Posts in "Saúde"

Mulher vítima de acidente na BR-135 morre a caminho do HO

Foto: Reprodução das Redes Sociais

Veio a óbito enquanto era transferida para o Hospital do Oeste (HO), Joselita Moreira dos Santos de 50 anos, popularmente  conhecida como Rosinha. Ver matéria clicando aqui.

Rosinha após foi lançada para fora do Fiat Uno no início da tarde de ontem (16), quando se dirigia a sua residência na comunidade de Olho D´Água. Rosinha foi socorrida ao Hospital Municipal Dr. Altino Lemos Santiago pelo Serviço Atendimento Móvel de Urgência – SAMU e após os primeiros socorros transferida em seguida para o Hospital do Oeste em Barreiras onde ainda a caminho não resistiu vindo a falecer.

Melhor Idade de Rio Grande conquista medalha de ouro e prata no JORI 2019

 

A cada edição do JORI – Jogos Regionais do Idoso – a delegação de Rio Grande da Serra se supera e alcança melhores resultados. Nos jogos deste ano, disputados durante a última semana em Itapecerica da Serra, representantes da Melhor Idade do Município rio-grandense conquistaram duas medalhas no atletismo, sendo uma de prata e uma de ouro, além de uma quarta colocação na mesma modalidade.

Eduardo Emídio ganhou a medalha de bronze na categoria atletismo masculino, enquanto no feminino a vencedora do ouro foi Madalena dos Santos. A quarta colocação ficou com o atleta Antônio Ferreira, também do masculino.

As conquistas superam as das edições anteriores. Em 2014, Rio Grande levou a prata na modalidade Dança de Salão, e em 2018 ganhou duas medalhas de bronze e obteve uma quarta posição, todas no atletismo.

Todos os atletas superaram as expectativas de seus preparadores nesta edição, e tiveram boas participações e resultados em todas as modalidades que disputaram. Os treinamentos do atletismo contaram ainda com o auxílio dos integrantes do projeto “Pegada do Rio”, além de ter tido todo o suporte da Prefeitura Municipal, através do Fundo Social de Solidariedade.

Campanha de vacinação contra o sarampo (tríplice viral) começou nesta segunda-feira (10) em Rio Grande

Foi iniciada nesta segunda-feira (10) em Rio Grande da Serra a campanha de vacinação contra o sarampo, com aplicação da vacina tríplice viral, que protege, além do sarampo, contra caxumba e rubéola. O público-alvo da campanha são pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

As doses serão aplicadas nas UBS – Unidades Básicas de Saúde – do Município, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até o dia 12 de julho. Durante a campanha, também serão intensificadas as aplicações da vacina contra a febre amarela, com intuito de aumentar a adesão da população à imunização.

Dia D da Campanha

No dia 29 de junho (sábado) será o Dia D da Campanha de Vacinação contra o Sarampo, em que todas as UBS de Rio Grande estarão abertas, das 8h às 17h, para a aplicação das vacinas.

Rio Grande da Serra disponibiliza vacinação contra a gripe para toda a população

A vacina contra a Influenza (Gripe) já está liberada em todas as UBS – Unidades Básicas de Saúde – de Rio Grande da Serra para toda a população, dessa vez sem exclusividade para os grupos prioritários, dos quais 7411 pessoas foram imunizadas até o momento. A campanha de vacinação segue até se esgotarem os estoques das doses.

É muito importante que todos se vacinem, pois, apesar de a gripe geralmente ser uma condição passageira, em alguns casos pode causar graves complicações à saúde, podendo levar à morte. Pessoas com o sistema imunológico comprometido – seja pelo uso de remédios, pela condição de saúde ou pela própria idade – estão mais sujeitas às gravidades decorrentes da gripe.

A vacina desta campanha protege contra os três subtipos do vírus que mais circulam no Hemisfério Sul, incluindo o H1N1, principal responsável pelas mortes no Brasil.

Presidente do STF suspende participação de município na obrigação de fornecer medicação de alto custo

Na decisão, o ministro Dias Toffoli leva em conta a definição das responsabilidades de cada ente da federação no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), mantendo, no entanto, a obrigação de fornecimento da medicação em relação ao Estado de São Paulo e à União.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu medida liminar para suspender, somente em relação ao Município de Jundiaí (SP), ordem judicial do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) que havia determinado à União, ao Estado de São Paulo e ao município o fornecimento do medicamento Spinraza (nusinersen) a uma paciente de Atrofia Muscular Espinhal (AME). A decisão, que se deu na Suspensão de Tutela Provisória (STP) 127, leva em conta a definição das responsabilidades de cada ente da federação no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e o altíssimo custo do medicamento.

Segundo o TRF-3, o relatório, a prescrição médica e os exames laboratoriais sustentam o pedido de concessão do remédio, e seria “incabível submeter a pequena vítima da moléstia a uma espera processual pela perícia”. Ainda conforme a decisão, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro do medicamento em agosto de 2017, o que teria barateado muito o seu custo.

Desrespeito ao sistema

No pedido de suspensão da tutela, o município argumentou que as ações e os serviços públicos de saúde devem constituir uma rede hierarquizada, por isso determinar ao município o fornecimento de medicamentos fora de sua responsabilidade “é desrespeitar todo o sistema”. Outro aspecto apontado foi o da grave lesão à economia pública, em razão do alto custo da medicação: segundo informado, as quatro doses deferidas custam mais de R$ 1,1 milhão, e seu fornecimento “suprimirá o direito do acesso à saúde aos demais pacientes, ante os parcos recursos disponíveis para saúde”.

Ainda conforme a argumentação, o orçamento municipal de 2019 destina à promoção das ações de assistência farmacêutica R$ 33 milhões, dos quais cerca da metade se destina exclusivamente a atender aquisições de mandados judiciais. No entanto, receberá do Estado de São Paulo e da União menos de 10% do total previsto.

Delimitação de responsabilidades

Na decisão, o ministro Toffoli observa que a incorporação do nusinersen ao Sistema Único de Saúde (SUS) se deu em abril deste ano por meio de portaria do ministro da Saúde que não delimita a responsabilidade para o fornecimento. “A delimitação é fase posterior, realizada após negociação e articulação no bojo da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), foro permanente para construção de pactos nacionais no SUS”, explicou.

Segundo o presidente, os recursos do SUS são distribuídos conforme o nível de responsabilidade assumida pelos entes, e a delimitação de responsabilidade é feita de modo a não permitir a sobreposição de ações. “A lógica que orienta essa repartição de atribuições não se faz sob mera liberalidade dos entes, tendo, em verdade, amparo constitucional. Por essa razão, a divisão de responsabilidades em ações judiciais deve seguir tal lógica, sob pena de implicar violação às competências constitucionalmente delimitadas à Federação”.

Complexidade

No caso do nusinersen, o ministro destacou que, do ponto de vista técnico, ele se destina ao tratamento de doença que, por sua complexidade de diagnóstico e tratamento, é acompanhada no âmbito do SUS em serviços de referência em doenças raras. Outro aspecto a ser considerado é o altíssimo custo. “O município não participa do financiamento de medicamentos da mais alta complexidade técnica, responsabilidade que se reparte, via de regra, entre estados e União ou é assumida exclusivamente pelo ente federal”, assinalou. Segundo Toffoli, embora seja o ente mais próximo do cidadão, “verdadeira porta de entrada do SUS”, o atendimento que compete ao município é o atendimento básico.

CF/CR

‘Judicialização da Saúde’ será tema de simpósio no Tribunal de Contas do Estado

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) realiza, na quinta-feira (6 de maio), às 9h30, no Auditório Nobre ‘Professor José Luiz de Anhaia Mello’, na Capital, simpósio, no qual será debatido o tema da ‘Judicialização da Saúde’.

O assunto tem sido pauta dos Prefeitos durante a realização dos encontros da vigésima terceira edição do Ciclo de Debates que o TCESP realiza com Agentes Políticos e Dirigentes Municipais

A necessidade de realização do Simpósio surgiu durante reunião ocorrida na Câmara Municipal de Itapeva, da qual participaram o Presidente do TCESP, Conselheiro Antonio Roque Citadini, o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas (MPC), Thiago Pinheiro Lima e Prefeitos que integram o Consórcio de Desenvolvimento das Regiões Sul e Sudoeste do Estado de São Paulo (Condersul).

O evento, voltado prioritariamente aos Prefeitos, reunirá representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público e de órgãos afetos ao tema para debater ações e soluções para a questão da judicialização dos procedimentos na área de Saúde.

Serão debatidos dentre outros assuntos, o atendimento de demandas trazidas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS); serviços prestados pelas operadoras de planos de saúde; requisição de novos medicamentos; realização de procedimentos de alta complexidade; e a destinação de leitos hospitalares para atendimento da população.

Segundo o Presidente Roque Citadini, o propósito central é conhecer alternativas que possam evitar o aumento e o acúmulo de processos, debater as causas mais frequentes e obter-se melhor atendimento das demandas da população.

O simpósio conta com o apoio logístico Escola Paulista de Contas Públicas ‘Presidente Washington Luís’ (EPCP). Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail epcp@tce.sp.gov.br.

Vacinação contra a influenza segue até 31 de maio em Ribeirão Pires

Até o final desse mês, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires promove a Campanha de Vacinação contra a Influenza. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, todas as Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família disponibilizam, gratuitamente, doses da vacina aos moradores que integram os grupos prioritários.

Desde o início da Campanha, no dia 10 de abril, até o presente momento, 18.710 pessoas foram imunizadas contra a influenza (53,99% da população-alvo). A meta é vacinar 90% dos moradores dos grupos prioritários – crianças (de seis meses a menores de seis anos), gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, pessoas acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas.

Objetivo da vacinação – Reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população-alvo para a vacinação e atualizar a situação vacinal de crianças, gestantes e puérperas.

Unidades de Saúde:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgilio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada do Sapopemba, 5000 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Deficientes auditivos visitam exposição na Pinacoteca de Ribeirão Pires

Na tarde dessa quarta-feira, dia 15, deficientes auditivos atendidos pela APASMA – Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Mauá, visitaram a exposição “O Abstrato Mora ao Lado: Expressões da matéria na Arte”, com o recém-adquirido acervo de obras doadas pelo Itaú Cultural à Pinacoteca Municipal de Ribeirão Pires, por meio do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus). A mostra, que conta com grandes nomes da arte, entre os quais Burle Marx e Silvio Oppenhein, integra a 17ª Semana Nacional de Museus.

Até o dia 31 de maio, o público poderá conferir os quadros da exposição realizada, gratuitamente, no Centro Cultural da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (entrada pela Rua Yutaka Ishihara, 220, Jardim Pastoril). Entre os visitantes do APASMA estava Paulo Cesar da Silva Santos, 27 anos – deficiente auditivo desde o nascimento.

“Gostei muito do aprendizado. É difícil compreender a parte das técnicas utilizadas nas obras, como materiais usados. Mas achei muito bonito, colorido, e poder pensar sobre o que o autor sentiu e pensou quando fez a obra”, avaliou.

O grupo participou de visita orientada pela coordenadora da Escola Municipal de Artes Plásticas, Lilian Zampol, com a tradução em libras feita, simultaneamente, por intérpretes da ONG e da Prefeitura. Após a visitação, os participantes assistiram apresentação da Cia Dois Palito – “Alguém nos Louvre”, realizada com o apoio do Governo do Estado de São Paulo. O espetáculo de humor, dirigido por Lily Curcio, e criação acrobática de Fernando Sampaio, não faz o uso de falas, trilhas ou sons mecânicos – tendo os surdos como público-alvo.

Daniella Marques, psicóloga da ONG APASMA, falou sobre a importância da participação do grupo no evento. “Trabalhamos muito a arte como terapia. É importante para eles conhecerem novas obras, saírem do mundo deles – até mesmo por conta de limitações da deficiência. Dessa forma, eles expandem o olhar”, disse.

“A visita do grupo de Mauá representa de forma simples e muito clara a ideia da programação da Semana Nacional de Museus em Ribeirão Pires. Estamos democratizando o acesso das pessoas à arte, promovendo a inclusão social e mostrando a riqueza desse universo, em suas mais variadas formas. Do mesmo modo, valorizamos os espaços culturais da cidade, em especial, nesse período, nossos museus”, explicou o secretário de Cultura de Ribeirão Pires, Anderson Gecco.

Exposição Casa Ribeirão-pirense 2019 – A 17ª Semana Nacional de Museus em Ribeirão Pires teve início nessa segunda-feira, dia 13. A abertura da programação foi marcada por vernissage da exposição Casa Ribeirão-pirense 2019, no Centro de Exposições e História “Ricardo Nardelli” (Rua Miguel Prisco, 286 – Centro. Ter. a sex., 9h às 17h; sáb. e dom., 10h às 16h). A entrada é gratutia.

Ainda na segunda-feira, o espaço sediou pocket show da Banda CMANAU, no “Jazz no Museu”.  A vernissage foi aprovada por quem visitou o Centro de Exposições e História “Ricardo Nardelli”. “Escutei a música, fiquei curiosa e resolvi entrar. Nunca tinha vindo no Museu. Sempre passava perto, mas não entrava, e hoje tive a oportunidade. Eu não tinha noção que tinha tudo isso aqui dentro. Estou achando incrível”, disse Juliana Alves de Matos, 16 anos, moradora de Ribeirão Pires.

Sobre a exposição Casa Ribeirão-Pirense 2019:

A primeira edição da exposição Casa Ribeirão-Pirense, lançada em 2017, teve ênfase na criação de ambientes museológicos que buscam reconstituir uma típica casa de imigrante. Naquele ano, a proposta era envolver o visitante e proporcionar uma experiência de observação única, ao mesmo tempo contribuindo para a preservação da memória dos diferentes povos que ajudaram no desenvolvimento de Ribeirão Pires.

Nessa nova versão, os visitantes contarão com 19 painéis indicativos com informações sobre os ambientes da Casa – no primeiro salão, informações sobre a origem de cada cômodo, entre os quais quarto e sala de estar, destacando os objetos mais representativos do acervo; no segundo salão, dados sobre a vida em sociedade – meios de produção, relações entre classes; e em uma terceira área, a história de Ribeirão Pires desde o século XVI até o século XX.

Vereadores de Ribeirão debateram nesta quinta-feira (9) o veto a comedouro para animais de rua

Na sessão desta quinta-feira (9), os vereadores de Ribeirão Pires debateram entre os seis itens que compõem a ordem do dia, o veto ao Projeto de Lei de autoria do vereador Edmar Oldani que prevê a instalação na cidade de comedouros e bebedouros para animais.

A proposta tramita na Casa de Leis desde o mês de outubro de 2018 tendo sido adiada por 5 sessões em função de questionamentos de inconstitucionalidade por vereadores e pelo próprio autor da iniciativa legislativa.

Em 7 de novembro de 2018, a assessoria jurídica da Câmara emitiu parecer onde apontava que a medida proposta feria legislação municipal.

“Apesar da nobre intenção do Vereador, foi constatado que o Projeto fere Lei Municipal nº 5.292, de junho de 2009, que dispõe sobre ações para controle e prevenção de zoonoses”… Art. 37 É proibido o acúmulo de lixo, entulho ou outros materiais que propiciem a instalação, a proliferação e a alimentação de roedores, pombos, vetores e peçonhentos, seja em áreas públicas ou privadas , cravou o parecer.

Em 14 de março de 2019, um Projeto substitutivo foi apresentado objetivando adequação legal. O mesmo fora aprovado.

Encaminhado ao executivo, a Secretaria de Assuntos Jurídicos vetou integralmente a Proposta alegando que as “disposições do Projeto de Lei envolve a criação de atribuições a órgãos e servidores do Poder Executivo citando o artigo 2º da Constituição Federal que expressa pena para afronta a separação do poderes”.

Em documento datado de 22 e abril de 2019, a Comissão Permanente de Justiça e Redação da Câmara Municipal de Ribeirão Pires composta pelos vereadores Rogério Luiz, Paixão e Gê do Aliança se pronunciou:

“Cumpre mencionar que a decisão final quanto à apreciação do mérito compete ao Egrégio Plenário. Diante do exposto, a Comissão, revendo as razões do Veto, vislumbra-se a existência de óbice legal, opinando pela emissão favorável ao Veto Integral, ficando a decisão final quanto ao mérito ao Egrégio Plenário”.

Em Ribeirão Pires, o executivo municipal já sancionou e acolheu diversos Projetos de autoria dos vereadores a exemplo de Campanha de Adoção e outros que se referem a causa animal.

Acompanhe abaixo a Ordem do Dia para a sessão desta próxima quinta-feira (9).

Rio Grande vacina 651 pessoas no dia “D” contra a Influenza

No último sábado (4) aconteceu o Dia D da campanha de vacinação contra a Influenza (Gripe) em Rio Grande da Serra. Na ocasião, todas as Unidades Básicas de Saúde do Município estiveram abertas para a aplicação das vacinas nos grupos prioritários. Receberam a dose da vacina somente nesse dia 651 pessoas.
Foram registradas até o último sábado, incluindo os números do Dia D, 3608 vacinações no Município, sendo que 8.867 pessoas fazem parte dos grupos para quem a vacina é recomendada. 5.259 pessoas de Rio Grande da Serra ainda precisam ser vacinadas.
Os dados foram obtidos através de levantamento realizado pelo DATASUS, do Ministério da Saúde, junto à Secretária de Saúde de Rio Grande.
Campanha
Do dia 6 a 10 de maio também serão vacinadas as pessoas portadores de doenças crônicas (diabetes, hipertensão, entre outras), portadores de Síndrome de Down e outras trissomias.

