Category Archives: Política

Amigão D’orto solicita base da GCM na Quarta Divisão

O vereador Amigão D’orto (PTC), atendendo solicitação dos moradores da Quarta Divisão em Ribeirão Pires, solicitou na última quarta-feira (18) a instalação no bairro de uma base da Guarda Municipal.

No ofício encaminhado à Secretaria de Segurança Pública, o parlamentar argumenta que a Guarda vem desempenhando trabalho de excelência no município e que uma base na localidade atenderá uma reivindicação da comunidade local.

“Tenho sido procurado por diversos moradores da Quarta Divisão em meu gabinete cobrando maior atenção em segurança. Os munícipes alegam que há grande número de crimes no bairro e uma base da GCM trará maior segurança”, justificou o edil.

Segundo ainda Amigão D’orto, “a Guarda Municipal vem desempenhando relevantes serviços em Ribeirão Pires e acredito que o pleito dos moradores da Quarta Divisão é de extrema procedência”, concluiu o parlamentar.

Enquetes e sondagens eleitorais estão proibidas desde sexta-feira passada

A realização de enquetes e sondagens sobre as Eleições 2018 está proibida desde à última sexta-feira (20). A Resolução TSE nº 23.549/2017 define como enquete ou sondagem “a pesquisa de opinião pública que não obedeça às disposições legais e às determinações previstas” na própria norma. Ou seja, são levantamentos que não atendem a requisitos formais e a rigores científicos.

Até as eleições municipais de 2012, as enquetes e sondagens podiam ser realizadas, desde que sua divulgação estivesse condicionada à informação clara de que se tratava de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostragem científica. Com a mudança determinada pela Lei n° 12.891/2013, foi acrescentado o parágrafo 5º do artigo 33 na Lei n° 9.504/1997 (Lei das Eleições) com a seguinte redação: “É vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.

Pela Resolução TSE nº 23.549/2017, esse tipo de levantamento deve ser punido com o pagamento de multa prevista no parágrafo 3º do artigo 33 da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições), independentemente da menção ao fato de não se tratar de pesquisa eleitoral.

Pesquisa eleitoral

Enquete ou sondagem eleitoral não corresponde a pesquisa eleitoral. Enquanto a pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz sondagem da opinião dos eleitores sem atender aos requisitos formais, como segmentação dos entrevistados, metodologia, valor e origem dos recursos despendidos no trabalho, entre outros (Lei nº 9.504/1997, art. 33, I a VII, e § 1°).

As pesquisas sobre as Eleições 2018 podem ser realizadas desde o dia 1º de janeiro. Para tanto, devem ser cadastradas no tribunal eleitoral ao qual compete fazer o registro dos candidatos, com no mínimo cinco dias de antecedência da divulgação.

No registro devem constar as seguintes informações: quem contratou a pesquisa, valor e origem dos recursos gastos, metodologia e período de realização, plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área física de realização do trabalho a ser executado, intervalo de confiança e margem de erro, com a indicação da fonte pública dos dados utilizados, sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo, questionário completo aplicado ou a ser aplicado, nome de quem pagou pela realização do trabalho e cópia da respectiva nota fiscal, entre outras (artigo 2º da Resolução TSE nº 23.549/2017).

Em caso de descumprimento a algum desses critérios, a resolução do TSE impõe pagamento de multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00. Já a divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime punível com detenção de seis meses a um ano e pagamento de multa nos mesmos valores já citados.

As pesquisas registradas podem ser consultadas no site do TSE, na opção Eleições 2018 > Pesquisas Eleitorais. Nesse link, estão disponíveis as informações de cada pesquisa de acordo com o município registrado. É possível fazer a busca pelo nome da cidade.

Como as convenções partidárias para escolha de candidatos podem ser realizadas a partir desta sexta-feira (20), a data de hoje também é o marco para que, conforme forem publicados os editais de registro de candidatos, os nomes de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido constem em lista apresentada aos entrevistados durante a realização das pesquisas. É o que determina o artigo 3º da TSE nº 23.549/2017.

UBS do Sítio Maria Joana realiza diversas ações neste sábado (21)

Dois meses após inaugurar uma moderna unidade de saúde no Sítio Maria Joana, a Prefeitura Municipal de Rio Grande da Serra através das Secretarias de Saúde, Cidadania e Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico e Turístico realiza uma série ações próximo sábado, 21 de julho.

Segundo informa a Prefeitura, “o objetivo desta ação é levar a população serviços disponíveis de segunda a sexta-feira estendendo também aos sábados.

Na área da saúde os munícipes terão acesso aos seguintes serviços: Pesagem do Bolsa Família; busca ativa de hipertensos e diabetes; coleta de papanicolau; Orientações para Saúde Bucal; atualização da carteira de vacinação.

Já na área social haverá a “Ação Cabide Solidário”, onde a população poderá realizar doações de roupas e calçados. As pessoas que necessitam poderão escolher as peças de acordo com suas preferências e gostos pessoais.

Outros serviços que será disponibilizado, será a emissão de carteira profissional e inscrição para o time do emprego. Além dos serviços disponíveis também haverá recreação para as crianças com brincadeiras e gincanas.

A UBS do Sítio Maria Joana fica na Rua Quatro, nº 45 e o atendimento será das 9h às 14h. Contamos com a presença da população.

Vereador Amaury Dias apresenta balanço de atividades do primeiro semestre de 2018

Eleito pelo PV – Partido Verde, o vereador Amaury Dias apresentou o resultado do primeiro semestre de 2018 da atuação na Câmara Municipal de Ribeirão Pires, onde vem cumprindo seu papel de legislador e propondo ações ao Executivo Municipal que visam à melhoria da qualidade de vida do cidadão ribeirãopirense.

O Blog Caso de Política observa atentamente o trabalho legislativo municipal do vereador no primeiro semestre deste ano, e percebeu desde o primeiro dia, que o parlamentar assume uma postura diferenciada e de destaque na luta para combater a desigualdade social e trabalhar em prol da coletividade, e acima de tudo, legislar com honestidade, seriedade, lealdade e ética.

De acordo com o vereador Amaury Dias, “as esferas da administração pública – legislativo, executivo e judiciário – precisam desenvolver formas para avaliar o desempenho, analisar o resultado alcançado, discutir as demandas e assim, gerar uma previsão de suas próximas ações. Assim como no setor privado, é necessário um olhar crítico e vontade de aprender, pois só assim, é possível ter uma gestão pública efetiva e que gere resultados para a população”.

