Parlamentares otimistas com a Farm Show


A expectativa dos deputados que integram a Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Luís Augusto (PP), é quanto à participação da Bahia na Farm Show que será realizado de 27 deste mês a primeiro de junho, no município de Luís Eduardo Magalhães, considerado o maior evento de exposição e venda de equipamentos agrícolas do Norte/ Nordeste.

Todos os integrantes da comissão foram convidados pela organização da Feira, que reunirá pequenos, médios e grandes produtores rurais e agricultores, em busca de novas tecnologias sobre equipamentos rurais para melhorar a produção. O avanço tecnológico irá revolucionar o mercado, entretanto os deputados esperam que todos os interessados, possam adquirir os equipamentos necessários, contando com as facilidades de financiamento, oferecidos pelas instituições financeiras. O deputado Luís Augusto fez questão de destacar que participou recentemente de um evento semelhante em São Paulo e as facilidades de financiamento com longos prazos e juros compatíveis, deixaram todos entusiasmados: 
“Enquanto em São Paulo o produtor é disputado acirradamente pelos instituições financeiras para o financiamento adequado à sua estrutura e capacidade financeira, aqui na Bahia as dificuldades criadas para o pequeno e médio produtor rural é inconcebível. Lá o financiamento é fácil com juros acessíveis e prazos até de dez anos. Espero que a Bahia Farm seja um sucesso e forneça todas as facilidades para o nosso produtor que passou por uma seca inédita no Estado”, comentou o presidente, garantindo ao vice- presidente da comissão, deputado Herbert Barbosa (DEM), todo apoio para o colegiado na participação deste evento em Luís Eduardo Magalhães.


O deputado Marquinho Viana (PV) fez um relato do Encontro de Produtores Rurais, realizado no último final de semana, no município de Barra de Estiva e região. Marquinho destacou o sucesso deste quinto encontro, com destaque para diversos cursos que foram ministrados, exposição de animais e leilão, este com arrecadação de cento e vinte mil reais. A produção de café da região, mesmo com os prejuízos da seca, também foi destaque neste evento. (ALBA)

Deixe uma resposta