Ribeirão Pires recebe reforço de R$ 3,6 milhões para a Saúde.

Ribeirão Pires obteve junto ao Ministério da Saúde a liberação de 3,6 milhões para habilitação de 34 equipes de Saúde da Família que deverá ser composta por equipe multiprofissional que possui, no mínimo, um médico e um enfermeiro generalista, além de um auxiliar e/ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de Saúde (ACS). Pode-se acrescentar a esta composição, como parte da equipe multiprofissional, os profissionais de saúde bucal (ou equipe de Saúde Bucal-eSB): cirurgião-dentista generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de ACS deve ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com um máximo de 750 pessoas por agente e de 12 ACS por equipe de Saúde da Família, não ultrapassando o limite máximo recomendado de pessoas por equipe.

Cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, 4.000 pessoas de uma determinada área, que passam a ter corresponsabilidade no cuidado com a saúde.

A carga horária é de 40 horas semanais para todos os profissionais de saúde cadastrados na Estratégia Saúde da Família, exceto o profissional médico que poderá atuar em, no máximo duas (02) equipes, pois poderá ser contratado por 20 ou, até, 30 horas semanais.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply