Ferrovia Leste-Oeste: Liberado o lote 6 que vai do município de Serra do Ramalho e segue até Correntina

O secretário da Casa Civil do Governo da Bahia, Rui Costa, cobrou do presidente da Valec, Josias Sampaio, providências para acelerar as obras da Ferrovia de Integração Oeste- Leste (Fiol) e acertou uma nova reunião para que seja discutida a implantação de um pátio intermodal no município de Jequié, durante reunião ontem, 13, em Brasília.

Josias garantiu que o cronograma da Fiol está em dia e que o trecho de Ilhéus a Caetité será concluído até dezembro de 2014, prazo estabelecido pelo governo federal. O secretário Rui Costa acertou com o presidente da estatal a realização de uma reunião com as empresas interessadas na construção de um pátio intermodal em Jequié, pela importância que o município tem como cidade comercial da região. A data será definida nos próximos dias.
Durante a reunião, Rui Costa e Josias comemoraram a concessão da licença de implantação dos lotes 6 e 7 dada nesta segunda-feira (12) pelo Ibama. São mais 320 quilômetros liberados para o avanço das obras.
O lote 6 parte do município de Serra do Ramalho e segue até Correntina, onde inicia-se o 7, que termina em Barreiras. “Estes são lotes fundamentais para o escoamento da produção de grãos do oeste baiano”, disse Rui Costa.
O presidente da Valec relembrou a recente visita feita à obra, quando sobrevoou os 1.527 km da ferrovia para conhecer os avanços, identificar os gargalos e cobrar das construtoras o máximo empenho. Informou ainda que já foi resolvido o impasse do primeiro lote e reconheceu que o hoje maior problema é o lote 2, devido aos trechos muito acidentados e com muitas pedras.

Sobre as desapropriações necessárias à continuidade da Fiol, o presidente informou que já foram realizadas 73% das que foram solicitadas e algumas tentativas de acordo continuam em andamento. Para Josias, os principais gargalos da ferrovia estão sendo enfrentados pela Valec com a colaboração das empresas construtoras. O secretário Rui Costa comunicou ao presidente da Valec a importância da Fiol para a mineração na Bahia. (Tribuna da Bahia)

Deixe uma resposta