Luís Eduardo: Coleta seletiva solidária com inclusão social

A prefeitura, por meio dos projetos das secretarias, desenvolve ações sociais com a intenção de promover a inclusão na dinâmica de sobrevivência da atual sociedade. A Secretaria de Meio Ambiente coordena o Programa Coleta Seletiva Solidária, um projeto de autogestão econômica com materiais reciclados.

O projeto objetiva a dignificação do trabalho, através de práticas da economia solidária, garantindo a sustentabilidade e a melhoria da renda por meio da comercialização de materiais recicláveis coletados. Os catadores são ainda incentivados a cuidar da saúde, usar equipamento de proteção individual (EPI) e agora são incentivados a retomarem os estudos.

Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, os catadores de material reciclado matricularam-se no Programa Educação para Jovens e Adultos (EJA) na segunda quinzena de março. Eles foram incentivados a se inscreverem em escolas perto de suas residências. Este ano quatro catadores, voltaram a estudar, José Nilton Queiroz (motorista do caminhão que carrega os materiais), está estudando na Escola Municipal Vânia Aparecida, no bairro Mimoso II e Samuel Souza, Edgar Galdino e Gilvan Alves voltaram a estudar na Escola Municipal Aldori Luiz Tolazzi, no bairro Santa Cruz.

O fato de ler e escrever deixam essas pessoas animadas e criam expectativas de uma melhor qualidade de vida. Os Alunos do EJA ganharam exames oftalmológicos, que reforçou o estímulo para voltar à difícil tarefa de adquirir conhecimento.  

 Neste ano, quando a coleta seletiva completa dois anos de trabalho no município, o Programa Coleta Seletiva Solidária está sendo apoiado pela Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), fortalecendo a economia solidária em Luís Eduardo Magalhães. (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães – ASCOM)

Deixe uma resposta