Além de sua atuação na tribuna da Câmara Municipal sempre com um discurso firme e concreto, o vereador Amaury sempre caminha pelos diversos órgãos públicos propondo e cobrando melhorias nas áreas da saúde, educação, saneamento básico, infraestrutura, esporte e lazer. Ao todo foram: 9 Projetos de Lei, 189 ofícios, 1 indicação e 63 requerimentos.

Confira a seguir, algumas das atuações e proposituras do vereador, no primeiro semestre:

  • O vereador Amaury Dias em parceria com o deputado estadual André do Prado foram os articuladores para a implantação do Polo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) em Ribeirão Pires;
  • Amaury Dias conseguiu R$ 200 mil reais para a Saúde do Município através de emenda parlamentar e indicou que a verba seja utilizada para a aquisição de um aparelho de mamógrafo.

Projetos de Lei:

  • O vereador apresentou Projeto de Lei que dispõe sobre a colocação do CEP e nome do respectivo bairro nas placas indicativas de logradouros públicos da cidade;
  • Projeto de Lei que obriga a publicação da lista de espera de consultas e especialidades;
  • Projeto de Lei que propõe a colocação de Cardápio em Braile em estabelecimentos comerciais do município;
  • Projeto que propõe a criação do “Selo Empresa de Confiança;
  • Projeto que propõe a colocação de placa de atendimento prioritário para portadores de autismo;
  • Projeto de Lei que prioriza atendimento à autistas;
  • Projeto que cria o “Cartão de identificação Autismo”;
  • Projeto de Lei com o objetivo de que se normatize o Descarte de lâmpadas;
  • Projeto de Lei que obriga estabelecimentos bancários a implantarem sinalização tátil e áudio em caixas eletrônicos;
  • Projeto de Lei que dispõe sobre a proibição dos estabelecimentos do município oferecerem canudos de plástico comum.

Projeto do vereador Amigão D’orto que institui o “Programa de Horta Comunitária” é sancionado

O prefeito Kiko Teixeira (PSB) sancionou a Lei nº 6.261, de 15 de junho de 2018, que institui em Ribeirão Pires o Programa de Horta Comunitária. A informação foi publicada na edição desta terça-feira (17) do Diário Oficial Eletrônico do Município.

O Projeto de Lei (PL) é de autoria do vereador Amigão D’orto (PTC) e tem como objetivo fazer melhor utilização de mão de obra e áreas devolutas da cidade, cumprir a função social da propriedade, bem como incentivar a geração de renda complementar, a produção para o consumo próprio e a agricultura social, incentivar práticas sustentáveis e de respeito ao meio ambiente, servindo ainda como terapia ocupacional para homens e mulheres da terceira idade.

Para a implantação das hortas comunitárias vinculadas à Prefeitura, será levado em consideração a localização da área, realização de cadastro e consulta ao proprietário, em caso de terrenos particulares. A oficialização da área está a encargo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Segundo a Lei, cada área de cultivo poderá ser trabalhada individual ou coletivamente e o produto excedente das Hortas Comunitárias não poderá ser comercializado, podendo ser consumido livremente pelos moradores residentes no bairro onde se encontra a horta, bem como atender às entidades assistenciais estabelecidas no Município.

Prefeito Maranhão da ordem de início de pavimentação no Parque América

O prefeito Gabriel Maranhão (sem partido) autorizou neste sábado (14), o início do serviço de pavimentação da rua Guaratinguetá no Parque América.

A obra, trará economia de aproximadamente 64% uma vez que a mesma será calçada com paralelepípedos que estão sendo retirados de outras vias a exemplo das avenidas Guilherme Pinto e José Bello.

“A rua Guaratinguetá tem extensão de 460 metros e no total serão pavimentados 3.220 m² a um custo bem reduzido uma vez que a empresa responsável pela obra reduziu o seu preço significativamente”, disse Maranhão.

Para Leila da Silva de 36 anos, moradora na rua a mais de 10 anos, a pavimentação é uma verdadeira benção para os moradores.

“No período de chuva, é uma lama só! Fica muito difícil sair de casa e pisar no barro. Esse serviço é uma benção!” Leila Silva

“Moro nesta rua a 10 anos e a nossa situação não é das melhores devido ela ser de terra. No período de sol, tem muito pó e não tem que consiga deixar a casa limpa. Devido ao pó e comum termos ataques de espirro e alergias. No período de chuva, é uma lama só! Fica muito difícil sair de casa e pisar no barro. Esse serviço é uma benção!”, disse a moradora.

Outra moradora do bairro, Veridiana Lima, que já teve a sua pavimentada diz antes tinham que sair com sacos plásticos no pé.

“Tínhamos que sair com saco de plástico nos pés”, Veridiana Lima

“Antes, tínhamos que sair de casa com saco no pé, mas hoje minha rua é de paralelo e não temos mais a agonia e o medo de sair e se sujar”, agradeceu.

Recentemente, o Prefeito Gabriel Maranhão assinou convênio com o governador Márcio França onde serão investidos mais de R$ 40 milhões em rede de esgoto no Parque América e Oásis Paulista.

Ainda no Parque América, a prefeitura de Rio Grande da Serra já pavimentou as ruas: Paula Araújo Coelho, Casa Branca, Lins, Lorena, Marília Macedônia e Marechal Rondon. A Estrada do Rio Pequeno recebeu melhorias pavimentação asfáltica.

“Estamos conversando com o governador Márcio França para que o Estado libere mais R$ 18 milhões para executar obras e serviços na cidade. Outra questão importante que estamos tratando é da regularização dos lotes aqui do bairro e região. Estamos conversando com o Ministério Público para ver a situação. Queremos dar gratuitamente a escritura dos imóveis assim que o Ministério Público autorizar a prefeitura”, concluiu Gabriel Maranhão.

Gabriel Maranhão entrega moderna escola no bairro São João

O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), entregou na manhã do último sábado, uma moderna unidade escolar para a população residente no bairro São João.

A nova escola de educação infantil, EMEB Joaquim da Silva – Tio Kita – construída em três andares – tem capacidade para atender 160 crianças divididas em dois turnos e conta com elevador, berçário, fraldário, banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais, refeitório, playground com solário equipado com diversos brinquedos e piso de borracha.

“Como venho ressaltando desde o início deste meu segundo mandato, este é o momento de cuidar das pessoas. No primeiro mandato, tratamos de buscar recursos para melhorar a infraestrutura da cidade, agora nossas atenções estão voltadas no desenvolvimento educacional e cultural, especialmente de crianças e jovens. Trouxemos o projeto Guri que cuida da formação cultural e artística, reformamos o estádio municipal, adquirimos novo transporte escolar e estamos concentrando esforços para melhorar nosso sistema de saúde, mas não tenho dúvidas de que é investindo na educação que se forma cidadãos e se dá oportunidades”, disse Maranhão.

Segundo ainda disse o prefeito, a obra é uma antiga reivindicação dos moradores do bairro.

“Enfrentamos algumas dificuldades para a construção da Escola Tio Kita. Uma delas foi encontrar um terreno que atendesse requisitos mínimos a exemplo de documentação e espaço físico. O local que escolhemos não tinha bom tamanho, por isso decidimos fazer a escola com três andares. Me sinto muito feliz, pois tudo foi feito com muito carinho onde utilizamos material de primeira qualidade. Tudo pensado para oferecer aos aluninhos boas condições de aprendizado. Só tenho que agradecer, e em especial a Secretária de Obras, Sandra Malvese e a Secretaria de Educação e Cultura, Helenice Arruda.

Karen Silva, filha do senhor Kita, – que dá nome a escola – muito emocionada, falou dos bons momentos que viveu com seu pai e reconheceu a justa homenagem.

“Pai… essa semana fez nove anos que você se foi, a saudade é enorme! Sinto falta das bagunças, de suas palhaçadas… Infelizmente você não teve a oportunidade de conhecer alguns de seus netos… Com essa homenagem, queria muito que sentisse o abraço que não pudemos dar e o Eu Te Amo que não tive tempo de falar. De toda família Silva, agradecemos ao grande amigo, vereador Bibinho, o prefeito Gabriel Maranhão e a todos os familiares e amigos que compareceram, a nossa eterna gratidão”, disse Karen Silva.

Para Magna Maria Dantas e seu esposo Rodrigo Viana do Nascimento, a escola Tio Kita beneficiará em muito os pais de crianças do bairro São João.

Magna e Rodrigo, preenchendo matrícula para a pequena Mariane de 02 meses

“Estamos muito felizes em receber a escola Tio Kita no Bairro. Agora estamos mais tranquilos, pois temos onde deixar nossa filha Mariane de 2 meses em segurança e sabendo que ela será bem cuidada”, disseram.

Segundo a secretária de Educação, Helenice Arruda, Rio Grande da Serra está zerando a fila por vagas de creches.

Tínhamos a falta 25 vagas de creche na cidade! Com a inauguração da EMEB Tio Kita estamos zerando a fila de espera. As matriculas já estão sendo feitas e a escola tem plenas condições de iniciar imediatamente as atividades”, ressaltou Helenice Arruda.

Despensa cheia: Prefeito Gabriel Maranhão com a nutricionista Tamires Cristina Oliveira e o vereador Claudinho Monteiro

A prefeitura de Rio Grande da Serra, iniciou o ano letivo de 2018 com ampla reforma na escolas municipais que oferece merenda saudável, onde alunos que necessitam de dieta recebem merenda que é acompanhada por um nutricionista. A administração dispõem também de nova frota de transporte escolar adaptadas com acessibilidade aos estudante que necessitam de atenção especial.

Participaram do ato inaugural, a vice-prefeita, Professora Marilza, o presidente da Câmara Municipal, João Mineiro, os vereadores Bibinho, Jhol Jhol, Clauricio Bento, Silvio Menezes, José Carlos, o líder de Governo, Claudinho Monteiro, além dos Secretários Gilvan Mendonça, Israel Mendonça, Secretário de Segurança, coronel Renan Corte Brilho e a Secretária de Obras Sandra Malvese, bem como diversas lideranças políticas da cidade.

Prefeita Alaíde Damo amplia vagas gratuitas da Univesp

A prefeita interina de Mauá, Alaíde Damo, garantiu a ampliação de vagas para o Polo Mauá da Univesp. Agora mais de 1.600 mauaenses poderão cursar ensino superior de qualidade e de forma gratuita.

O Polo de Mauá da Univesp oferece os cursos de Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, Licenciatura em Matemática, Pedagogia, e Tecnologia em Gestão Pública. O vestibular aconteceu no dia 8 de julho no Polo de Mauá.

A Univesp é a maior universidade pública do Estado. O ensino oferecido é no modelo EAD (Ensino a Distância) e tem oferecido ensino superior a diversas pessoas em quase 300 municípios de São Paulo.

“Trabalhamos firme na ampliação das vagas da Univesp para garantir que o cidadão de Mauá tenha oportunidades, tenha acesso ao ensino superior de qualidade e gratuito”, pontuou Alaíde Damo.

Parceria com o Estado

Alaíde também assinou mais dois convênios com o governo do Estado de São Paulo. A ação favorece o setor de infraestrutura urbana e de geração de renda.

Mauá vai receber total de R$ 4 milhões para recuperação de vias. O recurso será entregue ao município em três parcelas. A primeira é de R$ 800 e as outras duas de R$ 1,6 milhão. A Prefeitura, inclusive, já preparou plano de trabalho estratégico para atender as principais vias da cidade.

O segundo convênio é uma parceria de cooperação institucional e foi realizado por meio da SUTACO (Subsecretaria de Trabalho Artesanal nas Comunidades). O acordo prevê ao cadastramento de artesões que moram em Mauá para garantir a inserção deles em feiras artesanais, exposições entre outras. Além disso, o convênio prevê a formação de agentes de cooperação, que serão facilitadores da relação do município com a SUTACO.

Vereador Amaury conquista verba para a compra de mamógrafo em Ribeirão Pires

O vereador de Ribeirão Pires, Amaury Dias (PV), conseguiu através de emenda parlamentar com o deputado Federal Márcio Alvino (PR), R$ 200 mil. Segundo informou o vereador, o recurso foi solicitado em dezembro de 2017 e já se encontra liberada para a prefeitura de Ribeirão Pires.

“O recurso foi solicitado em dezembro de 2017 em visita feita a Câmara dos Deputados e já se encontra a disposição do executivo municipal”, disse.

Segundo o vereador Amaury Dias, o mesmo orientou à administração municipal para que a verba seja utilizada para a aquisição de um mamógrafo.

