes, diante de um cenário desfavorável, com alta rejeição, erros políticos e administrativos – que vem refletindo em nomes de prefeitáveis governistas – e o franco crescimento de aceitação popular das oposições, Kiko estuda lançar o presidente da Câmara como candidato a prefeito. Conforme a informação o objetivo do prefeito é neutralizar o vereador oposicionista Amigão D’orto (PTC) e minar as intenções de seu vice, Gabriel Roncon (PTB).

Rato Teixeira (PTB) foi consultado se o mesmo teria essa disponibilidade e desejo, mas que declinou demonstrando intensão de buscar uma reeleição no parlamento.

Ainda nesta semana de muito debates, articulações e estratégias políticas, não faltou uma bomba. O irmão do alcaide da Estância, senhor Aarão Teixeira em debate acalorado com um comissionado em um grupo de Whatsapp pediu para que não provocassem a sua língua. Ainda no áudio vazado ao Repórter ABC, Aarão insinuou que Kiko é traidor e afirmou que conhece muitas histórias, inclusive em seu sítio. Em outro trecho diz que Rato não era para ser eleito vereador e que o foco de Kiko Teixeira era eleger Jorginho.

Acompanhe abaixo o áudio

Deixe uma resposta