Defensores da Fábrica de Sal querem espaço para cultura e lazer.

fabrica-de-sal

O Coletivo Sal da Terra protocolaram no dia 06 de setembro um pedido de tombamento municipal da Fábrica de Sal, incluindo todos os equipamentos públicos do Centro Educacional Ibrahim Alves de Lima como seu entorno. O pedido será agora encaminhado ao Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural e Natural (CMDPCN) de Ribeirão Pires para que o colegiado decida pelo tombamento do prédio público.

Segundo os organizados do movimento “quem quiser entregar seu abaixo assinado, petição ou carta de apoio é só levá-los ao protocolo da Prefeitura Municipal de Ribeirão Pires e pedir para anexá-los ao PROCESSO 5366/2016”.

Agora os conselheiros da sociedade civil no Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural e Natural contam com forte apoio da população de Ribeirão Pires e região para realizar o tombamento da Fábrica de Sal.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply