Cotegipe: Prefeitura solicita seis profissionais do programa “Mais Médicos”

Com 417 municípios, a Bahia é um dos destinos dos profissionais que se cadastraram no primeiro ciclo de contratação do programa Mais Médicos. No estado, segundo o Ministério da Saúde, foram 317 municípios que se candidataram, o que representa 76% do total. Nos lugares menores, destino prioritário do projeto, a esperança é que as medidas anunciadas aconteçam logo. Distante 850 quilômetros de Salvador, Cotegipe não tem nenhum hospital e conta apenas com um centro médico não reconhecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que atende em situação precária. “É uma cidade desassistida em tudo. Se alguém quebrar uma perna, quebrar uma clavícula, ou mesmo ter um AVC (acidente vascular cerebral – derrame), a gente tem que encaminhar para Barreiras”, diz Maria Augusta Silveira, secretária de Saúde do município. Cotegipe solicitou seis profissionais para o programa do governo e, dos médicos que atendem na localidade, apenas um fez cadastro com a intenção de permanecer.
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply