Novas universidades na Bahia devem funcionar até 2015


Lideranças políticas de diversas cidades do Sul, Extremo Sul e do Oeste da Bahia participaram nesta terça-feira (07), em Brasília, de uma reunião para tratar da expansão das universidades federais no interior do estado. A iniciativa foi do deputado federal Daniel Almeida (PCdoB), coordenador da bancada baiana na Câmara dos Deputados.

No encontro, o Ministério da Educação (MEC) apresentou o andamento de cada um dos projetos. Segundo Luiz Cláudio Costa, presidente do Instituto Nacional de Educação Profissional (INEP) e representante do MEC, os processos estão caminhando a passos largos.  A previsão é de que todas as unidades comecem a funcionar até 2015.

Entre os projetos em andamento está o da Universidade Federal do Oeste, que atenderá as cidades de Barreiras, Barra, Bom Jesus da Lapa e Luís Eduardo Magalhães e da Universidade Federal do Sul da Bahia que será instalada em Itabuna e atenderá a região Sul e Extremo Sul.

A Universidade Federal do Recôncavo será ampliada com a instalação do novo campus em Feira de Santana, e a Universidade Federal da Bahia, receberá uma extensão em Camaçari. A expansão do ensino superior da Bahia contempla ainda, inauguração de novas unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFET). 

Na ocasião, Daniel Almeida defendeu a votação de uma nova legislação que privilegie a autonomia das universidades. Para o parlamentar, além de criar novas unidades, deve-se pensar em como preservar a qualidade do ensino e garantir mais independência para as instituições. O deputado ressaltou ainda, a necessidade de mais investimentos. Foto: Luiz Alves

Deixe uma resposta