Saulo quer doar espaço público para construção de crematório.

Saulo quer doar terreno

Após o polêmico projeto de concessão do espaço da Fábrica de Sal, biblioteca e escola infantil – barrado por vereadores de oposição e forte pressão popular – as vésperas do período eleitoral de 2016, o prefeito Saulo Benevides (PMDB)  não desiste em seu intento de “doar” área pública para uso gratuito a iniciativa privada.

Desta vez, através do Projeto de Lei nº 005/16 de autoria do Executivo Municipal pretende que os vereadores concedam direito real de uso gratuito de área para a construção de um Crematório para humanos.

A matéria causou indignação entre os vereadores de oposição que refutaram a possibilidade de aprovação do projeto.

Em oposição ao projeto o vereador Renato Foresto (PT), disse que o projeto de doação é inconcebível e que o mesmo não beneficiaria a população menos favorecida.

“Fiz levantamento sobre valores de cremação junto ao crematório da Vila Alpina e constatei que os valores são muito elevados e que os mais pobres não estariam em condições de pagar pelo preço”, disse Foresto.

Contra argumentando, o líder do Governo, vereador Hércules Giarola (PMDB) disse que há grande demanda pelo serviço e que no ‘Vila Alpina’ familiares aguardam até 20 dias pelo serviço de cremação.

“É preciso que se mude essa cultura de enterro! O nosso cemitério municipal está contaminando o solo e prejudicando o meio ambiente!”, defendeu o vereador Hércules (PMDB).

O vereador Eduardo Nogueira, por sua vez questionou a iniciativa do executivo. “Estamos em pleno ano eleitoral, tenho dúvidas se isso é possível! Por outro lado, porque doar área pública para a iniciativa depois faturar com os serviços sem que haja contrapartida e acesso por parte de toda a população”, argumentou.

Bem ao contrário da defesa de interesse apaixonado do líder do governo, a cultura mencionada, trata-se de crença religiosa. Longe de eu querer defender ou atacar crença alheia! O fato é que em se tratando de cultura de sepultamento, Judeus, muçulmanos e cristões das mais diversas denominações tem por princípio de credo o enterro em terra. 

Gênesis 3:19: “Com o suor do teu rosto comerás o teu pão, até que voltes ao solo, pois da terra foste formado; porque tu és pó e ao pó da terra retornarás!”

Causa espécie, o prefeito às vésperas do período eleitoral querer destinar para a iniciativa privada a “custo zero” outra área pública. Ser bonzinho com o que não lhe pertence é bom né senhor Saulo Benevides? Luís Carlos Nunes

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply