Assassino de Júlia Beatriz é preso pela Polícia.

Foi preso no último dia 24 de maio, Paulo Cesar Alves de Oliveira, vulgo Novo, acusado de em 28 de janeiro de 2018 ter assassinado com diversos golpes de faca, a estudante Júlia Beatriz, com apenas 17 anos.

Desde o trágico assassinato, nas ruas de Ribeirão Pires, uma grande operação foi montada entre as polícias Civil, Militar e a Guarda Civil Municipal (GCM) da Estância para prender o suspeito de ter assassinado covardemente a estudante.

No momento de sua prisão, após ser abordado por Policias Militares na avenida Brigadeiro Luiz Antônio, Bela Vista – São Paulo, o acusado pelo homicídio não portava documentos pessoais de identificação e tentou enganar os policiais passando informações divergentes sobre a sua real identidade. Conduzido ao distrito policial e após pesquisa, verificou-se que o mesmo era procurado da justiça, constando um mandato de prisão datado de 29 de janeiro de 2018 expedido pela 1ª Vara da Ribeirão Pires. O acusado se encontra preso no CDP de Pinheiros a disposição da Justiça.

Relembrando o caso

A estudante foi covardemente assassinada, ela completaria 18 anos em 16 de junho

Sua última aparição que se tinha conhecimento foi em 27 de janeiro, no centro de Ribeirão Pires, portando uma mochila nas costas, encarava Júlia Beatriz, seu namorado e uma outra adolescente. O trio de jovens seguiu para o Terminal Rodoviário para pegar um ônibus com destino a Vila Suíssa, onde mora o namorado de Júlia Beatriz. Ao se aproximarem da residência, Paulo Cesar já os aguardava com uma faca nas mãos e com atitude ameaçadora. Os três correram, sendo Júlia Beatriz alcançada enquanto descia por um escadão onde levou a primeira facada na região da nuca, logo em seguida foram desferidos golpes que perfuraram o seu tórax e costas. Os outros dois jovens conseguiram se salvar e o assassino empreendeu fuga a pé.

Ainda que gravemente ferida, Júlia Beatriz, em seus últimos suspiros de vida, conseguiu chegar e adentrar a casa de sua sogra, onde foi acionado o socorro pela vizinhança, onde equipe dos bombeiros e Samu a encontraram desacordada, realizaram procedimentos de reanimação. Júlia Beatriz não resistiu e veio a óbito.

Júlia Beatriz Nascimento Souza completaria 18 anos em 16 de junho próximo e foi sepultada na manhã do dia 29 de janeiro, as 9h no Cemitério Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires.

Uma resposta para Assassino de Júlia Beatriz é preso pela Polícia.

  1. Alexsandre José Carlos Carvalho da silva disse:

    Graças à Deus que prenderam esse assassino e que a justiça seja feita

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.