Aos amigos, tudo; aos inimigos, os rigores da lei.

A frase do título é atribuída a Maquiavel e a Getúlio Vargas. Continua válida nas diversas instâncias do poder no Brasil.

Tanto no âmbito do Supremo Tribunal Federal, como na primeira instância da Justiça Federal, sob a responsabilidade do juiz Sérgio Moro, será declarado segredo de justiça e sigilo absoluto. Sempre com o apoio descarado do Ministério Público.

O motivo para tal atitude exótica seria por acaso o fato dos atuais governantes, comodamente instalados no Palácio do Planalto, estarem relacionados?

Gnus: tranquilos com o sigilo de justiça na delação da Odebrecht

Quando foi para vazar a escuta ilegal da conversa da presidente da República, Dilma Rousseff, com o ex-presidente Lula da Silva, aconteceu em menos de 24 horas.

A ilação óbvia é de que o capricho e as sutilezas dos golpistas são semelhantes ao comportamento de uma manada de gnus assustados numa loja de cristais.

Deixe uma resposta