Luís Eduardo: Programa Amigos do Peso, há cinco anos em execução


A prefeitura de Luís Eduardo Magalhães é exemplo na qualidade de vida para o Brasil. Desde de 2009 a Secretaria de Saúde trabalha com o Programa Amigos do Peso que busca a prevenção e o cuidado com a saúde da população e ensina como se alimentar bem, trabalhando o psicológico e incentivando a prática de atividades físicas.

O Programa Amigos do Peso iniciou através de verbas do Ministério da Saúde para melhoria na qualidade de vida de pessoas que não se encontravam no seu peso ideal. A população tem um acompanhamento com nutricionista, psicóloga, assistente social e educador físico e desde 2009, muitas vidas já foram melhoradas.

A nutricionista Fernanda Junqueira, relata que alguns pacientes já perderam mais de 20 quilos com o programa “ é um apoio a população de acordo com suas necessidades, obesidade é uma doença e pode ser controlada. Através de uma educação alimentar, exercícios físicos pacientes melhoraram de vida, chegando até a parar de tomar remédios controlados contra depressão e deixando de sentir dores nas articulações por causa do excesso de peso”.

O Programa mostrou resultados positivos e em 2010 Luís Eduardo Magalhães, foi a Salvador em um Encontro Estadual de Secretarias de Saúde, e na ocasião foi apresentado três projetos e um deles ( Amigos do Peso) foi selecionado. O município foi convidado a apresentar os resultados do programa na Conferência Nacional de Secretarias de Saúde na cidade de Gramado-RS. Deste modo, servindo de exemplo e referência para todos municípios brasileiros.

No segundo semestre de 2010 a Secretaria de Educação/Gerência de Educação Esportiva cria o Programa Amiguinhos do Peso as mesmas ações dos trabalhos com adultos (Amigos do Peso) no município, porém nas escolas da rede municipal de ensino com crianças. 

Educação e Saúde – Luís Eduardo Magalhães mais uma vez sai na frente na qualidade da saúde e do ensino público municipal. A cidade já cuida e trabalha a saúde dos alunos  há mais de quatro anos. Este ano  o número de jovens matriculados da rede pública de ensino aumentou 7,5% em relação ao ano passado. A nutricionista responsável pelo Programa, Maria Isabel, comenta que os professores perceberam o rendimento de alguns alunos orientados. O Projeto Índice de Massa Corporal Amiguinhos do Peso nas escolas tem a tendência de diminuir o número de doenças e aumentar a saúde dos alunos através da educação alimentar e prática de exercícios físicos.

O Projeto envolve profissionais que buscam atender as crianças em diversos contextos. É feito o diagnostico e de acordo com o resultado as crianças são classificadas em desnutrição, risco de desnutrição, eutrófico (peso ideal de acordo com a altura e a idade), risco de sobrepeso, sobrepeso e obesidade.O programa realiza um acompanhamento do início até o final do ano letivo.

De acordo com a gerente de educação esportiva da Secretaria de Educação Isabel Katerine, “podemos notar diferença na qualidade de vida dos alunos. No último ano letivo reduzimos  de 498 para sete o numero de crianças obesas”, destaca Isabel ao falar da importância do acompanhamento de atividades físicas no controle do peso.

Resultados – No segundo semestre de 2012 os alunos matriculados  em 20 escolas somaram 14.413 estudantes. Os professores de educação física  são os responsáveis em coletar os dados, no que diz respeito a idade, peso, altura e o índice de massa corporal. Foram constatados 538 casos de desnutrição, 979 em risco de desnutrição, 5462 com peso adequado para idade, 1124 com risco de sobrepeso, 574 sobrepesos e sete crianças em estado de obesidade.

Estas informações foram apresentadas na Semana Pedagógica, no início do ano letivo de 2013, em apresentação sobre o Projeto Índice de Massa Corporal Amiguinhos do Peso. Este ano 32 escolas municipais e 15.500 alunos serão diagnosticados. Depois da triagem nas escolas, os casos de maior atenção são encaminhados para a Policlínica Municipal, onde é realizada uma bateria de exames sempre acompanhados por médicos especialistas. (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães – ASCOM)

Deixe uma resposta