Nota de apoio aos professores – por Heder Cássio

Prezados professores de Formosa do Rio Preto, venho através desta nota expressar meu apoio incondicional à sua luta. É inconcebível que um governo que se preze trate o profissional de educação com tamanha falta de respeito e descaso a ponto de descontar valores em sua remuneração. Uma covardia sem precedentes!!!
Como já disseram alguns sábios e intelectuais, o professor é o grande agente, é a peça fundamental no processo educacional de um país. É quem mede o conhecimento, é quem estimula os alunos a desenvolverem seus potenciais acadêmicos e criativos, mas, principalmente, quem contribui para formar uma nação evoluída, não somente em produção de conhecimento, tecnologias mas também para formar cidadãos pensantes, críticos, pessoas de bem, com valores essenciais à sociedade. Os professores e professoras são pessoas que trabalham para formar uma nação desenvolvida.
Desde os primórdios, o professor sempre ocupou um lugar importante na sociedade por ser o profissional que trabalha para difundir a cultura e para a transmissão e produção do conhecimento, contribuindo para que um povo amadureça e se desenvolva, pois quem tem acesso à educação, poderá ter melhores oportunidades de acesso ao trabalho e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.
O professor é, portanto um profissional que tem na natureza do seu trabalho, atribuições que vão além dos conhecimentos, procedimentos e técnicas de ensino. Eles tem em suas mãos múltiplas responsabilidades, na formação de crianças e jovens, que por sua vez, depositam na relação diária da sala de aula, a confiança dos seus futuros. Pais e mães, igualmente, depositam nos professores a confiança de ensinar bem aos seus filhos para que estes sejam pessoas de bem e felizes! O professor é um agente social que, pela própria característica da profissão, agrega ao seu trabalho grande esforço intelectual, buscando sempre a formação continuada, doando parte da sua vida pessoal, para alcançar os objetivos da educação dos seus alunos, mesmo nadando contra a correnteza dos descasos e mazelas do sistema do poder público, no caso aqui, do governo municipal de Formosa, que de forma arbitrária e ilegal surrupia parte de seus vencimentos.
Pela sua importância social, o professor deve ter o respeito e a valorização necessárias para desenvolver um trabalho de qualidade, pois assim ganha toda a sociedade. A valorização inclui a justa remuneração pelo poder público, um plano de carreira que incentive a permanência na profissão, a dedicação dos professores, e o reconhecimento de toda a comunidade de que valorizar o professor é valorizar o próprio povo a quem eles servem!

Héder Cássio

Deixe uma resposta