Formosa: Agentes de saúde e Endemias fazem assembleia e apresentam reivindicações


Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias se reuniram pela manhã de hoje (05/mai) no plenário da câmara de vereadores em assembleia para tratar de assuntos referentes às categorias.

Na pauta da assembleia estavam a alteração na lei municipal nº 47/2007 (dispõe sobre regulamentação dos cargos públicos de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias), Plano de Cargos e Salários Específico, desprecarização das condições de trabalho que incluiu isonomia salarial entre as duas categorias com piso base de R$ 950,00, Equipamentos de Proteção Individual (EPI), 20% de adicional de insalubridade, revisão no valor da ajuda de custo que atualmente está em R$ 28,00, dentre outras cobranças.
Para Gilvan Ferreira dos Santos, Coordenador Geral do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias do Oeste da Bahia (SIND-ACS/Oeste), as reivindicações são justas e palpáveis uma vez que estão negociando em 35 municípios a mesma proposta. Segundo ele, estudos sobre as viabilidades foram levantados com acompanhamento de assessoria jurídica e integrantes do SUS, o que torna sua aplicação viável. “Estes profissionais são de grande importância para a qualidade de vida da população com a prevenção de doenças e promoção de saúde. São através de levantamentos feitos nas diversas localidades dos municípios que grande partes de recursos da saúde e projetos sociais são destinados ao poder executivo municipal e estadual”, disse.
Segundo informou Uanderson Delon dos Santos Moreira, presidente da associação que representa as categoria em Formosa do Rio Preto, no município são 43 Agentes Comunitários de Saúde e 12 Agentes de Endemias. “Nosso quadro funcional é pequeno e Formosa sendo uma cidade capitalizada e prospera o impacto financeira é pequeno. O executivo pode arcar tranquilamente com nossos pleitos”, disse Delon.
Ao final dos debates a coordenadora de atenção básica, Evaine Zayra Bispo Vidal, protocolou recebimento da pauta de reivindicações e se comprometeu a encaminhar o pleito a secretária de saúde. A categoria concenssual por aguardar por até 30 dias para obter retorno da prefeitura. 
Participaram da atividade sindical, os vereadores Meletinha, Jonas Batista, Pilosão, Netinho e a sindicalista Alcimara Setubal.
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply