Gabriel Maranhão busca agenda com o governador Márcio França

O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), participou na manhã desta terça-feira (05) de atividade em comemoração dia Internacional do Meio Ambiente junto com o governador Márcio França.

O encontro aconteceu no Parque Villa Lobos, zona sul da capital paulista. Segundo o prefeito Maranhão, “a conversa foi muito proveitosa e pode gerar bons frutos para Rio Grande da Serra”.

“Hoje é um dia muito especial! Comemora-se nesta data, o Dia Internacional do Meio Ambiente. Na conversa com o governador Márcio França, solicitei uma agenda para apresentar conquistas realizadas em Rio Grande da Serra. Márcio França tem sido um grande parceiro de nossa cidade e em breve estaremos colhendo bons frutos para Rio Grande da Serra”, disse o prefeito Gabriel Maranhão.

Pesquisa mostra crescimento de Márcio França e queda de Doria, mas brancos e nulos ainda são elevados

Levantamento feito pelo Instituto Vertude entre quinta e sexta-feira trouxe resultados positivos ao governador Márcio França (PSB), pré-candidato à reeleição ao governo paulista.

Segundo o Instituto que ouviu 3.255 eleitores, França foi citado por 11,1% do eleitores entrevistados, enquanto Doria atingiu 18,2% da preferência.

Nas últimas sondagens eleitorais sobre a corrida ao governo do Estado, França aparecia atrás dos principais adversários, entre eles também Luiz Marinho (PT), ex-prefeito de São Bernardo, e Paulo Skaf (MDB), presidente licenciado da Fiesp. Nesse levantamento, Marinho foi lembrado por 8,5% dos eleitores. Skaf, por 8,4%.

Outro dado relevante para França é o volume de eleitores que disseram conhecê-lo – até agora esse tem sido seu principal ponto fraco, pois acabou de herdar o governo de Geraldo Alckmin (PSDB), que renunciou para concorrer à Presidência da República. Ao todo, 44,7% dos entrevistados afirmaram saber quem é Márcio França.

O número de brancos e nulos ainda é bem alto (53,7%) e a margem de erro foi de 1,72 ponto percentual. A pesquisa foi registrada sob protocolo SP-03218/2018 no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

No primeiro estudo encomendado após atuação de Márcio França, na greve dos caminhoneiros, ele aparece na segunda colocação, atrás apenas do ex-prefeito João Doria (PSDB).

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.