Bahia: Estado tem até quinta-feira (13) para impedir tomada de terras


Minas Gerais, Goiás, Piauí e Tocantins disputam terras da Bahia

Representantes dos estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Piauí negociam na justiça, terras que pertencem à Bahia, mas que podem ser redistribuídas a partir de quinta-feira (13), quando termina o prazo do Supremo Tribunal Federal (STF) para que o acordo entre os estados seja firmado. Na Bahia, os municípios de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto, no oeste, são as três cidades que podem perder parte importante de suas terras.
A divisa do oeste da Bahia com os outros estados é feita com base nos limites da Serra Geral, cálculos que são questionados pelos demais estados. Por encomenda da justiça, o Exército realizou um novo traçado, onde a Serra não é mais utilizada como demarcador, e sim os limites do mar, o que faria com que os três municípios baianos perdessem 108 mil hectares de terra, uma área maior que a capital, por exemplo, que tem 69 mil hectares. A disputa pelas terras está na justiça desde 1986.
A região onde acontece a disputa de terra tem um dos hectares mais valorizados do estado, que chega a valer R$ 15 mil reais o hectare. Na região, que é plana e tem bons índices pluviométricos para a agricultura, é cultivado soja, milho e pecuária de corte, frutas e café.

Deixe uma resposta