Joaquim Barbosa já é carta fora do baralho de 2014

Se ele pretendia ou não ser candidato, não importa. A possibilidade de que Joaquim Barbosa dispute a presidência em 2014 ou em qualquer momento desapareceu para sempre. O motivo é a mistura do público (seu apartamento funcional em Brasília) com o privado (a empresa offshore que comprou seu apartamento em Miami, cuja sede é o imóvel do STF). Com Barbosa fora da disputa, o jogo agora se resume a Dilma Rousseff, Marina Silva, Aécio Neves, Eduardo Campos e José Serra. Mas nem todos estão garantidos no tabuleiro.

Deixe uma resposta