“Todos os anos, especialmente os meses que antecedem o “Outubro Rosa”, – mês oficial de combate ao câncer de mama -, ocorre grande correria para a vinda da carreta do governo do estado para a realização de exames. Ter um mamógrafo em Ribeirão Pires representa um importante avanço na luta contra este mal oportunizando um diagnóstico precoce o que aumenta a chance de cura,” argumentou o edil.

Através de sua rede social, Amaury agradeceu o apoio do deputado Márcio Alvino.

“Me sinto imensamente feliz pela conquista. Tenho certeza de que haverá o devido reconhecimento do deputado Federal na cidade e que essa verba será bem utilizada priorizando a compra de um aparelho de mamógrafo. O deputado Márcio alvino é um amigo de longa data e sempre se colocou a disposição para ajudar o município. Não posso deixar de agradecer aos meus assessores que junto comigo não medem esforços para a melhoria de nossa querida Ribeirão Pires. Acredito que só se obtém resultado, quando se trabalha unido e com respeito ao trabalho executado. Contém sempre comigo para as boas iniciativas e ações,” concluiu.

Vereador Amaury Dias cobra mais policiamento em Ribeirão Pires

Vereador Amaury Dias participa de audiência pública da defesa dos direitos das pessoas com deficiência sem esquecer dos problemas de Ribeirão Pires

Após diversas ocorrências registradas de furtos e roubos com as mesmas características a residências em diversos bairros de Ribeirão Pires, o gabinete do vereador Amaury Dias (PV), oficiou a Polícia Militar, Polícia Civil e a Guarda Civil Municipal para ampliarem a realização de ronda ostensiva.

O parlamentar que se encontra na capital Federal, Brasília, com o intuito de obter recursos financeiros para a Estância, contatou por telefone o Secretário Municipal de Segurança Pública relatando o problema e a insegurança dos moradores.

“Solicitamos ao Secretário Municipal para que providências necessárias sejam tomadas para solucionar o problema da insegurança. Temos acompanhado o crescimento da violência e entendemos que a cidade como um todo merece atenção nessa área. Temos recebido em nosso gabinete diversas queixas neste sentido”, disse o edil.

Rio Grande inaugura nova escola neste sábado (14) na Vila São João.

Rio Grande da Serra estará recebendo no próximo sábado (14), mais um importante equipamento para a educação municipal. A partir da 10:00 horas da manhã na Vila São João será inaugurada a Escola Municipal de Ensino Básico Joaquim da Silva – Tio Kita, que terá capacidade para 160 crianças da Vila São João e Guiomar, atendendo toda a demanda daquela região na faixa etária proposta.

O prefeito Gabriel Maranhão (sem partido), que esteve em vistoria às obras na sexta-feira, 06 de julho, convida toda a população para participar do ato de inauguração.

“Convido à toda população para participar do ato inaugural que acontece no próximo sábado, 14 de julho às 10:00 horas da manhã na Vila são João. A Emeb Joaquim da Silva – ‘Tio Kita’ será um equipamento de ensino muito importante para comunidade, com elevador, acessibilidade, material pedagógico e com merenda escolar de qualidade para as 160 crianças com acompanhamento nutricional individualizado. O ganho vai muito além da escola, dará oportunidade para que os pais possam trabalhar ou buscar um emprego, enquanto os filhos ficam aos cuidados da escola”, disse o prefeito Gabriel Maranhão.

No início do ano, a Prefeitura apresentou a sua nova frota de veículos para o transporte dos alunos da rede municipal. No total, são 12 novas vans adaptadas para garantir a segurança e conforto aos alunos, além de garantir a acessibilidade.

Outra ação empreendida pela administração municipal é o programa “Merenda Nota 10”, onde a população e pais de alunos ao acessar a página da Prefeitura, acompanha a lista de produtos oferecidos como merenda escolar em cada uma das unidades de ensino.

Esse cardápio é de responsabilidade do Departamento de Alimentação Escolar e assinado por uma nutricionista. Ao acessar a página, o internauta encontra o cardápio do mês, separado por faixa etária para creche, maternal, Nível I e II e Eja.

Para saber mais sobre o programa, basta acessar: riograndedaserra.sp.gov.br e seguir até o rodapé da página, área em que está o link de acesso.

Prefeitura discute planejamento do transporte escolar com comissão de motoristas

O prefeito Gabriel Maranhão, acompanhado do Secretário de Finanças, Carlos Eduardo Alves da Silva, recebeu na manhã desta quarta-feira (14) uma comissão de motoristas de transporte de escolares no município, representados pelos Tios Juliano, Adeílson, Lê, Élcio e Elton juntamente com o Vereador Silvio Meneses.

No encontro, foram discutidos assuntos trazidos pela comissão e apresentado o planejamento e ações da Prefeitura referente ao serviço de transporte de escolares no município.

“O transporte de escolares é uma atividade de fundamental importância e responsabilidade, não só com as crianças e adolescentes das escolas municipais, como também das escolas estaduais e particulares”, enfatizou o prefeito.

Vereador Akira é empossado na direção da ABJICA São Paulo

O vereador de Rio Grande da Serra, Akira Ono Auriani, foi empossado nesta terça-feira (3), na diretoria de educação da sociedade Nikkey da ABJICA de São Paulo.

Feliz e agradecido com a oportunidade, Akira falou sobre o privilégio de fazer parte da entidade.

“É uma grande responsabilidade, mas um enorme privilégio trabalhar ao lado de grandes profissionais, mas principalmente amigos. Que possamos tornar realidade grandes projetos que tragam transformação na vida das pessoas através dos valores que carregamos e aprendizados da cultura e educação japonesa”, disse na oportunidade.

A ABJICA – Associação dos Bolsistas JICA São Paulo é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, políticos ou religiosos, instituída em 4 de maio de 1984 por iniciativa dos bolsistas da Japan International Cooperation Agency (JICA).

Conta atualmente com 1400 associados, constituídos de profissionais que atuam nas mais diversas áreas e que receberam treinamento no Japão, em suas respectivas especialidades.

Proposta que permite que GCM’s sejam chamados de policiais é aprovada por deputados

Proposta que provocou polêmica na CCJ pode seguir direto para o Senado: parlamentares divergem quanto a impacto da medida

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, nesta terça-feira (03), em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 5488/16, que altera o Estatuto Geral das Guardas Municipais (Lei 13.022/14) para permitir que os guardas também possam ser chamados de policiais municipais. A proposta poderá seguir diretamente para análise do Senado, caso não haja recurso para votação pelo Plenário.

