Formosa: Bebê de gestação abdominal nasce saudável no Hospital do Oeste


Thianne Lira
Criança se desenvolveu por 40 semanas abdomen da mãe. Risco de mortalidade é 90 vezes maior do que em partos normais.
A mãe de 30 anos, veio da cidade de Formosa do Rio Preto, a 150 km de Barreiras, deu entrada no Hospital do Oeste com 40 semanas de gestação, já que o feto se apresentava em posição transversa, sendo indicada a cesariana. Mas, na hora do parto, para surpresa dos obstetras Fabiany Romeiro e Jailton Lopes, o bebê não estava no útero e sim no abdômen. O bebê nasceu com 3 kg e 40 centímetros, sem nenhuma deformação, pelo contrário, nasceu perfeito como qualquer outro bebê de gestação normal.
Diferente da gestação abdominal, na gravidez normal, o espermatozoide entra pelo útero e percorre a tuba uterina até encontrar o óvulo. Após fecundado, ele faz o caminho inverso, retornando para útero, local adequado para a gravidez se desenvolver.
A gravidez ectópica (fora do útero) acontece em 1% de todas as gestações do mundo. O risco de mortalidade materna é 90 vezes maior que uma gestação normal e o risco do bebê falecer é de 95%.
Terá sido este mais um milagre da nossa irmã Dulce? (do Jornal Nova Fronteira)

Deixe uma resposta