Bahia é o segundo estado em servidores não concursados


A Bahia tem 9.240 servidores comissionados – cargos de livre nomeação – que não fizeram concurso para entrar na administração pública. O número coloca o estado em segundo lugar no ranking desse tipo de nomeações. Ao todo, há 105,5 mil funcionários não concursados nos 27 estados do país. Quase 10% deles estão em Goiás, líder do ranking com 10.175 servidores nesta situação.

Ao se avaliar os resultados pelo tamanho da população, Rondônia e Distrito Federal saltam para a liderança, com 937 e 263 cargos por 100 mil habitantes, respectivamente.
De acordo com o jornal o Estado de S. Paulo, oito governadores do PSDB controlam, em conjunto, 37,6 mil cargos ocupados por servidores não concursados. Os quatro governadores do PT têm 23 mil vagas deste tipo. Em seguida, aparecem os quatro do PMDB, com 21,6 mil.
Os dados correspondem ao ano de 2012 e fazem parte da primeira pesquisa completa sobre a estrutura burocrática dos Estados, realizada pelo IBGE. Se todos os 105 mil funcionários que não fizeram concurso se reunissem, nenhum dos estádios da Copa do Mundo de 2014 teria capacidade para acomodá-las.
O número de funcionários subordinados aos gabinetes dos governadores ou às secretarias de Estado sem concurso chega a 74.740. Outros 4.445 servidores ocupam cargos de confiança no governo federal. Nos Estados, a proporção chega a 2,8%, segundo o Estado de S. Paulo.
Na administração indireta dos governos estaduais, formada pelas autarquias, fundações e empresas públicas, há outros 30.809 servidores comissionados não concursados.
O levantamento foi divulgado pela primeira vez pelo IBGE, mas desde 2001 o instituto avalia a estrutura burocrática dos municípios. A pesquisa de 2011 mostrou que as 5.565 prefeituras do país abrigam 506 mil servidores sem concurso.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.