A proposta vinha provocando polêmica na comissão nas últimas semanas. Segundo o relator do texto na CCJ, deputado Lincoln Portela, o projeto é constitucional porque, mesmo com a mudança na nomenclatura, permanecem “incólumes as atribuições do órgão em questão, não repercutindo a alteração de nomenclatura em qualquer interferência nas competências da União, dos Estados e do Distrito Federal”.

Por outro lado, deputados contrários à proposta sustentam que o texto seria inconstitucional, pois a Constituição estabelece que a segurança pública é exercida pelas polícias federal, rodoviária federal, ferroviária federal, civis e militares, além dos corpos de bombeiros militares. De acordo com o texto constitucional, as guardas municipais são destinadas à proteção dos bens, serviços e instalações das cidades.

Um dos receios dos críticos ao projeto é que a mudança no nome abra brecha para que os guardas municipais passem a reivindicar direitos e prerrogativas de policiais, que vão desde regras para porte de arma a planos de carreira e aposentadoria especial.

A proposta foi criticada principalmente por parlamentares ligados à Polícia Militar. Durante a discussão nesta terça-feira, o deputado Subtenente Gonzaga voltou a se posicionar contrariamente à aprovação: “a mudança de nome não é solução para a segurança pública. A proposta está enganando a população. Nós entendemos e reconhecemos o poder de polícia das guardas, o que não as transforma em agências de polícias. Nós estamos rasgando a Constituição”.

Liminar no STF autoriza porte de arma para todas as guardas municipais

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu medida cautelar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5948 para autorizar suspender os efeitos de trecho da Lei 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento) que proíbe o porte de arma para integrantes das guardas municipais de munícipios com menos de 50 mil habitantes e permite o porte nos municípios que têm entre 50 mil e 500 mil habitantes apenas quando em serviço. Com base nos princípios da isonomia e da razoabilidade, o relator disse que é preciso conceder idêntica possibilidade de porte de arma a todos os integrantes das guardas civis, em face da efetiva participação na segurança pública e na existência de similitude nos índices de mortes violentas nos diversos municípios.

A ação ajuizada, sustenta que a norma dispensou tratamento desigual e discriminatório entre os diversos municípios da Federação, em evidente afronta aos princípios constitucionais da igualdade e da autonomia municipal.

Em análise preliminar da matéria, o ministro verificou que os dispositivos questionados estabelecem distinção de tratamento que não se mostra razoável, desrespeitando os princípios da igualdade e da eficiência. Ele lembrou que, no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 846854, o STF reconheceu que as guardas municipais executam atividade de segurança pública, essencial ao atendimento de necessidades inadiáveis da comunidade. “Atualmente não há nenhuma dúvida judicial ou legislativa da presença efetiva das guardas municipais no sistema de segurança pública do país”, afirmou.

Para o relator, a restrição ao porte de arma de fogo, se cabível, deveria guardar relação com o número de ocorrências policiais “ou algum outro índice relevante para aferição da criminalidade”, e não com a população do município. O ministro apresentou dados que demonstram que a violência vem crescendo em municípios com menos de 500 mil habitantes e que os maiores aumentos percentuais de criminalidade estão nos municípios com até 50 mil habitantes. “O tratamento exigível, adequado e não excessivo corresponde a conceder idêntica possibilidade de porte de arma a todos os integrantes das Guardas Civis, em face da efetiva participação na segurança pública e na existência de similitude nos índices de mortes violentas nos diversos municípios, independentemente de sua população”, concluiu.

A medida cautelar determina a suspensão da eficácia da expressão “das capitais dos Estados e com mais de 500 mil habitantes”, constante no inciso III; e do inciso IV, que autoriza o porte por integrantes das guardas municipais dos municípios com mais de 50 mil e menos de 500 mil habitantes, quando em serviço, ambos do artigo 6º da Lei 10.826/2003.

O político, a vaidade e a Urbe. Por Luís Carlos Nunes

O ser político – na assepsia da palavra – é aquele que participa e vive ativamente a polis. Entende a política como uma ciência, uma arte, utilizando-a como meio para se fazer o bem comum, acolhendo os mais vulneráveis, promovendo o desenvolvimento social, econômico e o ambiental sustentável.

A vaidade é um princípio de corrupção (Machado de Assis).

A Vaidade: 1 Qualidade do que é vão, inútil, sem solidez nem duração. 2 Fatuidade; ostentação. 3 Sentimento de grande valorização que alguém tem em relação a si próprio. 4 Futilidade (Dicionário Aurélio online).

‘Políticos’ que se enveredarem pelo campo da política, inebriados por projetos pessoais ou de grupos excludentes, que visam tão somente o status e as benesses que o cargo proporciona, além de sinalizarem para perigosa vaidade elevada à potência máxima, denotam também a mais pura e simples corrupção do ser na essência.

Um projeto político vaidoso, eleito, não muda realidades, não redistribui riquezas, não eleva o nível da educação, não melhora a qualidade dos serviços em saúde, não transforma para melhor a cidade em que vivemos. Ao contrário, tem a capacidade de piorar tudo e dificultar ainda mais a vida do cidadão, particularmente daquele que mais necessita dos serviços públicos, pois se trata do sucesso de um plano político vaidoso e pessoal, já corrompido na origem.

Dito isto, analisemos o resultado do projeto político a partir da observação de nossa urbe. Olhemos com olhos desnudos para a realidade da cidade ‘Pérola’.

Nossa Polis reflete, em diversos aspectos, os efeitos danosos de vitórias umbilicais. Visivelmente se regrediu no tempo, retrocedeu-se, por certo, em razão de projetos cravejados pelo sentimento da vaidade egoísta e cega. Esse, sem olhar para a crise econômica e social, engorda os bolsos de um seleto grupo que frequenta o Paço como se estivesse construindo monumentos para a posteridade reverenciá-lo como a um faraó, como a divindade Deus Sol. São verdadeiros reis nus rodeados por bajuladores.

Para se perceber a estagnação do progresso, basta comparar nossa cidade com qualquer município ou Estância de mesmo porte, e perceber as grandes diferenças. É gritante o atraso. Ficamos para trás. Bem distante.

Algumas regiões parecem que retornaram à Idade Média: lama, buraco, lixo, ruas sem calçamento, sem pavimentação mínima, esgoto correndo a céu aberto e sem iluminação pública. É a esculhambação da esculhambação, total, ampla e irrestrita.

