Genoino pede aposentadoria por invalidez

O deputado federal José Genoino (PT-SP) protocolou nesta quinta-feira (5) um pedido de aposentadoria por invalidez na Câmara dos Deputados. O parlamentar foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Penal 470, o chamado “mensalão”. A informação foi informada pela diretoria-geral da Casa. De acordo com o diretor-geral Sérgio Sampaio, no entanto, o parlamentar ainda precisa ser submetido a uma junta médica da Câmara para que o pedido seja aceito. Os médicos precisam avaliar se o deputado tem alguma doença que consta da lista de enfermidades passíveis de aposentadoria. Em agosto, Genoino, de 67 anos, sentiu fortes dores no peito durante o recesso parlamentar, quando estava em Ubatuba, litoral paulista. Ele foi atendido em um hospital local, mas foi transferido no dia seguinte para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para uma bateria de exames mais específicos. No local, foi submetido a uma cirurgia para correção de dissecção da aorta. No dia 5, ele sofreu uma isquemia cerebral leve, que foi revertida e não deixou sequelas. Genoino exerce o sétimo mandato de deputado federal. Suplente na eleição de 2010, ele assumiu o mandato de deputado em janeiro, no lugar de Carlinhos Almeida, eleito prefeito de São José dos Campos (SP). Por conta da condenação no STF, Genoino deve ter perda automática do mandato, assim que o julgamento for concluído. A decisão foi reafirmada pelo tribunal na sessão desta quarta-feira, enquanto os ministros avaliaram os recursos do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), também condenado. Caberá à Mesa da Câmara apenas declarar a perda do mandato.
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply