Neo sonega impostos que somam mais de R$ 500 mil em FRP. Os recursos poderiam ser utilizados na área social

O ex-prefeito e candidato a prefeito em Formosa do Rio Preto, Neo Afonso (PSD) deu o calote aos cofres públicos da cidade em R$ 544.188,51 (quinhentos e quarenta e quatro mil cento e oitenta e oito reais e cinquenta e um centavos).

A dívida refere-se a sonegação dos pagamentos de IPTU, ISS e outros tributos de imóveis de propriedade do candidato.

Formosa do Rio Preto é uma cidade com recursos financeiros limitados e esse grande valor devido poderia ser utilizados em diversas ações a exemplo da compra de cestas básicas, pagamento de auxílios de bolsa família municipal, instalação de sistema de água na zona rural, saúde dentre outra importantes ações.

Caso o candidato a prefeito Neo pagasse o total da dívida (R$ 544.188,51), seria possível por exemplo, pagar 530 salário mínimos que em 2020 está fixado em R$ 1.045,00. Poderiam ser gerados em Formosa do Rio Preto 44 novos empregos durante os 12 meses do ano.

Formosa está perplexa com o fato do ex-prefeito e atual candidato, Manoel Afonso de Araújo (NEO) sonegar aos cofres públicos do município

O candidato Neo é pessoa de boas condições financeiras e , não mora na cidade e não tem funcionários, suas empresas poderiam gerar emprego e renda para moradores que sofrem o flagelo do desemprego.

Em declaração de bens apresentada a Justiça Eleitoral consta que Neo tem residencia de alto para na capital de Salvador, avaliada em R$ 515.000,00, valor quase suficiente para saldar suas dívidas com Formosa do Rio Preto.

Neo declarou ainda a justiça ter mais de R$ 1.125.000,00 em fazenda e imóveis, além de automóveis e dinheiro em caixa. O patrimônio total do ex-prefeito é de R$1.909.600,00, conforme pode-se verificar abaixo na declaração disponibilizada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O Caso de política tentou contato com o candidato, mas não obteve exito até o fechamento desta reportagem.

Deixe uma resposta