Cai bem, relembrar a celebre frase de Rui Barbosa: “De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder na mão dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se da Justiça, e ter vergonha de ser honesto”.

Alaíde Damo vai à Brasília em busca de recursos para Mauá

Alaíde Damo cumpre agenda em Brasília e conversa reservadamente com o presidente Michel Temer

A prefeita em exercício de Mauá, Alaíde Damo (MDB), esteve durante esta quarta-feira (4), em Brasília para pleitear recursos a serem investidos no município. Alaíde, ao longo do dia participou de reuniões e cumpriu agenda com Ministros e Deputados. A alcaidessa, na oportunidade, teve encontro reservado com o presidente Michel Temer (MDB).

No Ministério dos Esportes, a prefeita foi recebida pelo titular da pasta, Leandro Cruz onde solicitou apoio para diversos projetos trazer ações do Ministério para o município.

Segundo informou a nossa fonte, “a prefeita tem como objetivo nesta viagem, o de estreitar relações e laços institucionais e políticas com o governo Federal e entre as ações que estão sendo articuladas, está principalmente obter recursos financeiros para a compra de remédios, equipamentos e materiais hospitalares para Mauá”, disse.

Outra informação repassada, é de que ofícios foram entregues aos deputados federais, Baleia Rossi (MDB), Beto Mansur (MDB), Roberto de Lucena (Podemos), Missionário José Olímpio (DEM), Celso Russomano (PRB) e Eli Correa Filho (DEM) para que liberem emendas parlamentares para diversas áreas da administração pública municipal de Mauá.

Fogo cruzado

Alaíde Damo ao retornar de viagem nesta quinta-feira (5), dará de cara com a uma verdadeira deflagração de guerra política. O presidente do PSB municipal e ex-presidente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), Israel Aleixo declarou que o seu partido está assumindo postura de oposição à emedebista alegando que a família Damo traiu seus aliados. A declaração ocorreu momentos após a sua exoneração.

Outro crítico a Alaíde Damo, é o presidente da Câmara de Mauá e pai do prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB), Admir Jacomussi (PRP). Admir afirma que Alaíde Damo rompeu acordo de que a cidade seria administrada por uma comissão composta por seis pessoas sendo três indicadas pelo Grupo de Atila e a outra metade por Alaíde. Sobre as exonerações, Admir Jacomussi disse que ela (Alaíde) está agindo com precipitação e de que poderia aguardar um pouco mais.

A defesa do prefeito afastado Atila Jacomussi entrou com recurso no TRF-3 (Tribunal Regional Federal) na tentativa que que o mesmo retorne ao comando da prefeitura. O relator do recurso será o desembargador Maurício Kato, o mesmo que decretou a prisão preventiva do prefeito.

Bolsonaro é assediado por mulher e se esconde no banheiro do aeroporto.

O pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) se “escondeu” dentro do banheiro do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na tarde desta terça-feira (3/7).

O deputado entrou no banheiro masculino para escapar de uma mulher que disparava palavras contra ele e passou a cercá-lo na sala de embarque do terminal, de acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. A confusão foi contida e Bolsonaro não registrou ocorrência na polícia.

Vereador Amaury Dias e deputado André do Prado acompanham assinatura do convênio com a Univesp

O vereador ribeirãopirense, Amaury Dias (PV), esteve na tarde desta terça-feira (03), no Palácio dos Bandeirantes para acompanhar juntamente com o Deputado Estadual André do Prado a assinatura de convênios dos municípios que implantaram o Polo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo – UNIVESP, dentre eles Ribeirão Pires.

“Acredito que a educação transforma a vida das pessoas e é fundamental para que uma sociedade se torne mais justa e solidária. Muitas vezes sou questionado por amigos e familiares ‘se vale a pena estar na política’. Respondo sempre que sim!”

Segundo ainda o edil, foram erros e acertos durante esse pouco mais de um ano e meio, mas que tem orgulho em dizer que jamais se esquivou em meio aos obstáculos.

“Muito me alegro em poder deixar um legado para Ribeirão Pires. Destaco que não conquistei sozinho como alguns insistem em dizer que falo, mas sim em conjunto através de parceria. Porque sozinho não se faz e nem se conquista nada”, concluiu Amaury Dias.

O Ato Solene contou com a presença do Governador Márcio França e de diversas autoridades.

Em Ribeirão Pires, as aulas na Univesp estão previstas para o mês de agosto.

Após facilitar uso de agrotóxicos, comissão da Câmara aprova projeto que restringe venda de orgânicos

Luiz Nishimori (PR-PR) apresentou relatório que facilita regras para agrotóxicos

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou, na segunda-feira (2), o projeto de lei que restringe a venda direta de produtos orgânicos.

O relator do projeto, o deputado Luiz Nishimori (PR-PR), é o mesmo do projeto que facilita uso de agrotóxicos, que foi aprovado por comissão especial da Câmara no último dia 25.

A comercialização de orgânicos deverá ocorrer em feiras livres ou em propriedade particular. Atualmente, a venda pode ser feita em estabelecimentos como supermercados.

Outra restrição é que a renda só poderá ser feita sem certificação de procedência do produto caso haja rastreamento do processo de produção e acesso ao local de processamento.

A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois será analisada em plenário.

Rio Grande da Serra debate a Lei Brasileira de Inclusão (LBI)

Objetivo é capacitar vereadores do Grande ABC para que a LBI seja cumprida e para que apresentem propostas que complementem a lei federal

O Grupo de Trabalho Pessoa com Deficiência, do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, promoveu nesta quinta-feira (21), em Rio Grande da Serra, o terceiro encontro de capacitação dos vereadores nas cidades consorciadas para detalhar a Lei Brasileira de Inclusão (LBI). Participaram vereadores, secretários municipais e membros da sociedade civil.

A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) pretende assegurar e promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais à pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e a garantia da cidadania.

O evento em Rio Grande da Serra foi um dos mais concorridos e aconteceu no Salão Nobre da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A vice-prefeita Professora Marilza de Oliveira representou o prefeito Gabriel Maranhão e abriu os trabalhos. Servidores municipais e do GT Pessoa com Deficiência também participaram e puderam tirar as dúvidas dos presentes.

