Ribeirão Pires: Cidadão confunde rio com lata de lixo e prefeitura faz trabalho de limpeza parcial.

Cidadãos não identificados, utilizaram as margens plácidas do Ribeirão Grande, paralelo a Avenida Prefeito Valdírio Prisco, como depósito de lixo. Várias embalagens pet, latas de refrigerante, cerveja, pneus, sofás e colchões e lixo acondicionado em bolsas plásticas, foram jogados no Rio.

O flagrante desrespeito é corriqueiro no local!

No destaque: poltrona e colchão descartados em flagrante crime ambiental

Falta de consciência ecológica, de respeito ou ambas as opções? Com ampla visibilidade nos veículos de comunicação disponíveis, a Prefeitura de Ribeirão Pires está realizando desde novembro, a dragagem desse rio, no trecho entre as proximidades do Assaí Atacadista e o Centro da cidade. Mesmo que não houvesse essa publicidade, caminhões, tratores, retroescavadeiras e homens circularam constantemente no trecho tocando a esse projeto.

O acúmulo de lixo só serve para obstruir seu curso formando barragens e colaborando enchentes

Os investimentos são altos por parte do poder local e beneficia todos os bairros e milhares de moradores ao longo do curso do flúmen, evitando que nas épocas de chuva o grande volume de água saia do leito do rio invadindo residências e o comércio. Essa atitude que fará a diferença. O acúmulo de lixo só serve para obstruir seu curso formando barragens e colaborando enchentes.

Enchentes em Ribeirão Pires já renderam dores de cabeça e repúdio de prefeito conforme já publicou o blog Caso de Política. Para ver a matéria clique aqui.

Prefeitura faz propaganda em busca de louros

Texto divulgado no site oficial da Prefeitura de Ribeirão Pires, intitulado “Prefeitura revitaliza entorno do Ribeirão Grande”, anuncia desassoreamento do Ribeirão Pires. Ver matéria clicando aqui.

Em verdade o trabalho foi realizado apenas em trecho de maior visibilidade, partindo das imediações do Atacadista Assai em sentido centro deixando para trás trecho não menos importante que segue até ao Pilar velho, onde nasce o Ribeirão Pires. Tentamos por diversas vezes contato com o secretário Diogo Maneira sem sucesso.

Neste trecho é encontrado muito lixo, o que se configura em verdadeiro crime ambiental e onde houve intervenção por parte da administração municipal não é raro se encontrar pneus e outros materiais poluentes e não biodegradáveis.

Nada conta a religiosidade e crença das pessoas, mas em determinada “encruzilhada”, conhecida por severas inundações, é possível quase que semanalmente se encontrar oferendas a Orixás conforme se constata em imagem feita nesta tarde de hoje. O ideal era que a mesma pessoas que prestou reverencia a seus Santos, também fizesse o recolhimentos das embalagens.

Ajude a manter a cidade limpa:

  • Separe e embale o lixo, mantendo-o fora do alcance de crianças e animais.

  • Não deixe lixo em casa, no quintal ou na garagem, evitando assim doenças e mau cheiro.

  • Se guardar pneus velhos, garrafas e latas, certifique-se de que estejam em local que não acumule água.

  • Ao passear com seu bichinho de estimação, leve recipiente para recolher os dejetos dele.

  • É proibido por lei jogar lixo nas calçadas, ruas, rios, valetas e terrenos baldios, além de queimar lixo a céu aberto, pois causa poluição do ar e doenças.

Face a esses transtornos por conta da falta de bom senso de alguns cidadãos e da própria prefeitura, é preciso colaboração de todos. Esta reportagem viu inclusive o trator de esteira ceifar arvore nativa enquanto realizava o dito desassoreamento. Que munícipes sejam mais responsáveis e que a prefeitura deixe de “produzir informação” e propaganda enganosa. O Ribeirão Grande, que nasce no Pilar Velho e desce pela atual Av. Prefeito Valdírio Prisco até fazer barra na Represa Billings. O Ribeirão Pires, que deu origem ao nome do município, passa atrás de uma colina chamada “Morro Santo Antônio”. Além disso possui uma série de nascentes, que sustentam o comércio de água, uma das grandes atividades econômicas do município.Luís Carlos Nunes

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.