Reunião entre partidos debate conjuntura e estratégias para eleições 2016.

_DSC8818

Há menos de cinco meses das eleições que irão definir os novos prefeitos e vereadores em Ribeirão Pires, os bastidores da política no município começam a ganhar espaço, com as intenções de partidos e candidatos a disputar o pleito municipal em 2 de outubro deste ano.

O assunto é amplamente discutido em rodas de conversa e acirra a disputa, já que os dirigentes de cada partido começam a definir os rumos das eleições e buscam se articular para fortalecer as coligações.

E para esquentar o clima, uma reunião envolvendo três partidos no final da tarde desta sexta-feira (20), mostrou que as oposições estão dispostas a dialogar projetos e ensaiam um possível bloco político para disputar as eleições. Lideres dos partidos PTC, Rede Sustentabilidade e PROS debateram e ao que tudo indica, encontraram denominadores comuns e um discurso assemelhado caso a aliança se concretize entre as siglas.

“Sou pré-candidato a prefeito pelo PTC, mas temos um diálogo com diversos grupos políticos em Ribeirão Pires. O que na realidade importa é resgatar nossa cidade propondo caminhos e soluções. Devemos pensar num governo sem amarras”, disse Charles D’orto.

Segundo o pré-candidato do PROS, Julião “Existem muitas conjunturas para ouvir e a escolha de um nome adequado deve se pautar pela liderança e também com muito diálogo e sem vaidades”.

Para o presidente da recém-criada Rede Sustentabilidade, Carlos Lima, o mais importante é que se estendam os debates com todos aqueles que se opõem ao atual modelo administrativo.

“Espero que os diversos diálogos que estão acontecendo na cidade, viabilizem a formação de um ‘frentão’. Ribeirão Pires, dispõe de condições privilegiadas a exemplo do Rodoanel, Ferroanel, água e vasta vegetação. Devemos analisar a cidade como um ser vivo, para tanto devemos conversar com todos os segmentos sócias para encaminharmos a Ribeirão Pires que queremos”, argumentou.

Ainda que o referido encontro não tenha se configurado em aliança selada, vale o registro jornalístico. Outras agremiações políticas da cidade também já realizaram encontros similares e pelo que se sabe mantém constantes diálogos, a exemplo do próprio PTC, PPS, Rede, PSDB, PRB, PROS, PT, PMB, PR, PHS. Vale ressaltar que nenhum dos partidos citados ainda apresentou nome de vice e que as definições estão próximas, sendo que a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações deverão ser feitas no período de 20 de julho a 5 de agosto. Luís Carlos Nunes

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply