Está faltando papel higiênico na Venezuela


Por: Luís Carlos Nunes
A foto acima é uma montagem da revista colombiana Semana ridicularizando o presidente Nicolás Maduro
Na terra onde Chave(s) é sinônimo de “cadeado na Imprensa”, está faltando papel higiênico em toda a Venezuela, os supermercados esgotaram seus estoques. O ministro do Poder Popular para a Alimentação, Rafael Oropeza, esquecendo-se que a fábrica de “Papeles Venezolanos” foi expropriada pelo governo chavista, garantiu que a culpa não é do governo, que não fabrica papel higiênico, mas das empresas privadas, que não atendem à demanda, das “privadas propriamente ditas”.  O presidente Nicolas Maduro como não poderia deixar de ser, culpou a imprensa pelo sumiço do produto e anunciou importação de 50 milhões de rolos de papel higiênico. A Venezuela importa praticamente tudo o que consome até mesmo leite com água oxigenada e soda do Brasil, o que pode estar por trás do aumento na “cagança”. Uma solução talvez viável para a manutenção da higiene da parte baixa traseira, seria quem sabe, a adoção tríplice função do sabugo (limpa, coça e penteia). O fato é que a insuficiência de papel higiênico pode causar muito mau odor em território bolivariano. 

Deixe uma resposta