O coordenador do GT Pessoa Com Deficiência, Luís Kassab, destacou os direitos e deveres das pessoas com deficiência, em especial os que são garantidos por lei e que muitas pessoas sequer têm conhecimento. “É superimportante. Nós estamos levando essa capacitação para quem faz a lei e para quem representa o povo, e dando subsídios para que eles possam fazer com que a LBI seja cumprida, e em especial para a elaboração das leis municipais, que complementam a lei federal”, reforçou o coordenador do GT Pessoa com Deficiência.

Doria não ganha de adversários na cidade em que governou, mostra Ibope

É destaque no jornal Valor Econômico desta terça (03) que João Doria Jr (PSDB) perde para Paulo Skaf (MDB), Márcio França (PSB) e empata com Luiz Marinho (PT) numa simulação de segundo turno eleitoral feita pelo Ibope, considerando apenas os votos da capital que o tucano governou durante 1 ano e 4 meses. Isso mostra, segundo o portal, a “dificuldade” que Doria terá na disputa pelo governo do Estado.
Segundo a pesquisa Ibope, Doria tem 19% das intenções de voto na simulação de primeiro turno para a corrida estadual (votos em todo o Estado). Tecnicamente, está empatado com Skaf, que tem a preferência de 17%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.
No primeiro turno, observados apenas os votos da cidade de São Paulo, Doria e Skaf empatam com 18% cada. No segundo turno, contudo, a situação fica pior. Doria perde para Skaf por grande diferença: 22% do tucano contra 40% do adversário.
Se o confronto no segundo turno fosse entre Doria e Márcio França (PSB), ainda assim, na capital, Doria perderia por 27% a 34%.
Quando o adversário é Luiz Marinho, candidato do PT, Doria consegue um empate: 31% para cada lado, no cenário de segundo turno na capital.
A cidade de São Paulo representa 27% do eleitorado do Estado.
Pesa contra Doria o fato de que ele é o candidato na disputa estadual mais conhecido. Apenas 18% afirmaram ao Ibope que não conhecem o tucano. Já França e Marinho são desconhecidos por 54% e 52% dos eleitores, respectivamente. Skaf não é conhecido por 22%.

Melhor no interior

“Doria vai notadamente melhor entre os eleitores do interior e entre os que o Ibope chama de periferia – municípios do entorno da capital. É esse desempenho que lhe garante vantagem global na pesquisa contra Márcio França (34% a 25%) e Luiz Marinho (36% a 23%). Mesmo assim, ele aparece atrás de Skaf em todo o Estado na simulação de segundo turno: 33% para o emedebista ante 29% para o ex-prefeito”, assinalou o Valor.
A pesquisa Ibope foi feita entre 23 e 26 de junho, e divulgada no dia 29.
Leia a matéria completa aqui.

Vereador Amigão D’orto propõe seguro-garantia em obras públicas como inibidor de corrupção

O vereador Amigão D’orto (PTC) apresentou nesta quinta-feira (28), o projeto de Lei PL 014/2018 que regula no âmbito municipal a aplicação de artigos específicos da Lei Federal 8.666/93, obrigando a utilização do seguro-garantia de execução de contratos públicos de obras e de fornecimento de bens ou de serviços, denominando essa modalidade e aplicação da lei, como Seguro Anticorrupção.

O projeto alcança todos os órgãos da administração pública direta e indireta, inclusive os fundos especiais, bem como o poder Legislativo quando realizarem as contratações ligadas à sua estrutura.

“Não apenas as constantes notícias sobre o superfaturamento de contratos, especialmente de obras públicas, mas também o desperdício de dinheiro público gerados com os atrasos e não conclusão das referidas obras revelaram a necessidade de medidas que impeçam esse prejuízo ao erário e aos cidadãos brasileiros. A adoção dessa Lei tem entre os seus impactos, não apenas economia para os cofres públicos, mas, também que infraestrutura e serviços sejam melhores entregues e finalizados. Além disso, nossa proposta pode trazer uma mudança a mais para assegurar a entrega de obras e serviços. Com o crescimento do mercado de Seguro Garantia em contratos públicos de valor elevado, as seguradoras passariam a fiscalizar e auditar a execução do que foi estabelecido. Assim, seria um reforço não apenas para o cumprimento das obrigações, mas também para a transparência de toda operação”, justificou o parlamentar.

O seguro-garantia é previsto no art. 56, da Lei 8.666/93, que estabelece normas para as licitações e contratos administrativos, sendo, porém facultativo e limitado a 10% do valor do contrato. Esta é uma forma de garantia de conclusão da obra, uma vez que tendo a seguradora a obrigação de reparar os prejuízos, deverá cobrar da empreiteira o cumprimento de cada prazo e obrigação.

A proposta foi aprovada pela Casa de Leis em primeira votação, com uma segunda a ser realizada após o retorno do recesso parlamentar.

TSE divulga limite de gastos para as eleições 2018

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o limite de gastos das campanhas eleitorais deste ano, bem como o limite quantitativo para contratação de pessoal

Para o cargo de presidente da República o teto será de R$ 70 milhões para o primeiro turno, valor que pode ser acrescido em R$ 35 milhões caso haja segundo turno.

O limite fixado às campanhas para deputado federal ficou em R$ 2,5 milhões. Para os cargos de deputados estadual ou distrital, o teto ficou fixado em R$ 1 milhão. No caso das campanhas para governadores e senadores, o limite de gastos varia de acordo com o eleitorado de cada unidade da Federação.

São Paulo, por exemplo, é a unidade federativa com maior teto de gastos para a campanha a governador (R$ 21 milhões, no primeiro turno e outros R$ 10,5 milhões em caso de segundo turno), seguido do Rio de Janeiro,  de Minas Gerais e da Bahia (14 milhões mais R$ 7 milhões em caso de segundo turno); Ceará, Goiás, Maranhão, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina (R$9,1 milhões mais R$ 4,55 milhões para o segundo turno).

Estados com população de até 1 milhão de eleitores terão seus gastos limitados a um teto de R$ 2,8 milhões, para a campanha ao governo estadual. Em caso de segundo turno, essas campanhas terão seu teto acrescido em R$ 1,4 milhão. Informações sobre o limite de gastos para o governo das demais unidades podem ser obtidas no site do TSE.

O TSE também disponibilizou em seu portal o limite de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal, para serviços de militância e de mobilização nas ruas, tanto para a campanha presidencial como para as de senador, deputados e governadores.

Com uma população de 9 milhões de eleitores, São Paulo é o estado que terá direito a fazer o maior número de contratações: 9.324 para as campanhas à presidência e ao Senado; 18.648 para a campanha ao governo do estado; e 6.527 para a campanha à Câmara dos Deputados.