Projeto de Amigão D’orto cria o “Dia do Ciclista” em Ribeirão Pires

Através do Projeto de Lei (PL) nº 017/2019, de autoria do vereador Amigão D’orto (PTC) fica instituída na Estância turística de Ribeirão Pires. A proposta foi aprovado em votação unânime e fixa no calendário municipal o dia 29 de cada ano.

“A cada dia aumenta o número de ciclista na cidade. Como um transporte limpo que não polui o meio ambiente, a bicicleta é utilizada tanto para a locomoção ao trabalho como para o lazer e não mais justo com a crescente deste importante meio de transporte como criar o seu dia”, disse Amigão.

Outro ponto destacado pelo parlamentar é sobre a importância da conscientização e o respeito ao ciclista.

“Pedalar em uma bicicleta é praticar ato saudável e prazeroso, porém o ciclista passa por constantes desrespeitos quando em circulação em vias públicas. É preciso que automóveis respeitem o ciclista e que também o município construa mais ciclo faixas como forma de incentivar o uso de bicicletas”, conclui Amigão D’orto.

O projeto segue para análise do departamento jurídico da prefeitura onde será emitido parecer de constitucionalidade para sanção ou rejeição do executivo municipal.

Ribeirão Pires realiza nova rodada de castrações de cães e gatos

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde, está dando sequência à segunda fase do programa de castração gratuita do município. Nessa quinta-feira, dia 2 de maio, foram castrados 129 animais, entre cães e gatos. As cirurgias acontecem na sede do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Essa segunda etapa do programa teve início em outubro e prevê a castração de 2 mil animais da cidade. Os procedimentos são realizados por equipe contratada pela Prefeitura. Foram priorizados no início desta segunda etapa de cirurgias ONGs que abrigam animais da cidade, bem como cães e gatos adotados por moradores no CCZ, seguindo o que é estabelecido pela Lei Municipal nº 5.836/14. Mensalmente, são realizados, em média, 100 procedimentos gratuitos.

Sobre o programa gratuito de castração de animais em Ribeirão Pires

Nessa segunda etapa, entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, foram realizadas 1.200 inscrições para o programa gratuito de castração de cães e gatos no município. Em razão da grande procura, o cadastro foi encerrado. As inscrições para outras 800 vagas do programa serão abertas após os procedimentos agendados em 2018 serem efetuados.

Em 2017, a Prefeitura de Ribeirão Pires realizou cerca de 500 castrações gratuitas de cães e gatos. Para a segunda fase, a Secretaria de Saúde municipal está destinando R$ 270 mil para as cirurgias e implantação de chip de identificação dos animais já castrados.

“Consideramos esse um importante investimento voltado ao controle da população canina e felina em nossa cidade. Além do bem-estar dos animais, essa medida tem como objetivo garantir mais segurança e saúde a todos os moradores, principal papel do Centro de Controle de Zoonoses”, esclareceu a secretária de Saúde da cidade, Patrícia Freitas.

Cães comunitários poderão ser castrados, desde que haja pessoa responsável para acompanhar o pós-operatório do animal. Mais informações sobre os serviços do CCZ podem ser obtidas pelo telefone 4824-3748.

Posse responsável – Abandono e maus tratos a animais são crimes com pena de até dois anos de detenção e multa, de acordo com a Lei Federal nº 9605/98, artigo 32. Todas as pessoas que adotam um animal de estimação são responsáveis por garantir seu bem-estar e segurança.

Alguns cuidados são essenciais para manter um animal em boas condições. Passear com o pet usando sempre a coleira e guia, garantir uma casinha ou caminha confortável, limpa, abrigado da chuva e do sol são algumas tarefas que não podem ser esquecidas. Além disso, todos os animais precisam de ração de boa qualidade e água limpa e fresca, para evitar problemas de saúde.

Ribeirão Pires realiza nova rodada de castrações gratuitas de cães e gatos

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde, está dando sequência à segunda fase do programa de castração gratuita do município. Nessa quinta-feira, dia 2 de maio, foram castrados 129 animais, entre cães e gatos. As cirurgias acontecem na sede do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Essa segunda etapa do programa teve início em outubro e prevê a castração de 2 mil animais da cidade. Os procedimentos são realizados por equipe contratada pela Prefeitura. Foram priorizados no início desta segunda etapa de cirurgias ONGs que abrigam animais da cidade, bem como cães e gatos adotados por moradores no CCZ, seguindo o que é estabelecido pela Lei Municipal nº 5.836/14. Mensalmente, são realizados, em média, 100 procedimentos gratuitos.

Sobre o programa gratuito de castração de animais em Ribeirão Pires

Nessa segunda etapa, entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, foram realizadas 1.200 inscrições para o programa gratuito de castração de cães e gatos no município. Em razão da grande procura, o cadastro foi encerrado. As inscrições para outras 800 vagas do programa serão abertas após os procedimentos agendados em 2018 serem efetuados.

Em 2017, a Prefeitura de Ribeirão Pires realizou cerca de 500 castrações gratuitas de cães e gatos. Para a segunda fase, a Secretaria de Saúde municipal está destinando R$ 270 mil para as cirurgias e implantação de chip de identificação dos animais já castrados.

“Consideramos esse um importante investimento voltado ao controle da população canina e felina em nossa cidade. Além do bem-estar dos animais, essa medida tem como objetivo garantir mais segurança e saúde a todos os moradores, principal papel do Centro de Controle de Zoonoses”, esclareceu a secretária de Saúde da cidade, Patrícia Freitas.

Cães comunitários poderão ser castrados, desde que haja pessoa responsável para acompanhar o pós-operatório do animal. Mais informações sobre os serviços do CCZ podem ser obtidas pelo telefone 4824-3748.

