Jhol Jhol admite ser dono de página que denegria Maranhão em período eleitoral.

Um fato lastimável ocorreu durante a sessão na Câmara de vereadores de Rio Grande da Serra nesta quarta-feira (12).

O vereador Jonathan Rago (PSD), popular Jhol Jhol, no uso da Tribuna, visivelmente contrariado com proposta apresentada pelo vereador Clauricio Bento (DEM) que pretende criar no município o dia do jornalista e dos profissionais de imprensa, visivelmente desequilibrado, disparou duras palavras contra representantes da imprensa.

Jhol Jhol, antecipando o seu voto, por se sentir perseguido e se colocando na condição de vítima de Fake News (notícia falsa) por parte de jornalistas que  disse que não votaria favorável ao projeto e que não apoiaria politicagem apresentando emenda de R$ 250 mil enviada pelo deputado Federal Goulart e que também foi o autor de solicitação de emenda de mais de R$ 1 milhão de reais na cidade.

O vereador Clauricio Bento, ocupou a tribuna ao mesmo tempo em que o presidente da Casa João Mineiro solicitou para que Jhol Jhol, na condição de vice-presidente assumisse a condução da sessão. O que foi feito.

Clauricio iniciou sua fala lamentando a postura de Jhol Jhol. E apresentou versão sobre a origem da emenda de mais de R$ 1 milhão que está sendo utilizada para serviços em vielas do município.

“Lamentável, uma fala de um jovem vereador neste sentido! Lamentável um vereador se apropriar de uma verba de R$ 1 milhão que foi assinado na legislatura passada e esse vereador nem estava aqui e ele fala que foi mandado a ele!”

Jhol Jhol sem o menor trato parlamentar, tentou interromper a fala do orador

“Eu tenho documento”, disse o presidente em exercício.

Cobrando respeito e com o dedo em ‘riste’, Clauricio disse: “Eu quero que o senhor não me interrompa”.

A discussão se instalou com falas de ambos os lados.

Jhol Jhol foi chamado de burro ao demonstrar desconhecimento do regimento interno ao não apresentar o tempo previsto a que tem direito um parlamentar na tribuna. Ele ainda aos gritos exaltava a sua condição de presidente tentando impor censura a fala de Clauricio.

No debate acalorado, Jhol Jhol assumiu a titularidade da página do Facebook “Boca no Trombone” que durante todo o período eleitoral de 2016, anonimamente disseminou duros ataques ao prefeito Gabriel Maranhão.

O tema “fake news” é objeto de intensos debates no meio acadêmico e jurídico nacional e está sendo tratado com muito afinco no Tribunal Superior Eleitoral na busca de coibir e criminalizar os práticas de veiculação de notícias falsas nas redes sociais.

Acompanhe abaixo o episódio

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.