Luís Eduardo: Vigilância Sanitária apreende produtos impróprios para consumo

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães apreendeu entre os dias 11 e 16 de agosto, através da Vigilância Sanitária, 270 kg de produtos impróprios para o consumo. O material foi recolhido em supermercados, farmácias, consultórios odontológicos, padarias, lanchonetes, hotéis, entre outros, por estarem sendo comercializados com prazos de validade expirados, sem registro e/ou identificação, em mau estado de conservação ou deteriorados.

De acordo com o setor de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, de janeiro até a primeira quinzena de agosto, foram apreendidos 3.227kg de produtos impróprios para consumo. Segundo a secretária de Saúde, Soraia Luedy da Trindade, a participação do cidadão na fiscalização dos estabelecimentos infratores é de suma importância para o bom andamento dos trabalhos.
“Exijam seus direitos no próprio estabelecimento ou procurem a Vigilância Sanitária para denunciar. Os estabelecimentos infratores estão sujeitos a multas e até interdição caso coloquem em risco a saúde da população”, pede Soraia. A Vigilância Sanitária recomenda ainda que a população não compre produtos sem identificação e/ou registro, principalmente queijos, vinagres, desinfetantes, salames, doces caseiros, leite, mandioca ou frangos, e só freqüente estabelecimentos com Alvará Sanitário dentro da validade devidamente exposto ao público.
A diretora de Vigilância em Saúde de Luís Eduardo Magalhães, Luana Leonel ressalta que tanto a secretaria de Saúde quanto a Vigilância Sanitária municipal são parceiras dos comerciantes e empresários. “Nos últimos dois anos a equipe da Vigilância vem realizando ações educativas e orientações nos estabelecimentos da cidade. Nossa orientação é sempre para que estes comerciantes e empresários cumpram com suas responsabilidades perante a legislação sanitária”, explica. (Ascom Lem)

Deixe uma resposta