Posse responsável – Abandono e maus tratos a animais são crimes com pena de até dois anos de detenção e multa, de acordo com a Lei Federal nº 9605/98, artigo 32. Todas as pessoas que adotam um animal de estimação são responsáveis por garantir seu bem-estar e segurança.

Alguns cuidados são essenciais para manter um animal em boas condições. Passear com o pet usando sempre a coleira e guia, garantir uma casinha ou caminha confortável, limpa, abrigado da chuva e do sol são algumas tarefas que não podem ser esquecidas. Além disso, todos os animais precisam de ração de boa qualidade e água limpa e fresca, para evitar problemas de saúde.

Projeto de Rato Teixeira contra o “Bullying” é aprovado na Câmara

“Em tempos de redes sociais e aplicativos, as formas de violência ganham uma dimensão assustadora. É preciso ter em mente que, todo ambiente escolar pode apresentar esse problema.  Além de um possível isolamento ou queda no rendimento escolar, as crianças e adolescentes passam por humilhações racistas, separatistas,difamatórias e humilhantes”, Rato Teixeira.

Por votação unânime, foi aprovado em segunda votação o Projeto de Lei nº 012/2019 de autoria do vereador e presidente da Câmara de Ribeirão Pires, Rato Teixeira (PTB).

“O objetivo central da Proposta que apresentei, é uma busca maior de conscientização de todos os envolvidos. O meu desejo é uma maior união e integração entre o poder público municipal, pais, professores e alunos nas escolas municipais a respeito do Bullying. De acordo com o estudo realizado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), no Brasil, um a cada dez estudantes é vítima de Bullying nas escolas. E infelizmente, esses números podem ainda serem maiores”, enfatizou o parlamentar.

Segundo ainda Rato Teixeira, “a família e os professores orientados por campanhas educativas e conscientizadoras tem um papel fundamental para identificar quando um aluno está sendo vítima de Bullying. Em tempos de redes sociais e aplicativos, as formas de violência ganham uma dimensão assustadora. Além de um possível isolamento ou queda no rendimento escolar, as crianças e adolescentes passam por humilhações racistas, separatistas ou mesmo difamatórias. O aluno pode apresentar doenças psicossomáticas ou sofrer algum tipo de trauma e até em casos mais extremos, levar o mesmo ao suicídio.

O vereador ressaltou ainda “que é preciso ter em mente que, todo ambiente escolar pode apresentar esse problema. O primeiro passo para combatê lo é admitindo que a escola é um local possível de Bullying e a administração municipal deve atuar firmemente no combate desse grande mal da modernidade”, concluiu.

Agora, o Projeto segue para a sanção do prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (PSB).

Silvino Castro cobra prioridade no atendimento a portadores de Diabetes em Ribeirão Pires

O vereador e primeiro secretário da Câmara de Ribeirão Pires, Silvino Castro (PRB), protocolou na Casa de Leis um Projeto de Lei que objetiva priorizar na rede de saúde da cidade o atendimento aos portadores de Diabetes.

Segundo a proposta “a prioridade é estendida para idosos, gestantes e crianças. A previsão é de que o PL seja lido na sessão do dia 9 e entre na pauta de votação do dia 16 de maio.

Caso seja aprovada, para que se tenha a garantia do atendimento prioritário, o diabético deverá comprovar a sua condição mediante a apresentação de documento médico atentando a doença.

“O Projeto de Lei encontra-se em tramitação na Câmara onde deverá ser analisada pelas comissões responsáveis e também pelo departamento jurídico da Casa. O diabetes é uma doença com relativa gravidade e se bem cuidada e controlada, a pessoa portadora pode ter uma vida normal e com qualidade de vida”, disse Silvino Castro.

Rio Grande inicia vacinação contra Influenza a grupos prioritários no dia 22 de abril

Na próxima segunda-feira (22 de abril), as UBS – Unidades Básicas de Saúde – de Rio Grande da Serra vão iniciar a segunda fase da vacinação contra Influenza (Gripe), desta vez para pessoas dos grupos considerados prioritários da campanha.

Na primeira fase, que se iniciou no dia 10 de abril e segue até o dia 18 de abril, estão sendo priorizadas crianças com idade de 6 meses até 6 anos (incompletos), grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto).

A partir do dia 22 de abril, todo o público-alvo da campanha vai ter direito à vacina. Além dos já mencionados, estão incluídos:

  • Trabalhadores da saúde
  • Povos indígenas
  • Idosos
  • Professores de escolas públicas e privadas
  • Pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa
  • Jovens sob medidas socioeducativas
  • Funcionários do sistema prisional
  • Pessoas privadas de liberdade

Vereador Amaury Dias chama a atenção da sociedade para o transtorno do espectro autista

“O autismo é um assunto que interessa a toda sociedade”, afirma Amaury Dias

Nesta terça-feira (02), data em que se celebra o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, ou simplesmente Dia Mundial do Autismo, o vereador Amaury Dias (PV) falou sobre a importância deste dia.

“A data serve para ajudar a conscientizar a população mundial sobre o autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo”, disse.

O tema foi bastante discutido na Câmara Municipal de Ribeirão Pires, quando o parlamentar Amaury apresentou o Projeto de Lei nº 06/2019 – (ler aqui) – que prevê a garantia dos direitos das Pessoas com “Transtorno do Espectro Autista (TEA)”.

Tivemos aprovado em primeira votação essa proposta e na próxima sessão que acontece nesta quinta-feira em segunda votação. O objetivo desta matéria é ampliar os direitos às pessoas com Transtorno do Espectro Autista e seus familiares”, salientou Amaury.

“É necessário trabalhar em prol da conscientização quanto ao transtorno uma vez que em Ribeirão Pires temos muitas famílias com membros autistas. É hora de chamar a atenção do poder público como forma de garantia de direitos fundamentais. É preciso ampliar a divulgação de informações sobre o transtorno, bem como proporcionar à criança autista o aprendizado, a socialização e o convívio saudável com outras crianças”, destaca.

