Instituto testa Joaquim e descobre: tem voto

Pela primeira vez um instituto de pesquisa testa o nome do ministro Joaquim Barbosa, do STF, para a disputa presidencial de 2014. Na sondagem, feita pelo IPESPE, 24% dizem que votariam nele “com certeza” e 26% dizem que poderiam votar numa soma que chega a 50% do eleitorado. A migração para a política, no entanto, seria um movimento de risco para Joaquim Barbosa. Evidenciaria uma das principais críticas relacionadas à Ação Penal 470, que é justamente a politização do julgamento. De todo modo, juízes populares têm sido sondados por partidos. Foi o caso de Eliana Calmon e de Ayres Britto, que são alvos de diversos partidos.

Deixe uma resposta