Câmara autoriza retorno de jornada de 40 horas para comissionados e extingue passagem a R$ 1,00 aos domingos e feriados.

A Câmara de Ribeirão Pires aprovou durante a sessão desta terça-feira (14), o aumento da jornada dos servidores comissionados em 15%. Com a decisão, o prefeito, o vice-prefeito, secretários, secretários adjuntos e os cargos nomeados passam obrigatoriamente a cumprir jornada semanal de 40. Anteriormente a jornada semanal era de 34 horas.

Pelo voto dos edis, a medida anterior ficou anulada, quando o ex-prefeito Saulo Benevides, em julho de 2015 com o intuito de contensão de gastos, reduziu a jornada de 200 servidores sendo: 179 funcionários comissionados e 20 secretários, o prefeito e vice foram afetados com a medida.

A economia mensal com as reduções da jornada e consequentemente das remunerações foi de R$ 137.419,00.

Em outra votação, os vereadores extinguiram a passagem à R$ 1,00 aos domingos e feriados para quem se utilizasse do transporte municipal de Ribeirão Pires para o lazer e se deslocar para o comércio. Inaugurada em 06 de dezembro de 2015 quando a passagem normal custava a época R$ 3,50.

Atualmente o valor foi elevado para R$ 3,80 sendo que ainda no mês de maio de 2016, o juiz Walter de Oliveira Junior concedeu liminar a pedido da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires (Aciarp) contra a Prefeitura de Ribeirão Pires que baixou decreto reajustando o valor da tarifa de transporte urbano no município, estabelecendo tarifa diferenciada para o cálculo do benefício do vale-transporte, fixando o valor de R$ 4,10 e mantendo para os demais usuários pagantes a tarifa geral de R$ 3,50.

Tentamos sem sucesso um contato com o prefeito Kiko para ouvirmos seus esclarecimentos acerca das propostas ora aprovadas pela Casa de Leis. Fontes próximas ao Paço nos afirmam que a intenção do executivo é se utilizar das economia com o subsídios da passagem para investir no setor da saúde.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply