Roubos e furtos de celular cresce no ABC, na região aconteceu um roubo a cada 30 minutos em 2016.

Tido por especialistas em segurança pública como “crimes da moda”, os roubos e furtos de celular no ABC no ano de 2016 teve acréscimo de 12,6% se comparado a 2015. No total, foram 24.258 ocorrências no ano passado, média de um caso a cada 30 minutos nas sete cidades.

Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública de São Paulo (SSP) e foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

O que prevalece na região é o roubo de aparelhos, quando o criminosos usam da força ou grave ameaça para levar o objeto do proprietário. Do total, 18.784 se enquadram neste perfil, o equivalente a 77,4% das ocorrências. O restante foram furtos.

A SSP informou que vem desenvolvendo ações para combater os roubos de celulares e facilitar a recuperação dos mesmos quando há esse tipo de ocorrência. “A inclusão do IMEI (sigla para o número de identificação de cada aparelho) nos registros dos boletins de ocorrência, além de permitir o bloqueio das funções dos aparelhos, resultou na criação de um banco de dados que auxilia a polícia a apreender os telefones subtraídos”, diz nota da secretaria. Com informações de Região ABC

Deixe uma resposta