Projeto do executivo para concessão da Fábrica de Sal entra na pauta da Câmara nesta terça-feira (23).

fábrica de sal

O prefeito Saulo Benevides (PMDB), reencaminhou para apreciação dos vereadores, o projeto de Lei que autoriza concessão do espaço da antiga Fábrica de Sal. O Projeto de Lei (PL) sob o nº 039/2016 pretendendo conceder de forma onerosa área de 12.896,87 m² para a instalação de um Shopping Center. A área é avaliada em aproximadamente R$ 20.000.000,00 (vinte milhões de reais).

Para ser aprovado, o mínimo de 12 vereadores devem votar favoráveis. A votação deve acontecer durante a sessão desta terça-feira (23) a partir das 14 horas na câmara de vereadores.

O tema tem despertado na cidade movimentações apaixonadas entre os que apoiam e os que são contrários. Os que concordam, tem como principal argumentação de que um Shopping Center na cidade aqueceria a economia local e geraria aproximadamente 1.000 empregos diretos e indiretos. Os contrários ao empreendimento defendem o tombamento da antiga Fábrica de Sal como patrimônio histórico, a criação no local de espaço público na área de cultura e laser bem como não concordam com a concessão do espaço por 99 anos avaliado em aproximadamente 20 milhões de reais para a iniciativa privada. Os contrários afirmam ainda que o Shopping Center possa prejudicar o comercio local com o fechamento dos mesmos e a perda dos atuais postos de trabalho.

Na última sessão da Câmara realizada no dia 16 de agosto, o executivo retirou o item da pauta de votação ao pressentir que não conseguiria número suficiente de votos.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply