PP pula fora de Kiko e adere à pré-candidatura de Dedé da Folha.

_DSC0645

O diretório estadual do Partido Progressista (PP), presidido pelo deputado Guilherme Mussi, decidiu abandonar a campanha de Kiko Teixeira, candidato do PSB ao Paço de Ribeirão Pires, para apoiar a candidatura de Edinaldo de Menezes, popular Dedé da Folha (PPS).

Com o recuo do PP – um dia antes da decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que colocou Dedé da Folha no páreo -, Kiko sofre baixa em sua base eleitoral.

Segundo a informação oficial, desde 19 de julho, assumiu a presidência municipal da agremiação, Paulo André de Paula.

Em Ribeirão Pires, é notório que desde o anúncio do nome de Dedé da Folha como pré-candidato a prefeito, uma nova conjuntura política foi formatada, uma vez que seus aliados encontravam-se órfãos e desde então regressam a suas trincheiras de origem.

Abaixo o documento

PP apoia Dedé da Folha - Ribeirão Pires

Não é novidade nem estranho, que postulantes a cargos públicos nessas eleições busquem apoios para uma largada vantajosa para as candidaturas que serão consolidados nas convenções partidárias. Nos bastidores, as articulações são intensas com fortes “burburinhos” de que novas “puladas de cerca” são previstas, possiveis e inevitáveis. Nesse plantel, listam-se forças políticas de peso e bem articuladas eleitoralmente. O momento conhecido no meio político como “dança das cadeiras” está a pleno vapor onde todas as siglas do município movem estrategicamente suas pedras em busca de “musculatura” como em um complexo jogo de xadrez. É esperar para conferir. Luís Carlos Nunes

Deixe uma resposta