Janaína Paschoal vira “inspetora de banheiros” na gestão Doria.

Coautora do pedido de impeachment de Dilma, professora da USP afirma que vai “trabalhar de graça” para a prefeitura de São Paulo. Advogada diz que vai inspecionar os banheiros do Ibirapuera e informar o novo prefeito sobre a situação deles

Coautora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a advogada Janaína Paschoal decidiu aderir à campanha de limpeza em São Paulo deflagrada pelo novo prefeito da cidade, João Doria (PSDB). Em sua conta no Twitter, Janaína informou que vai “trabalhar de graça” para a prefeitura, inspecionando os banheiros do Parque Ibirapuera, do qual é frequentadora assídua. O “anúncio” foi feito pela professora da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) no último dia 1º, quando Doria tomou posse.

Na publicação, Janaína fez uma crítica indireta ao ex-prefeito Fernando Haddad (PT). Segundo ela, a limpeza nos banheiros públicos no principal parque da capital paulista ficou abandonada desde outubro, quando o petista, que tentava a reeleição, foi derrotado pelo tucano. A advogada afirma que vai inspecionar com frequência os banheiros do Ibirapuera e que manterá Doria informado sobre a situação deles pelo Twitter.

Veja os tuítes:

Janaína Paschoal assinou, ao lado do ex-promotor e ex-deputado Hélio Bicudo e do jurista Miguel Reale Junior, a petição que resultou no impeachment da ex-presidente Dilma. Durante a defesa do afastamento da presidente no Congresso, ela chamou a atenção por suas declarações e por discussões com parlamentares.

Vassoura

Ontem, no primeiro dia útil de sua gestão, o novo prefeito se vestiu de gari e foi até o centro da capital, na Praça 14 Bis, perto da Avenida Paulista, para lançar um programa de limpeza e zeladoria urbana batizado de Cidade Linda. O tucano só pegou na vassoura para posar diante de fotógrafos e cinegrafistas. Mas o local e os arredores já haviam recebido uma limpeza na madrugada, antes da chegada dele.  A rua chegou a ser lavada.

Doria disse que participará da limpeza todas as semanas ao longo dos quatro anos de mandato. “Podem anotar, registrar. E olha, acordem cedo”, declarou aos jornalistas. O prefeito também prometeu que sua administração vai cuidar com “humanidade” dos moradores de rua. Ele permaneceu na praça por pouco mais de uma hora (entre as 5h50 e as 7h05), tempo quase todo utilizado por ele para dar entrevista.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply