Kit de Natal: Vereadores agiram certo em solicitar crédito no Cartão Servidor. Saibam porque.

Após a retirada da pauta de votação a pedido do prefeito Kiko Teixeira (PSB), onde os vereadores do município discordavam em autorizar celebração de convênio entre a prefeitura e o Sindserv onde seria repassado R$ R$ 474.005,10 para a entidade sindical, o blog Caso de Política de posse da íntegra do documento enviado ao parlamento municipal, pode-se constatar ao final do “debuxo” (anexo I), verifica-se uma relação com quantidade e descrição dos produtos que constariam em cada um dos 3.649 Kit’s de Natal a serem entregues aos servidores municipais de Ribeirão Pires. Para saber mais sobre o ocorrido na sessão, clique aqui.

Ainda na mesma página consta o nome da empresa “Casas Máxima”, localizada na cidade de Mairinque e especializada no segmento de cestas básicas e cestas de natal.

Na relação de itens do Projeto de Lei nº 079/17 consta (imagem abaixo):

A surpresa veio após consulta na página oficial da empresa “Casas Máxima”, uma série de opções de cesta montadas com significativo sortimento e qualidade nos produtos ofertados.

Constatamos cestas nos mesmos padrões da que seria ofertada pela parceria da prefeitura com o Sindserv com valores muito inferiores aos R$ 129,90.

Diante do exposto, não resta nenhuma sombra de dúvidas de que todos os 17 vereadores agiram com grande responsabilidade ao proporem ao prefeito Kiko Teixeira para que os R$ 129,90 deveriam ser creditados no Cartão Servidor. As razões são justas, sendo que os 3.649 servidores municipais que seriam agraciados com o benefício poderiam aquecer o comercio local consumindo produtos. Afinal são R$ R$ 474.005,10.

Segundo informou o presidente Rubão Fernandes ao ser comunicado do projeto da votação, o executivo deve agendar reunião para os próximos dias para tratar do assunto e que o benefício não foi cancelado e que espera que o prefeito Kiko acate a vontade dos trabalhadores que solicitam os R$ 129,90 creditados no Cartão Servidor uma vez que já havia destinação da verba.

Para o leitor que quiser conferir a tabela da premiada e conceituada “Casas Máxima” basta clicar aqui. Abaixo seguem as imagens das cestas com os seus respectivos valores.

Antes de concluiu vale ressaltar aqui que um item nos chamou a atenção. O item 16, é iguaria das mais finas e raras! Talvez o “pirulito Bimbolito” explique as discrepâncias!

Deixe uma resposta