Ditadura econômica – por Clóvis Volpi

As ditaduras oprimem e sacrificam a massa populacional de um país ou região

Ao instalarem -se descumprem o sentido de seus propósitos e tornam-se perversos destruindo, também pela força, seus opositores normalmente fragilizados e com líderes aprisionados ou mortos.

O sistema capitalista reformulou essa proposta para impor-se à sociedade e subjuga-la: A dependência econômica.

Estatísticas mostram que a riqueza mundial está nas mãos de apenas – e no máximo – 5% da população o que significa que os outros 95 são pobres.

Os megas conglomerados econômicos (bancos e empresas diversificadas mas principalmente da alimentação e tecnologia) unem-se para aumentar seus lucros sem competirem entre si.

Por indução ao consumo o povo torna-se consumista a níveis excessivos e fragiliza-se como reféns de suas dívidas submetem-se a empregos e subempregos elevando ainda mais sua dependência econômica.

Vejam os lucros dos bancos publicados em seus balanços.

Com certeza o lucro excessivo está no crédito facilitado e seus instrumentos operacionais como cartão e cheques especiais.

Assim, por trás das cortinas, essas instituições comandam o novo sistema ditatorial do mundo moderno.

Quem proporá um novo sistema político para essa democracia mascarada?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.