Rio Grande da Serra obtém recursos para o esporte e conclusão do Parque Ecológico na cidade.

Comitiva de vereadores e secretários municipais, liderada pelo prefeito Gabriel Maranhão rumou na tarde desta segunda-feira (23) para o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista para assinar contrato para obras no Estádio Municipal Edmundo Luiz Nóbrega Teixeira, o popular Teixeirão e também para o parque Ecológico na cidade. Nessa segunda etapa, os contratos juntos somam R$ 1.257.000,00.

As verbas serão utilizadas para a realização da segunda etapa do Parque Ecológico que consiste na instalação de alambrado na lateral esquerda do Parque na confrontação com a Avenida Edmundo Nóbrega Teixeira. O Parque Ecológico será um grande complexo de lazer, construído em uma área de 89.927,98 mil metros quadrados ao lado do Teixeirão, que também será reformado. A obra está sendo construída em duas etapas.

“Este novo Complexo de lazer atenderá toda população de nossa cidade. Essa área trará com certeza, mais qualidade de vida aos moradores e, também, atrairá visitantes ao nosso município”, afirmou o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão.

Já no Estádio Municipal Teixeirão os recursos destinam-se implantação de gramado sintético. Ainda neste equipamento público, serão construídas portarias na avenida citada e na rua Flávio Humberto Rebizzi, além de uma entrada de pedestres na Avenida Jean Lieutand, possibilitando acessos ao parque.

Participaram do ato de assinatura o governador Geraldo Alckmin, o prefeito Gabriel Maranhão, Claudinho Monteiro, Marcelo Alves, Claurício Bento, Bibinho Israel Mendonça, Agnaldo de Almeida, Zé Carlos, Arley Alves, Elizângela Reis, Sandra Malvese, João Batista, Zezinho da Lavínia, João Batista da Paixão e Maciel da Padaria.

Segundo o prefeito Maranhão, “é uma alegria muito grande ver um importante espaço público do município sendo recuperado. A reforma era necessária e isso nos traz motivação de trabalhar cada vez mais pelo Esporte da cidade, O Teixeirão foi construído há mais de 30 anos e, durante todo este período, recebeu apenas uma reforma em 2005”, disse Maranhão em vídeo postado nas redes sociais.

Deixe uma resposta