Formosa do Rio Preto: Prefeito propõe criação de cargos comissionados no apagar das luzes

O prefeito Manoel Afonso de Araújo, popular Neo, encaminhou a casa de leis do município, em regime de urgência, o projeto de lei n° 061, que altera a “Estrutura Administrativa e Organizacional do Município”, cria secretárias e 151 novos cargos. 

Na justificativa do projeto, o prefeito alega, “No curso de nossa administração a reorganização da estrutura administrativa do município foi e tem sido objeto de preocupação constante da Administração Pública Municipal, a qual juntamente com essa casa Legislativa vem adequando a política administrativa e funcional à realidade ora existente, para atender as reais necessidades daqueles que trabalham no serviço público ativo, estabelecendo políticas de valorização administrativa, tudo objetivando a melhoria dos serviços públicos prestados à população, além de melhor adequação da estrutura das secretarias existentes à realidades das verbas disponibilizadas de aumentar a arrecadação”.

Para o vereador eleito pela oposição, Pilosão (PMDB), o projeto cria um inchaço no apagar das luzes. Isso porque, apesar de se tratar da criação de significativo número cargos comissionados, pode afetar diretamente o quadro de funcionários efetivo, comprometer as finanças e impossibilitar a valorização dos mesmos.

“O saco do Papai Noel chegou mais cedo. Dia 14 era pra ser a ultima sessão do ano na câmara municipal, o prefeito em fim de carreira enviou esse projeto imoral e desrespeitoso para com o município e os cidadãos. Isso é o fim do mundo. Pelo direito democrático, tal ação deveria ser apresentada a partir do início de 2013”, bradou Pilosão.

Apesar da polêmica, o presidente da Câmara, Ivônio Alves de Castro, convocou sessão extraordinária, para esta terça-feira (18), 09:00 hs. para que seja votado a lei do prefeito.

Deixe uma resposta