Kiko sobe no salto e tenta se colocar como vítima.

5828909

Em matéria publicada em um jornal com relativa inserção em Ribeirão Pires, o pré-candidato a prefeito em Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (sem dar nome aos bois) se apresenta como vítima da “imprensa marrom” e da indústria da boataria contra a sua pré-candidatura.

Em verdade, o “blog Caso de Política” acompanha e publica desde tempos que antecede esse período pré-eleitoral o andamento de seu processo onde foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) quando em 2004 Kiko exercia a presidência da Câmara de Vereadores de Rio Grande da Serra.

Kiko recorreu ao Supremo Tribunal Federal onde através de decisão monocrática obteve anulação do julgamento do TCE. O ministério público estadual entrou com agravo e a decisão se Kiko será ou não candidato deve ser decidida pelo colegiado pleno da corte Suprema. Esses são os fatos incontestáveis!

Kiko sob no salto

A mesma matéria aponta Kiko como favorito nas próximas eleições! O que devemos questionar é: Com base em que isso é dito?

Ao chamar a imprensa de marrom por cumprir o seu papel legal de levar informação a sociedade, Kiko mostra o seu lado oculto e anti-democrático! Mostra que o mesmo não aceita verdades fatídicas que envolvem o seu nome como homem público!

No mais vale ressalta que eleição só é dada para quem caminha, anda e convence com propostas e passado.

Em despacho, o STF abriu canal onde o pré-candidato Kiko, (que não se enquadra como ficha-suja) se defenda da condenação cravada pelo TCE paulista.

O resto, é resto! Tudo não passa de vitimização barata e tentativa de jogar em ombro alheio a própria história! Não vamos nos deixar intimidar e tão pouco nos calar diante ofensas gratuitas e descabidas! Onde há indústria da boataria? Onde há sensacionalismo e inverdades? Por hora é isso, não detalharei mais, nem irei além. Apenas registro o fato! Luís Carlos Nunes

Deixe uma resposta