Bailarino clássico de Ribeirão Pires conquista bolsa de estudos nos Estados Unidos.

Desde muito jovem, Taiguara Goulart é apaixonado pela dança. Hoje com 17 anos, sempre acompanhou atentamente sua irmã que fazia aulas de ginástica rítmica.

“Eu tinha aproximadamente 11 anos, quando a iniciei aqui em Ribeirão a dançar ainda de forma descompromissada e sempre pesquisando na internet sobre a dança e me exercitando em casa. A dança tomava conta de mim, mas foi com 14 anos que me bateu uma verdadeira inspiração para a dança e me matriculei com o apoio de meu pai num curso de Jazz”.

Segundo Taiguara, no ano de 2013, o ballet clássico entrou em sua vida definitivamente para ficar. “Agradeço muito a minha professora da época que me ensinou além do Jazz, também muita coisa sobre o ballet clássico. Foi a partir daí que comecei a me inscrever em competições onde conquistei diversas premiações”, disse o bailarino.

Entre os eventos em que participou, Taiguara Goulart destaca o “Festival de Danças da Promoart” que aconteceu na cidade de Santos em 2014 onde galgou a 1ª colocação onde posteriormente se apresentou na “Gala dos Campeões”, evento que reúne bailarinos campeões de diversas modalidades.

Taiguara ressaltou ainda a sua participação YAGP – Brasil (Youth American Grand Prix), evento internacional de dança que aconteceu na cidade paulistana de Indaiatuba. Nos anos de 2014 e 2015, ainda que eu tenha obtido classificação, consegui boa bagagem, pois fiz aula com renomados profissionais da dança a exemplo de Toshie Kobyashi.

O meteórico bailarino, recentemente participou de evento na cidade de Santo André organizado pelo Instituto Passo de Arte onde foi solista no Teatro Municipal da cidade.
Nesse evento, consegui a melhor colocação sendo julgado como melhor bailarino da noite e destaque no evento o que me abriu a possibilidade de uma vaga no YAGP Brasil que teve final em Indaiatuba no Inal de julho deste ano.

Mas foi em 18 de julho, em Brasília, que Taiguara durante um seminário de dança conseguiu a sua maior premiação.

“Esse seminário é um dos mais importantes eventos de dança do país, pois conta com professores das mais diversas nacionalidades. Lá eu tive boas avaliações e conquistei duas bolsas de estágio sendo uma de três meses na Suíça e outra de oito meses junto a conceituada Companhia de Ballet de Sarasota na Flórida, a qual escolhi”, argumentou.

Questionado sobre os benefícios da dança em sua vida, Taiguara foi objetivo. “A dança me fez uma pessoa melhor em diversos aspectos como na disciplina, raciocínio bem como melhorou na sua sociabilidade”, disse.

O bailarino também fez crítica sobre o apoio dado à dança e aos bailarinos. Infelizmente, aqui no Brasil não há apoio para a dança e com isso muitos talentos podem estar sendo desperdiçados. “Para que eu pudesse participar dos diversos eventos de dança tive que contar com imensos esforços de meus pais que sempre me apoiaram”, alfinetou.

_DSC1740

Para o pai e incentivador de Taiguara, Gerson Goulart, mais conhecido como professor Gelão, a trajetória de seu filho é um imenso motivo de orgulho. Me sinto muito feliz como pai por ver que aquilo que parecia ser somente uma atividade hoje se tornar uma profissão e isso muito me alegra por ver o Taiguara se realizando e praticando aquilo que realmente ele gosta”, disse o professor Gelão.

Deixe uma resposta