Prefeita Alaíde Damo assina convênios com o governo do Estado

Mauá recebe R$ 4 milhões que foram liberados pelo governador Márcio França para recuperação de ruas, além de valorização de artistas da cidade

A prefeita interina de Mauá, Alaíde Damo, assinou mais dois convênios com o governo do Estado de São Paulo, nesta quinta-feira (28/6). A ação favorece o setor de infraestrutura urbana e de geração de renda.

Mauá vai receber total de R$ 4 milhões para recuperação de vias. O recurso será entregue ao município em três parcelas. A primeira é de R$ 800 e as outras duas de R$ 1,6 milhão. A Prefeitura, inclusive, já preparou plano de trabalho estratégico para atender as principais vias da cidade.

“O recurso chega em boa hora, pois já traçamos um plano de recuperação de vias que foi pensado na rotina do cidadão mauaense. Vamos investir nas vias que fazem ligações entre bairros e entradas e saídas da cidade”, explicou Alaíde.

O segundo convênio é uma parceria de cooperação institucional e foi realizado por meio da SUTACO (Subsecretaria de Trabalho Artesanal nas Comunidades). O acordo prevê ao cadastramento de artesões que moram em Mauá para garantir a inserção deles em feiras artesanais, exposições entre outras. Além disso, o convênio prevê a formação de agentes de cooperação, que serão facilitadores da relação do município com a SUTACO.

“Mauá precisa firmar cada vez mais parcerias como esta, pois nos permite fomentar o desenvolvimento econômico por meio da capacitação, formação e valorização do morador de Mauá”, comentou a prefeita Alaíde.

Márcio França, governador de São Paulo ainda fez questão de receber Alaíde para encaminhar outros assuntos referente a parcerias e ampliação de investimentos estaduais na cidade.

Rio Grande da Serra conquista uma nova ambulância através de pedido do vereador Claudinho Monteiro

Vereador Claudinho com o prefeito Gabriel na reinauguração do estádio Teixeirão

A Prefeitura de Rio Grande da Serra conquistou uma nova ambulância que irá integrar a frota municipal. A conquista foi possível após solicitação do vereador Claudinho Monteiro (PSB) ao deputado federal Andrés Sanchez (PT).

Quero fazer um agradecimento especial ao meu Líder de Governo na Câmara, o vereador Claudinho Monteiro que trabalhou muito por esta conquista e aproximou Rio Grande da Serra do Corinthians. Não posso me esquecer do deputado Federal Andrés Sanches e do ex-deputado Estadual Luiz Moura que entenderam a necessidade de nossa cidade”, disse o prefeito Gabriel Maranhão.

Segundo ainda o prefeito, a aquisição desta ambulância vai permitir que o município ofereça serviços na área de saúde com mais qualidade e eficiência, principalmente no transporte de pacientes.

“Atender as necessidades da população de Rio Grande da Serra é nosso dever como prefeito. Com assinatura do convênio de está previsto para acontecer no dia 06 de julho, o município garantirá a população mais rapidez no transporte, principalmente nos casos de emergência em que se exige agilidade nos primeiros socorros”, afirmou Maranhão.

“O Andrés é um político comprometido com a nossa cidade, sempre atendendo positivamente as nossas demandas e pronto para ajudar. Recentemente esteve na inauguração do Teixeirão quando intermediou a vinda do Corinthians e se comprometeu com a verba para compra da ambulância que agora se concretiza”, comemorou Claudinho Monteiro.

Recentemente foi anunciada a liberação de verba para aquisição de três novos veículos (duas ambulâncias e um veículo para transporte de pacientes), para Rio Grande da Serra. A verba de R$ 312 mil é oriunda de emendas da bancada petista na Assembleia Legislativa. Os novos veículos que atenderão os setores da Saúde estão em processo de compra.

“Buscar benefícios para a população é o um dos nossos grandes objetivos, ainda há muito a ser feito na Saúde Pública de Rio Grande da Serra. Nossa meta é de um governo mais eficiente e principalmente, mais humano”, concluiu o prefeito Gabriel Maranhão.

A articulação política do vereador Claudinho Monteiro com o deputado Andres Sanches resultou na escolha de dois jovens da cidade que foram selecionados através de uma peneira e a expectativa é de que em breve outra seleção seja realizada na cidade.

Alaíde Damo exonera braço forte de Atila Jacomussi

A prefeita em exercício de Mauá, Alaíde Damo (MDB) demitiu nesta sexta-feira (29), um dos homens da mais alta confiança do prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB).

Foi exonerado o chefe de Gabinete Márcio de Souza (PSB). Alaíde, desde que assumiu o comando de Mauá já fez sete trocas em cargos de primeiro escalão demonstrando disposição em emplacar estilo próprio de governar nomeando pessoas mais próximas. O nome que irá substituir Márcio Souza ainda não é sabido, o que deve acontecer ainda no início da próxima semana.

Em post feito em sua página pessoal no mês de maio, Márcio declara:

“A Fé move esse homem! Nossa amizade, cumplicidade e companheirismo fez o sonho ser possível. Tenho orgulho de acompanhar cada passo dessa trajetória. Atila saiba que tens minha lealdade e gratidão para o resto da vida!!! Vamos pra cima!”

Vereador Amigão D’orto questiona governo sobre existência de Plano de Emissão de Gases Poluentes

O vereador Amigão D’orto (PTC) teve requerimento de sua autoria aprovado na sessão legislativa desta quinta-feira (28), onde o parlamentar questiona o Executivo Municipal sobre a existência na cidade de Plano de Controle e Combate a emissão de Gases Poluentes.

“Viver em ambientes com altas concentrações de poluentes atmosféricos podem gerar vários problemas para a saúde. A poluição do ar é gerada, principalmente, por veículos movidos a combustíveis fósseis (diesel e gasolina) e pelas indústrias que não usam sistemas de tratamento e filtragem de poluentes. As pessoas que vivem nos grandes centros urbanos, ao qual está inserido Ribeirão Pires, são as  mais afetadas pela poluição atmosférica. Nos dias com baixa umidade do ar ou de inversão térmica, este problema aumenta de intensidade”, disse o vereador Amigão D’orto.

Ainda no documento apresentado, o edil solicita informações caso a prefeitura já tenha algum trabalho de fiscalização, quais as medidas preventivas estão sendo tomadas e se o município já aplicou multa em empresas poluentes.