Ribeirão Pires: Abertura do Festival do Chocolate será neste sábado com o Maestro João Carlos Martins e Orquestra Bachiana do Sesi.

Sob regência do reconhecido maestro João Carlos Martins, a orquestra presenteia o público da Estância com clássicos de Beethoven, The Beatles, entre outros e a entrada para o evento é gratuita

Na noite do dia 22 de julho, sábado, a partir das 19h, acontece a abertura oficial da 11ª edição do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires. O evento será realizado na Vila do Doce (Rua Boa Vista s/n – Centro), com a apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob regência do maestro João Carlos Martins. A entrada para o evento é gratuita.

No repertório da orquestra, composições clássicas de Beethoven, Bach e Mozart, canções marcantes de grupos como The Beatles e Queen, e dos compositores brasileiros Adoniran Barbosa e Heitor Villa Lobos. O concerto promete ainda momentos especiais ao longo da apresentação – quando o maestro assume o piano e relembra sua trajetória como concertista.

A apresentação é uma realização da FIESP e do SESI São Paulo, com o apoio da Prefeitura e dá início à programação do Festival do Chocolate deste ano, que acontece em dois finais de semanas –  28, 29 e 30 de julho e 4, 5 e 6 de agosto, no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jd. Itacolomy).

O Festival do Chocolate teve início em 2005, ganhou corpo e atraiu olhares de pessoas de diferentes regiões de São Paulo. O evento foi idealizado pela Prefeitura para divulgar o potencial turístico, trazer novos visitantes e valorizar a cidade entre os próprios moradores, criou nova identidade ao município, que passou a ser reconhecido também por sua hospitalidade e pela riqueza gastronômica. Hoje, é considerado um dos maiores eventos de cultura e gastronomia da região e do Estado e está inserido ao Calendário Turístico do Estado de São Paulo, conforme LEI nº 13.990 de março de 2010.

O 11º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires faz parte da estratégia adotada pelo atual Governo. Este processo, que tem entre os objetivos a recuperação da autoestima da população e a reconstrução da imagem positiva da cidade na região do Grande ABC e para todo o Estado, envolve o resgate de tradições e a valorização dos potenciais e da cultura ribeirãopirense. O evento foi retomado pela atual administração (em 2016, o festival não foi realizado pela antiga gestão da cidade), com a concepção “Um Novo Festival para um Novo Tempo”, em formato mais econômico para o município, mantendo a qualidade gastronômica e cultural oferecida aos visitantes.

Sobre a Bachiana Filarmônica SESI-SP

Mantida pelo SESI-SP, a orquestra, formada por jovens e experientes instrumentistas de diversas idades, sob a direção do maestro João Carlos Martins, representa ação relevante no apoio à música erudita e ao desenvolvimento de seus integrantes. Assim, ao mesmo tempo em que contribui para a formação de talentos, abrindo múltiplas oportunidades profissionais, também leva a cultura da música erudita a milhares de brasileiros. As apresentações abrangem desde o interior do Estado, periferias das grandes cidades, até renomados teatros, difundindo e valorizando a música clássica de alta qualidade técnica e artística.

Maestro João Carlos Martins

Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach (1685-1750), o maestro João Carlos Martins (1940) atingiu um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século XX. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa para teclado desse gênio da música. Logo após, devido a problemas físicos, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando sua paixão para a regência.

Repertório

Johann Sebastian Bach – Jesus Alegria Dos Homens

L.V.Beethoven – As Criaturas De Prometheus

Heitor Villa Lobos – O Trenzinho Do Caipira

W.A.Mozart – Concerto Para Piano Nº 21 (2º Mov)

John Berry – Em Algum Lugar Do Passado

The Beatles – Yesterday

Freddie Mercury – Love Of My Life

Ennio Morricone – A Missão / Cine Paradiso

Astor Piazzola – Libertango

Adoniran Barbosa – Trem das Onze

Deixe uma resposta