Deputados baianos reajustam verba indenizatória para R$ 32,4 mil mensais


Na surdina e sem dar publicidade ao fato, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) reajustou a verba indenizatória em 12% desde o inicio de abril, pouco tempo após extinguir os 14º e 15º salários. Dos RS 29 mil mensais, a verba saltou para R$ 32,4 mil. Matéria divulgada pelo Jornal A Tarde, o presidente do Legislativo, deputado Marcelo Nilo (PDT), pré-candidato ao governo do Estado, argumenta que “acha alto o valor”, mas é obrigado a cumprir lei de 2006 que equipara a verba ao valor pago em Brasília. Com o aumento da verba indenizatória, a suposta economia com o corte dos salários adicionais, que seria de RS 2,5 milhões/ano, foi pro brejo. Os 63 deputados estaduais vão gastar juntos R$ 24.494.400,00 milhões ao ano. A verba indenizatória é uma “ajuda” mensal que o deputado terá para o exercício do mandato. Pode ser usada, por exemplo, para contratação de consultoria, divulgação de ações. Os gastos são ressarcidos com apresentação de notas fiscais.

Deixe uma resposta