Entre as iniciativas locais em prol das crianças e jovens com autismo, o vereador cita o trabalho desenvolvido pela Apraespi e o total apoio que o prefeito Kiko vem dando a esta causa

A Apraespi é um centro de excelência no atendimento a estas crianças e o poder executivo é sensível a esta demanda. Só tenho que agradecer a todos”, concluiu Amaury Dias.

Vereador Amaury Dias tem importante Lei aprovada que trata sobre os Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista

O vereador Amaury Dias (PV) um dos mais consistentes parlamentares de Ribeirão Pires teve um importante Projeto de Lei (PL)aprovado durante a sessão legislativa desta quinta-feira (28).

Trata-se do PL nº 06/2019 que prevê a garantia dos direitos das Pessoas com transtorno do “Espectro Autista”.

“Autismo é uma desordem, na qual uma criança jovem não pode desenvolver relações sociais normais, se comporta de modo compulsivo e ritualista e, geralmente, não desenvolve a inteligência normal”, explicou o parlamentar.

O Projeto que chegou a ser protocolado na Casa de Leis e teve o seu adiamento a pedido do próprio vereador Amaury.

“O Espectro Autista é uma questão muito delicada e preferi estudar bastante o caso e consultar e levantar maiores informações com especialistas que acompanham os casos. Quero agradecer muito a Leonice Moura, Diretora Técnica da APRAESPI que nos ajudou a aperfeiçoar esse lindo projeto que abraça uma causa que merece muito respeito. Graças ao empenho e competência da Leo o projeto foi lapidado e hoje temos o projeto aprovado em primeira discussão”, falou.

Ainda na Tribuna, momentos antes da votação da matéria, Amaury Dias disse que lamentavelmente as políticas públicas ainda não contemplam a plenitude dos direitos dos Autistas uma vez que é necessário adaptações na educação, no sistema de saúde e na assistência social. Essa é uma pequena contribuição de nosso mandato para a garantia de direitos e também de certa forma para a conscientização das pessoas sobre como lidar com o Autismo e o que ele é”, enfatizou.

“Ainda que as causas do Autismo não sejam claras para a medicina , estatísticas apontam que os meninos são os principais atingidos. Acho importante também falar sobre a necessidade de aceitação e respeito as diferenças. Não há medicamentos específicos para o Autismo, mas alguns medicamentos podem ser receitados quando existem outras doenças associadas. Creio que seja fundamental ações de inclusão social para essas pessoas nos mais diversos ambientes para que não sejam reduzidas a simples condição de portador deste transtorno e tais ações devem reconhecer as pessoas com autismo como sujeitos de direitos, dotadas de potencialidades, vocações e personalidade própria”, concluiu.

Abaixo a integra da Proposta

Ribeirão Pires lança fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires promoveu nessa terça-feira, dia 19, cerimônia de lançamento do Fluxo de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência, na Câmara Municipal. Cerca de 100 pessoas acompanharam a solenidade.

O novo Fluxo atende ao Plano de Governo da atual gestão, seguindo princípios da Agenda 2030 da ONU, atendendo também à demanda do Conselho Municipal de Defesa do Direito das Mulheres e do Coletivo Mulheres na Trincheira.

“Com o novo fluxo de atendimentos humanizado, reforçamos nosso compromisso com a igualdade de gênero, mais um dos itens da Agenda 2030 que estamos cumprindo. As informações sobre esses atendimentos serão inseridas em sistema do Ministério da Saúde, contribuindo nas proposições e aperfeiçoamento permanente das políticas públicas voltadas às mulheres. Agradecemos a todos os profissionais e pessoas engajadas nessa importante causa”, declarou o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, que participou do lançamento.

A proposta da ação é integrar e mobilizar serviços já existentes no município, buscando a humanização do atendimento às moradoras, além de diagnosticar a situação no município e promover políticas públicas eficazes no combate a esse tipo de violência.

Os serviços de saúde, educação, assistência social, segurança, além do atendimento ao trabalhador (PAT) e o Conselho Tutelar foram identificados como principais portas de entrada das demandas, sendo possível identificar diversos tipos de violência – física, psicológica, patrimonial, emocional e sexual.

“O enfrentamento da violência contra a mulher é um compromisso de toda a sociedade. Se somarmos forças teremos uma cidade mais segura para todos nós”, afirmou Thaís Nunes, presidente do Conselho dos Direitos das Mulheres.

“Essa integração dos serviços também inclui a tabulação de dados pelo Sinan, que serão enviados ao Ministério da Saúde para mapear a situação na Estância, facilitando a execução de políticas públicas mais eficazes”, explicou Isabela Hornos, integrante da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, responsável pela apresentação do Fluxo de Atendimento.

Também estiveram presentes no evento o vice-prefeito Gabriel Roncon; a primeira-dama Flávia Dotto; o presidente da Câmara Archeson Teixeira; a secretária de Participação e Inclusão Social, Elza Carlos; a secretária de Educação, Flávia Banwart; secretária de Assistência Social e Cidadania, Elza Iwasaki; a secretária de Saúde, Patrícia Freitas; a secretária de Assuntos Jurídicos, Liz Dotta; a secretária de Governo, Rosangela Vieira; Márcia Gomes, representando o Coletivo Mulheres na Trincheira; além de autoridades municipais e representantes da sociedade civil.

“Esse é um primeiro passo no enfrentamento da questão. O Poder Público tem que se empenhar para combater e promover a queda destes índices de violência. A participação de toda a sociedade é fundamental para que isso aconteça. A vida de uma mulher depende de todos nós”, declarou Márcia Gomes.

ATENDIMENTO
A referência de atendimento às mulheres vítimas de violência sexual no município é o Hospital e Maternidade São Lucas, localizado na Rua Renato Andreolli, 138 – Centro, com atendimento 24 horas. O local possui o recém-inaugurado serviço do Centro de Referência à Saúde da Mulher, entregue no dia 8 de março. Mesmo se as vítimas de violência sexual derem entrada por outras unidades da rede – como a GCM ou Assistência Social – o novo Fluxo de Atendimento garante que o atendimento prioritário a essas vítimas seja realizado pela Saúde.

Mulheres vítimas de violência física serão encaminhadas – e podem dar entrada diretamente – na UPA Santa Luzia, localizada na Estrada da Colônia, 2959 – Santa Luzia.

A Guarda Civil Municipal possui atendimento 24h a toda a população. Munícipes podem acionar o serviço de segurança pelos telefones 153 ou 4828-3204/4825-2318, ou comparecer à Rua João Domingues de Oliveira, 320 – Centro – Base Central, ou na Base 24h da GCM, localizada na área entre o Terminal Rodoviário, Estação da CPTM e Atende Fácil.

OUTROS SERVIÇOS
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) é uma unidade pública da política de Assistência Social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados. Como unidade de referência, é formada por uma equipe técnica multidisciplinar e tem o intuito de estruturar uma rede efetiva de proteção especial, e para isso deve contar com o apoio do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselhos Tutelares e outras Organizações de Defesa de Direitos. O CREAS está localizado na Rua Batista Lion, 108 – Centro, e o horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h.

ABC registra terceiro caso de meningite em março

O ABC Paulista registrou terceiro caso de meningite no mês de março. Na última sexta-feira (08/03), o Colégio Petrópolis, de São Bernardo, informou aos pais que um dos alunos está com a doença.

“Gostaríamos de solicitar atenção especial aos sintomas respiratórios, dor de cabeça, vômitos, febre e manchas pelo corpo. Além disso, sugerimos a verificação da carteira de vacinação de seus filhos e a orientação de um médico de confiança. Em caso de algum sintoma, solicitamos que procurem atendimento médico antes de retornar à escola”, informou o colégio.

O caso mais conhecido neste mês foi o de Arthur Lula da Silva, de 7 anos, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que morreu em 1º de março, vitima de meningite bacteriana. Ele estudava no Colégio Darwin, de São Bernardo e morava em Santo André.

Um dia depois da morte de Arthur, foi registrado o segundo caso de meningite de um aluno do Colégio Camminare, situado na Vila Metalúrgica, em Santo André.

Essa doença é uma inflamação das meninges, membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. A meningite pode ser por bactérias, como o foi caso do neto do Lula, fungos, processos infecciosos ou vírus. Com exceção de Arthur Lula, os outros dois casos foi meningite viral.

Rato Teixeira tem projeto de combate ao uso das drogas aprovado

A Câmara de vereadores de Ribeirão Pires aprovou o projeto nº 01/2019 de autoria do vereador Rato Teixeira (PTB)que institui no município a “Semana de Prevenção e Conscientização sobre o uso de drogas”.

Pelo Projeto – que segue para a sanção do Executivo – que é em alusão ao dia Internacional de combate as drogas e será comemorado anualmente sempre no dia 26 de junho passando a integrar o calendário oficial de comemorações da Estância e tem entre os seus objetivos estimular atividades que previnam o uso de drogas e os seus respectivos malefícios.

Acredito que orientar a população sobre a importância da prevenção ao uso de drogas e de suma importância. A dependência química é uma doença grave que merece toda a nossa atenção. Cabe a todos nós orientar e auxiliar usuários e seus familiares com serviços disponíveis em Ribeirão Pires”, enfatizou o vereador Rato Teixeira.

Ribeirão Pires terá programação especial no Dia Internacional da Mulher

Serviços de saúde, assistência social, workshop de artesanato e atrações culturais integram celebração na Praça Central

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires promoverá na próxima sexta-feira, 8 de março, atividades especiais em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A Praça Central da Vila do Doce (Rua Boa Vista, s/n, Centro) receberá, das 9h às 17h, serviços gratuitos para a população, além de atrações culturais.

Por meio do Fundo Social da cidade, em parceria com o Instituto Embeleze, as moradoras poderão fazer maquiagem e sobrancelha gratuitamente. O Fundo Social realizará, ainda, workshop gratuito de artesanato – bordado.

A Secretaria de Saúde disponibilizará tenda para cuidados com o corpo, como aferição de pressão arterial, bem como fará a distribuição de materiais informativos e kits de prevenção à Infecções Sexualmente Transmissíveis – ISTs/AIDS/Hepatites Virais.

Equipes do CRAS e CREAS da Secretaria de Assistência Social e Cidadania realizarão orientações sobre serviços disponíveis na rede de atendimento municipal. Já a Secretaria de Participação e Inclusão Social preparou material de conscientização sobre a luta contra a violência à mulher.

Integrantes do CRI, da APRAESPI e do Instituto Mão Amiga também participarão do evento, com apresentações culturais no palco da Praça Central.

“Esse será um dia muito especial em que reuniremos, em um só espaço, serviços, atividades e informações para o público feminino. Nós, mulheres, devemos celebrar os avanços que já conquistamos, sempre cuidando de nosso bem-estar e lutando por nossos direitos. Essa é uma luta diária e que deve ser permanente”, afirmou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Ribeirão Pires, Flávia Dotto.

Às 15h do dia 8, a Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde, irá inaugurar o Centro de Referência à Saúde da Mulher, no Hospital e Maternidade São Lucas. A unidade, que já disponibiliza série de serviços gratuitos às mulheres – entre os quais cirurgias ginecológicas, ultrassom transvaginal e a maternidade humanizada, passará a realizar mamografias.

Gabriel Maranhão entrega ambulâncias à Saúde de Rio Grande da Serra

 

“É mais um grande sonho que virou realidade. Uma frota completamente zero quilometro que certamente vai ajudar muito na Saúde de Rio Grande da Serra”, Gabriel Maranhão

O Prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), oficializou na manhã desta sexta-feira (1º), a entrega de mais seis veículos à população, que estarão sob os cuidados da Secretaria de Saúde. Do total, são três ambulâncias, duas vans para o transporte de pacientes, sendo uma destas adaptada com elevador para acomodar cadeirantes, e um carro para uso administrativo da Secretaria de Saúde. As aquisições foram feitas através de emendas parlamentares.

“Estou muito feliz em poder estar hoje entregando à população essa frota, que será destinada à Saúde do nosso Município. Fico muito feliz principalmente pela ótima qualidade desses veículos”, professora Marilza

Os veículos são os modelos Berlingo, da Citroën, ano 2018 (duas unidades), Master L2H2, da Renault, ano 2018/2019 (duas unidades), Master L3H2 Minibus, da Renault, ano 2018/2019 (uma unidade), e Kwid, da Renault, ano 2018 (uma unidade).

Gabriel Maranhão comentou a respeito da ação: “É mais um grande sonho que virou realidade. Uma frota completamente zero quilometro que certamente vai ajudar muito na Saúde de Rio Grande da Serra. São veículos de grande qualidade, que irão atender, inclusive, às necessidades dos portadores de deficiência do Município. Tenho a certeza de que Rio Grande da Serra está no caminho certo”, disse Maranhão.

Junto ao Prefeito esteve a Vice-Prefeita e Secretária de Saúde, Professora Marilza, que também celebrou a entrega dos veículos: “Estou muito feliz em poder estar hoje entregando à população essa frota, que será destinada à Saúde do nosso Município. Fico muito feliz principalmente pela ótima qualidade desses veículos. Tenho certeza de que com essa conquista os pacientes poderão ser muito bem atendidos”.

Além de Maranhão e Marilza estiveram presentes os Secretários Municipais o presidente da Câmara, vereador Claudinho Monteiro e os vereadores, Agnaldo de Almeida, Bibinho, Messias Cabeleireiro, Jhol Jhol, Gil Baiano, João Mineiro, Zezinho da Lavínia, Zé Carlos, Toninho Correa e Marcelo Cabeleireiro.

Rio Grande tem desfile do “Bloco Carnaval da Saúde” nesta sexta-feira (1)

O tradicional “Bloco Carnaval da Saúde” convida a todos para cair na folia nesta sexta-feira (1º). O Bloco que tem como objetivo conscientizar de forma lúdica a população quanto à prevenção às DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), distribuirá gratuitamente preservativos e alertar sobre os cuidados com a saúde durante o Carnaval.

O Bloco se concentrará a partir das 14h na UBS Santa Tereza e às 14h30 seguirá pelas ruas do Município até a Praça da Bíblia, no Centro.

Local da concentração: UBS Santa Tereza, na Avenida Jean Lieutaud, 373 – Bairro Santa Tereza – Rio Grande da Serra.

Ribeirão Pires realiza ação casa a casa contra o Aedes aegypti

Profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires estão realizando Avaliação de Densidade Larvária (ADL) do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Até o dia 15 de março, agentes de controle de endemia, agentes de controle de zoonoses e agentes comunitários de saúde percorrerão diferentes regiões da cidade para realizar o estudo – feito casa a casa.

A ação tem por objetivo identificar pontos em que há proliferação do Aedes, com a eliminação do criadouro de larvas e orientação aos moradores. Esses locais serão mapeados e inseridos na ADL, realizada em atendimento às orientações da SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias, do Governo do Estado de São Paulo.

Os profissionais que estão participando da Avaliação se apresentam com identificação da Prefeitura – crachá com o nome e a função do funcionário. Por etapas, as equipes irão vistoriar os seguintes bairros: Jardim Jaqueline; Parque das Fontes; Santa Luzia; Jardim Petrópolis; Boa Vista; Vale do Sol; Hollywood; Conceição; Bertoldo; Bosque Santana; Centro; Vila Aurora; Centro Alto; Iramaia; Jardim Maristela; Pilar Velho; Marquesa; Estância Noblesse; e Vila Nova Suíssa. As regiões foram selecionadas pela SUCEN.

“É de extrema importância que os moradores recebam os agentes de saúde da Prefeitura para que eles possam contribuir com a segurança das famílias ribeirão-pirenses. As equipes poderão identificar locais de risco, com potencial para serem criadouros do mosquito. Essa é uma luta de toda a população e só poderemos vencer doenças como a dengue com a ajuda de todos”, alertou a secretária de Saúde de Ribeirão Pires, Patrícia Freitas.

Agentes Comunitários de Rio Grande iniciam curso de capacitação

Teve início na manhã desta terça-feira (12) um curso de Capacitação para os Agentes de Saúde de Rio Grande da Serra. Os treinamentos acontecem no Centro de Referência em Educação Básica (CREB), no Centro da cidade, e seguem até a próxima sexta-feira, 15 de fevereiro.

As aulas serão realizadas diariamente das 8h30 à 12h, e abordam, entre outros temas, a territorialização, o preenchimento de fichas cadastrais, a troca de experiências e orientações gerais aos profissionais.

Oficialmente implantado pelo Ministério da Saúde em 1991, o então Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) teve início no fim da década de 80 como uma iniciativa de algumas áreas do Nordeste (e outros lugares, como o Distrito Federal e São Paulo) em buscar alternativas para melhorar as condições de saúde de suas comunidades. Era uma nova categoria de trabalhadores, formada pela e para a própria comunidade, atuando e fazendo parte da saúde prestada nas localidades.

Hoje, a profissão de agente comunitário de saúde (ACS) é uma das mais estudadas pelas universidades de todo o País. Isso pelo fato de os ACS transitarem por ambos os espaços – governo e comunidade – e intermediarem essa interlocução. O que não é tarefa fácil.

O agente comunitário de saúde tem um papel muito importante no acolhimento, pois é membro da equipe que faz parte da comunidade, o que permite a criação de vínculos mais facilmente, propiciando o contato direto com a equipe.