PMDB desembainha espada da CPI da Petrobras

Bombardeado pela revista Época no final de semana com denúncia de um suposto esquema de pagamento de propina em negócios internacionais da Petrobras, o próprio PMDB promete empenho total para instalar a CPI da estatal no Congresso, assunto que começou a ser discutido há três meses com objetivo inicial de apurar a compra de uma refinaria em Pasadena, nos EUA, em 2007, que teria dado prejuízo à estatal. Vice-líder do PMDB na Câmara e irmão de Geddel Vieira Lima, possível adversário do pré-candidato José Sérgio Gabrielli na disputa pelo Governo da Bahia em 2014, o deputado Lúcio Vieira Lima disse que “o PMDB agora tem a obrigação de provocar a instalação da CPI da Petrobras”. O peemedebista garante que o requerimento para instalação das investigações na Casa já tem número superior ao mínimo necessário. “Vou conversar nesta segunda-feira com o presidente (da Câmara) Henrique Eduardo Alves (PMDB) para que ele instale a CPI. O partido tem a obrigação de fazer com que os seus 80 integrantes assinem a lista para fazer a CPI. Ele precisa fazer isto para provar que não tem medo das acusações. Precisamos ressuscitar a CPI da Petrobras para separar o joio do trigo”.
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply