Camping de Ribeirão Pires será reaberto somente em meados de 2.020.

O Camping de Ribeirão Pires, fechado a visitações desde o ano de 2015 em função de obras do Teleférico tem previsão de reabertura ao público somente para o meio de 2.020. A informação é feita pela prefeitura de Ribeirão Pires em resposta a questionamento feito vereador Amigão D’orto (PTC).

Segundo o Paço “O prazo para início da obra dependerá da data da aprovação do projeto no Estado. Após a aprovação do Estado, a prefeitura deverá levar aproximadamente 90 dias para realizar os procedimentos licitatórios. O prazo que estimamos para a conclusão da obra após a emissão da ordem de início é de 24 meses”.

Dado relevante é que em função de ausência de equipamentos e espaços que fomentem o turismo na cidade, Ribeirão Pires pode perder o título de Estância Turística. Título este, concedido ainda no ano de 1997. Outros pontos negativos na cidade, são irregularidades encontradas em sinalizações antigas, acessos difíceis, problemas na área de atendimento à saúde e pontos turísticos fechados, como é o caso do Camping Localizado dentro do Parque Milton Marinho de Moraes.

Recentemente, cumprindo exigência do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (DADE), a prefeitura de Ribeirão Pires iniciou o desenvolvimento de um Plano Diretor de Desenvolvimento Turístico.

O projeto do Teleférico que ligaria o Mirante Santo Antônio, com escala no Complexo Airton Sena, foi alvo de grande polêmica durante a gestão do ex-prefeito Saulo Benevides, tinha financiamento e apoiamento de 100% dos governos Estadual e Federal sendo que o município não faria desembolso de recursos. O referido projeto foi abortado por questões de redirecionamento político.

Amigão d’orto em vistoria ao Camping: “Situação triste!”

O vereador amigão D’orto, que fez diversas visita ao parque, procurado por esta reportagem, disse lamentar a lentidão burocrática para se encontrar soluções ao parque e ao município.

“O Camping sempre foi um local de sociabilidade para todos nós que moramos aqui. Não posso deixar meu descontentamento com o que está acontecendo. Nossa cidade está carente de muitas coisas, dentre elas a falta de espaços públicos, de cultura e de lazer. Quando questionei a prefeitura sobre o Parque, atendi a grande número de solicitações de munícipes que ansiosamente aguardam a reabertura do local. Infelizmente as notícias não são as melhores e como fui oficialmente informado, se a burocracia não atrapalhar ainda mais em 03 anos a população poderá voltar a frequentar o Camping”, disse.

Deixe uma resposta